Dei o CÚ para o namorado da sobrinha e gostei

24 de Agosto de 2017 As DammAs Aventura 2686

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Escrito por Ana Pinheiro

Em uma quarta-feira dia em que dormia na cidade onde estudo, estava eu saindo da faculdade, quando um carro para um pouco antes de onde venho caminhando, baixei a cabeça, mas quando fui passar pelo carro (com vidros escuros),ouvi alguém dizer:
- Ta com pressa?
fiquei curiosa e tive que olhar para ver quem era. Reconheci o carro e ouvi um quer uma carona, era o namorado da minha sobrinha (vou chamar de H) com um sorriso nos lábios. Não estava longe da casa, mas lembrei do que tinha feito com ele na quarta-feira da semana passada e aceitei.
Entrei no carro e já olhei para o pênis, e notei um bom volume pelo que pude notar por cima da calça. Beijei o no rosto e agradeci por ele ter aparecido, era tarde e eu não gostava de caminhar sozinha à noite.
- Quem sabe, então vamos dar uma volta? Beber algo?
- Eu adoraria a ideia, pois sabes que gosto de uma caipa de vinho ou uma cervejinha bem gelada, mas não vai dar a S vai ficar cabreira, pode contar que eu cheguei muito tarde em casa.
- Só por isto? Então relaxa que ela foi viajar, deixei-a na rodoviária, tem um curso amanhã cedo em Porto Alegre e falei para que fosse hoje.
- Tá bem, então vamos, mas não posso demorar,não quero chegar tarde em casa,tenho aula cedinho.
Dirigimos-nos para um bairro onde ele disse que era seguro para ficarmos no carro e também sabia que lá servia caipa de vinho. Em 10 minutos estávamos parando um carro em um destes trailers que vendem lanches, petiscos e bebida. o que ele escolheu fica quase na frente de um dos quartéis,por isto era seguro.
Colocou um CD da Laura Pausini cantando em espanhol, pediu uma caipa e uma cerveja, não trocávamos se quer uma palavra, ele parecia curtir a música e estar pensando longe, chegou nossa cerveja e eu não aguentando mais aquele silêncio comecei a perguntar coisas sobre ele, quando tinha se formado,onde morava e ele foi respondendo e também começou a perguntar coisas da minha vida, tipo: se eu já tinha traído antes, se era feliz. Comecei a responder e notei que ele foi chegando de mansinho para mais perto de mim e quando me dei conta estava beijando novamente aquele cara, que beijo gostoso, tranquilo, com calma, demorado e eu já ficando excitada, sentia minha calcinha molhar, e isto que ele nem havia me tocado ainda, mas eu gostava do beijo, era bom e também comecei a lembrar do dia em que dei para ele na cozinha, de quanto foi gostoso e inusitado.Novamente voltamos a conversar e pedimos mais bebida,eu já estava relaxa,dançava no carro e riamos muito, parecíamos velhos amigos de infância,eu já influenciada pela bebida agora o procurava,chegava perto, beijava muito ele, mas ele ñ me tocava. Não aguentando mais de tesão em um dos beijos passei,alisei o pau dele por cima da calça,quando fui tirar a mão ele a pegou,disse baixinho para que continuasse e pediu que abrisse o zíper da calça, foi o que eu fiz,tirei o pau para fora e comecei a fazer carinhos enquanto nos beijávamos.
Estávamos naquele sarro gostoso quando ele pediu que eu mostrasse minha calcinha, perguntei se queria que fosse ali no carro mesmo, ele disse que sim, voltei para o meu banco, abri minha calça e mostrei a calcinha enterrada, dividindo minha buceta , pediu que eu baixasse a calça até os joelhos, não sei como, mas parece que hipnotizada fiz o que ele pediu. Ele delicadamente passou a mão na minha xotinha por cima da calcinha, depois começou a baixar , tentei sem sucesso impedir,mas ele foi descendo,descendo e começou a me beijar,quando me dei conta estava quase nua dentro de um carro em plena rua e o pior é que gostando,completamente excitada. O H colocou um dedinho dentro de mim, enfiou na bucetinha, riu ao sentir que eu estava ensopada,colocou o dedo na sua boa e chupou,dizendo que adorava meu cheirinho, meu gosto. Voltou a beijar minha boca e a me masturbar devagarzinho, eu fazia o mesmo, punhetiava ele bem devagarzinho até que a cabecinha começou a ficar molhadinha, meladinha entre meus dedos, foi quando para minha surpresa ele parou com tudo, pediu que eu ficasse de quatro em cima do banco e virada para trás, novamente tentei argumentar, mas ele insistia e eu o fiz, quando estava na posição ele abriu minha bundinha e passou a língua no meu rabinho,lambeu meu cuzinho fazendo com que eu me arrepiasse inteira, eu estava adorando e foi quando ele sem me avisar enfiou o dedo todo no meu cú, soltei um gritinho, mas logo aquele dedo, começou a ficar gostoso dentro de mim, fui me acostumando e ele pedindo para que eu rebolasse, e não me fiz de rogada e rebolei muito com aquele dedinho metido em mim, ele disse que eu me masturbasse enquanto mexia, pois ia ficar mais gostoso, fechei meus olhinhos e comecei a me masturbar, às vezes olhava na direção dele que me olhava fixo e se tocava também, eu avisei que ia gozar, pediu então que eu parasse, me recompus louca de tesão.Pegou um lencinho no porta luvas, molhou na cerveja e limpou o dedinho que estava no meu rabinho, mandou eu colocar a calça,fechou a sua e ligou o alerta do carro, um sinal para o garçom,pediu mais uma caipa e a conta. Eu não entendia mais nada, será que ele ia me levar para casa assim, tomada de tesão,resolvi apelar para ser comida e pedi que ele me levasse até a casa dele,que queria sentir o pau entrando dentro de mim. O sacana disse que naquele dia ñ dava, além do mais eu queria me acordar cedo,foi quando disse que eu ñ queria ir para casa, que queria ficar com ele, apenas sorriu maliciosamente, , disse apenas que iríamos dar uma voltinha e que depois me levaria para casa, fiquei puta da cara,puxa o cara me deixa louca de tesão e agora quer me levar para casa?????? É muito sacana.
Começamos a passear de carro por umas ruas daquele bairro, ruas com pouco movimento e escuras. Ele pegou a BR e mandou que eu abrisse o zíper e o chupasse, cheguei bem pertinho, beijei-lhe o pescoço, lambi a orelha enquanto abria a calça e tirava o pau para fora,empurrou minha cabeça e coloquei aquele caralho na boca,chupei,lambi,mamei. Estava tão exitada e concentrada no que fazia que ñ reparei que o carro tinha parado,me disse apenas:
- Chegamos.
levantei a cabeça e quando olhei para fora do carro vi que o H tinha parado em um motel, mandou fechar sua calça e disse logo após receber a chave do quarto:
- Hoje vou comer teu rabinho.
Estremeci, nunca havia deixado meterem no meu cuzinho naquela época, tive vontade de sair correndo dali, mas o tesão era muito, e quem sabe eu dando muito a buceta ele esqueceria da minha bundinha. Quando voltei à realidade o H já abria a porta do quarto, e me convidou para entrar,falei que só entrava se ele prometesse que não ia me forçar dar a bundinha. Ele sorriu, de novo com aquele sarcasmo todo e apenas disse que sem problemas.
Quando entramos no quarto ele veio para cima de mim, ainda na porta começamos um arreto gostoso, já enfiou a mão por dentro da minha calça, tocou minha bundinha, virou-me de costas e começou a beijar meu pescoço, me chamando de cadelinha, traidora e eu adorando tudo aquilo, começou a tirar minha calça, tirou minha blusa e meu sutiã, deixando-me só de calcinhas, e antes que ele enfiasse a mão em mim, virei de frente, tirei a camisa, a calça e também a cueca, deixei-o peladinho. Abaixei-me e comecei a lamber aquele pau, chupava as bolinhas, colocava uma depois a outra na boca, depois enfiava o pau até trancar na minha garganta, foi quando ele me levantou pelos cabelos, beijou minha boca e me jogou na cama, abriu bem minhas pernas e começou a beijar minhas coxas por dentro,quando chegava à minha xota e eu achava que ia me chupar,passava para a outra coxa, o carinha estava me deixando louca. Enfiou o dedinho dentro da minha xota, e depois pediu que eu chupasse o dedo meladinho,chupei enquanto ele beijava minhas coxas,e foi ai que pedi,chupa,chupa meu grelinho, virou-me de costas, abriram minhas pernas, eu já gemia gostoso, e começou a beijar minha bunda, abriu e lambeu meu cuzinho, nesta hora eu quase implorei para que comece meu rabinho, ele enfiou a língua nele e tive um arrepio, senti um prazer diferente. Virou-me novamente e deitou em cima de mim, colocando minhas pernas abertas, e veio me beijando os peitos,mordeu,cheguei a dar um gritinho que ñ sei se foi de dor ou prazer, e beijou minha boca,quase arranquei aquela língua de tanto prazer e tesão que eu estava,sentia o caralho bem na entradinha da xaninha,mas ele ñ colocava,tive que pedir:
- Coloca, bota na minha bucetinha, to louca de tesão.
ele então colocou minhas pernas nos seus ombros, com a mão dirigiu o caralho para minha portinha, enfiou a cabeça e mandou rebolar,quando estava curtindo aquela cabecinha lá dentro e rebolando muito ele enfiou tudo,dei um gritinho e começou a socar com vontade, bombava forte, ouvia o barulho das minhas coxas contra o corpo dele, pela excitação que eu estava avisei que logo iria gozar. Tirou o pau de dentro sem me deixar gozar, me virou de costas, lambeu e depois cuspiu no meu cuzinho, mas enfiou o pau foi na minha buceta, dizia que era gostosa, que meu cuzinho era lindo, que ele estava pedindo para ser penetrado e foi ai que eu sem querer (será?) falei:
- Come ele, fode meu cú, me faz de tua putinha.
- Eu sabia que tu ias pedir.
Agora eu não tinha mais saída, apontou o pau melado da minha buceta para o meu cuzinho, e quando colocou a cabeça eu gritei alto, pedi que parasse, que estava doendo, me agarrou pela cintura e enfiou tudo,a dor foi tanta que cai na cama(eu estava de quatro),gritei,xinguei e ele nem ai para mim. A dor foi passando,ele colocou um dedinho na minha xota e começou a brincar, me masturbar e eu comecei a gemer, esqueci do pau no meu cuzinho, já ñ ardia tanto, estava ficando bom, no meu ouvido disse que eu continuasse a masturbação, me colocou de novo de quatro sem deixar a piça sair, agarrou-me pela cintura e começou a tirar e a colocar, tirar e colocar e chegava a tirar quase todo o pau do meu cú, dava uns tapinhas na minha bunda e mandava rebolar, não consegui continuar a masturbação, fechei meus olhos e curti ser enrrabada, agora parecia bom, não doía mais e eu tava gostando tanto que mandava que ele enfiasse, socasse, e ele dizendo que ia colocar toda a porra no meu cú e foi o que fez,explodiu em um gozo e eu senti aquele leite quente no meu cú, era a porra gostosa.Tirou o pau, senti um vazio, virou-me de frente p ele, abriu minhas pernas e começou a chupar minha xota, lambia meu sexo com gosto, chupava o grelinho até que eu gozei gostoso, ele continuou mamando, só que agora chupava meu gozo. Subiu na cama e deitou ao meu lado, beijei-lhe a boca e disse que tinha adorado que ñ imaginava que dar a bundinha era tão gostoso. Convidou-me para irmos para o banho, antes ele ligou a banheira de hidro.
Saímos do banho, entramos na banheira,sentei no colo virada para dele, e o pau duro já achou minha bucetinha, eu queria gozar com a piça dentro e comecei a rebolar, rebolar, subir e descer naquela maravilha de caralho, e logo gozamos juntinhos, depois nós ficamos namorando,conversando e programando como iramos começar a nos encontrar sem que ninguém descobrisse, me fez prometer que eu continuaria estudando, pois estava quase formada em Veterinária e teria que voltar para a minha cidade, mas depois dessa noite eu queria fazer um pós, depois mestrado e quem sabe até doutorado, basta ele me fuder sempre gostoso.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Paulinho nos viciou e nos vendeu há 8 horas

Eu fora usada por meu primo Paulinho e seu amigo ao mesmo tempo uma noite i...
renata Jovens 43


CRENTE NOVINHA há 10 horas

Bem vou ser bem breve, tenho uma babá que cuida de meus filhos, novinha, l...
tigreraiado Virgindade 44


UMa vizinha especial mandei rola na sua buceta há 11 horas

Diogo,19 anos sou moreno alto, com um pau de 18 cm adoro sexo, mas atualmen...
laureen Heterosexual 34


fudendo a bucetona da minha vizinha há 11 horas

Sou estudante moro com minha mãe. Sou amigo de todos adoro ter amizades s...
laureen Heterosexual 20


QUEM QUER FUDER MINHA BUCETA , SEXO TESÃO há 11 horas

Tenho 24 aninhos de pura safadeza agora estou sozinha novamente meu ex mari...
laureen Heterosexual 15


SOU TRAVECO, MAS ADORO FUDER UMA BUCETA TB há 11 horas

Bem o que vou narrar aqui hoje nunca tinha imaginado que poderia acontecer ...
laureen Fetiches 32