Futebol e Sexo - Sempre tem um cuidando do alheio

30 de Julho de 2018 Juck Aventura 167

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Herbert e Luzia, um casal jovem, ele com seus 23 anos e ela com seus 19 aninhos, casados sem filhos, aparentemente um casalzinho perfeito, isso se não fosse um defeito muito grave de Herbert, jogar futebol e deixar sua mulher em casa sozinha.
- Herbert, de novo futebol e eu aqui sozinha sem ninguém!!
- Luzia são meus amigos logo to de volta vai na casa da sua mãe

E lá estava Luzia mais uma vez sozinha, olhando TV que era tudo o que lhe restava, com seus desejos a flor da pele sem ter o seu macho por perto para satisfaze-los, sentada no sofá com as pernas levantadas, descendo a mão em seu corpo mulatinho por cima da roupa, esfregando seus seios grandes que parecem querer saltar de dentro do sutiã ela é presa por seus pensamentos sexuais e pensando em resolver tudo sozinha mesmo:
- Ai nossa preciso parar com isso vou tomar um banho e ligar para Sandrinha

Sandrinha, uma amiga de coração 24 anos, casada com Cléverson, moreno 170 de altura magro 30 anos, detalhe, não gostava de futebol, era simpático bonito e sensual, formavam o tipo de casal 20:
- Oi Lu tudo bem que bom que você veio!!
- Ai Drinha eu tava sozinha de novo isso é muito chato pensei em você
- Não acredito que o Herbert de novo no ......
- Futebol Drinha ele só pensa nisso
- Amor sai do PC senta aqui na sala com a gente

Nisso chega Cléverson e faz companhia para as duas na sala e entra na conversa de aconselhamento de sua esposa:
- Vou preparar um lanchinho fica a vontade Lu

Luzia já havia trocado olhares com Cléverson mas nada confirmado apenas algumas olhadas, mas nesse dia Luzia estava com seus desejos a flor da pele convencida de se entregar ao primeiro que lhe desse atenção:
- Cléverson você nunca vai pro futebol né??
- Não gosto Lu prefiro ficar com meu amorzinho nada contra o Herbert mas sei lá acho perda de tempo
- Ai sério acho que sou uma perda de tempo para ele porque me troca todos os dias pela bola e chega tarde quando já estou dormindo a sempre acabamos ficando no empate
- Eu heim você ta legal se cuida acho que Herbert não esta cuidando o que tem
- Sério você acha mesmo qeu sou bonita??
- Não quis dizer isso Lu mas te acho sim
- E você me trocaria pelo futebol??

Luzia investiu tudo naquela jogada não aguentava mais a sede de prazer, era o marido da melhor amiga, mas estava incontrolável, ele era de confiança, não poderia esperar outra pessoa, e Cléverson, sentindo a maldade responde:
- Olha Lu pra ser bem sincero eu te cuidaria melhor

Em uma troca de olhares a situação se ajeita favorável a Luzia, depois de passar a tarde com o casal ela volta para sua casa com seus pensamentos maquinando aquele moreno em seus braços, mas ao mesmo tempo não sabia como isso poderia acontecer pois ele é casado, detalhe, com sua melhor amiga.
Cléverson fica meio desconfiado da situação mas já imaginando como seria sentir o corpo daquela mulata gostosa toda carente, mas, como ficaria seu casamento.

Mais um dia, mais uma vez Luzia perde seu homem para o futebol, sábado de tarde, ela sabia que não voltaria cedo, cansada de tudo com seus desejos invadindo seu corpo ela perde a noção de tudo pega o telefone e faz uma ligação:
- Oi Sandrinha você esta em casa??
- Oi Lu não estou não só chego a noite hoje precisa de ajuda??
- Não nada não ia te convidar pra sair

Luzia sabia que sua amiga trabalhava no sábado até mais tarde ela só queria a certeza antes de fazer outra ligação:
- Oi Cléverson tudo bem??
- Oi Lu quer falar com a Sandrinha??
- Não quero falar com você mesmo
- Pode falar então
- Será que você poderia vir aqui em casa arrumar minha TV nova o Herbert saiu e eu queria assitir
- Claro posso sim daqui 10 minutos to ai

Cléverson sabia que poderia ser coisa da sua imaginação mas foi fazer um favor a sua amiga.
Chegando no local, Luzia o recebeu com um sorriso sensual mordendo os lábios, vestida com um shortinho branquinho bem curtinho e folgado mostrando o desenho da calcinha vermelha e um decote branco transparente exibindo os biquinhos escurinhos dos seus fartos seios, detalhe, com a casa toda fechada.

Cléverson sente a maldade e senta no sofá, com a porta trancada Luzia senta e mostra o aparelho a ser montado, Cléverson suando frio monta a TV e quando volta os olhos para trás vê Luzia deitada no sofá com as pernas encolhidas exibindo a polpa da bundinha que escapa pela beiradinha do shortinho e entre suas pernas ele percebe a saliência daquela calcinha atolada dentro da bucetinha da Luzia, o clima estava quente.

Logo Luzia deita pra cima passando as mãos em suas coxas e quando Cléverson olha de novo, as mãos de Luzia estão massagenado seus seios, e com um olhar de tesão e desejo ela diz sussurando:
- O que sinto mais falta é de um homem de verdade assim como você Cléverson!!

Sem ter como raciocinar Cléverson se aproxima de Luzia e é tragado para cima daquele sofá pelos braços daquela mulher em chamas.

Depois de beijar seus lábios pequenos Cléverson puxa para o lado a alcinha do decote caindo de boca naqueles seios fartos de biquinhos durinhos arrancando de Luzia um gemido de prazer:
- Aí delicia sou toda tua tesão ahhhh delicia

Mergulhado naqueles seios lindos sua mão acaricia a bundinha por cima do shortinho alisando as coxas grossas daquela boneca:
- Tira esse sortinho tira ta atrapalhando linda

Com um movimento rápido Luzia arranca seu shortinho exibindo tudinho, Cléverson que cai de boca naquela bucetinha por cima da calcinha:
- Nossa ta molhadinha tesão
- Ai delicia eu preciso de homem mata minha vontade vai

Puxando a calcinha pro lado Cléverson se da de cara com uma bucetinha linda bem cheinha lisinha com alguns pelinhos mostrando o caminho do prazer, um grelinho saltadinho escurinho que escorria um melzinho que já lambuzava a calcinha, sem muita enrolação ele enfia sua língua dentro da abertura daquela buceta gostosa:
- Ahhhh delicia nossa gostoso não para vai me da prazer!!

Sussurrava Luzia bem baixinho abrindo as pernas e exibindo sua bucetinha carnuda na cara de Cléverson que já estava engolindo ela inteira:
- Ahhhhh vai ahh ahh ahh ahh tesão vou gozar ahhhh ahhhhhhh delicia ahhhhhhhhhhhhhhhh delicia!!!!

Sussurros de prazer envolviam aquela sala enquanto Luzia gozava com vontade nos lábios de Cléverson que não abria mão de apertar aqueles seios gostosos enquanto sentia o gostinho do gozo daquela bucetinha que já derretia de calor.

Puxando Cléverson para cima Luzia sussura:
- Me da seu cacete da??

Sentada no sofá a tesuda abre a calça e tira para fora aquele pau de 16 cm grossinho depiladinho moreninho cabecinha rosadinha e grandinha e engole todo ele com uma chupada deliciosa:
- Nossa tesão chupa gostoso vai é todo seu

Punhetando aquele pau bem devagar esfregando a língua bem na cabecinha ela sente sua bucetinha implorando pra sentir ele todinho dentro dela.

Tirando sua calcinha e deixando suas pernas abertas exibindo aquela delicia de buceta, ela passa a mão em seu grelinho sussurrando:
- Vem gostoso vem

Atolando bem devagar, Cléverson sente seu cacete duro entrar dentro daquela bucetinha quentinha toda meladinha, entrou fácil, deslizando pra dentro, arrancando gemidos, Luzia delirava com aquela rola abrindo ela todinha, era o que mais precisava, em um entra e sai bem gostoso e lento, matava sua sede de sexo:
- Aii delicia de homem vai gostoso me come todinha
- Ahh tesão que bucetinha apertadinha ta gostoso ta delicia??
- Uii vai vai acelera mais mais mete mete tudo vai mete mais meta delicia ahhhhh!!!!

Deitando em cima de Luzia Cléverson acelera metendo tudo naquela bucetinha que reproduzia um barulho de prazer com gozo em um entra e sai acelerado:
- Ahhhhh tesão vai não para vai vai uii delicia me fode todinha ahh!!
- Delicia goza pra mim goza no meu pau tesãozinho vai

Logo Luzia entra em delírios sentindo o calor daquele homem em seu corpo aquele cacete roçando seu grelinho esfregando e abrindo sua buceta Luzia não se aguenta e goza soltando um gemido forte colocando pra fora todo aquele tesão que estava guardado em sua buceta:
- Ahhhhhhh vou gozaar tesãoooooo ahhhhhhhhh deliciaaaaaaa

Cléverson não para continua metendo naquela bucetinha que agora escorria gozo lambuzando seu cacete duro como rocha, mas ainda tinha tesão de sobra naquela tarde de sábado.

Sentando no sofá Cléverson pega Luzia no colo que começa uma cavalgada deliciosa:
- Ahh tesão vai vai me faz goza faz.

Dizia ele enquanto beijava os seios fartos daquela princesa gostosa que gemia baixinho rebolando em cima daquele cacete duro:
- Ahh gostoso goza vai goza me da leitinho da??

Acelerando a cavalgada Luzia decide fazer aquele cacete explodir dentro dela:
- Vai Lu vai não para vou gozar vou gozar delicia!!
- Ohh uii tesão goza goza pra mim vai vai!!
- Ahhhh ahhhhhhh delicia de bucetinha ahhhhhhhhhh!!!!!!

Cléverson se agarra naquele corpo aquecido de tesão apertando ele contra o seu e solta um jato de leitinho dentro daquela bucetinha fervendo de prazer, seu pau pulsava sem parar dentro de Luzia, que estava paralisada sentindo aquilo tudo, seu corpo respondia aliviado, ela precisava ser comida de jeito.

Era tarde para arrependimentos, tudo o que restava, era fazer com que o acontecido não chegasse ao conhecimento de ninguem:
- Me encheu todinha você é muito delicioso Cléverson pena que não é meu
- Para com isso Lu quem dera a Sandrinha ter esse tesão todo

Deixando o pau amolecer na bucetinha que pingava gozo os dois de beijam se acariciam e fazem planos:
- Eu quero você sempre gostoso
- Vamos nos encontar com frequencia somos casados precisamos de um local seguro
- Claro vamos nos encontrar sim, agora faço questão que o Herbert jogue futebol
- Isso deixa ele lá enquanto isso eu como essa bucetinha deliciosa sozinho
- Minha amiga não se importa de eu pegar o cacete dela emprestado né, preciso gozar também e afinal de contas somos amigas
- Fica tranquila nunca vai saber

No banho juntinhos, agora oficialmente amantes, Luzia saciada com seu macho confidencial, sem medo de ser feliz na cama.

E assim naquela tarde os dois deram inicio a um relacionamento de puro prazer e tesão intenso que perdura já a anos sem ninguém sequer saber que enquanto uns jogam futebol outros cuidam do alheio.

:::::::::::FIM:::::::::::::


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
TEMPOS DE TERROR há 12 horas

TEMPOS DE TERROR Luciana está quase chegando na casa de seus avôs. Al...
marcela Fetiches 10


Enquanto Gustavo dormia... [a melhor parte] há 13 horas

Ontem, compartilhei com vocês uma gostosa aventura que tive, por intermé...
diegomelo Grupal 11


De virgem a puta num piscar de olhos há 13 horas

De virgem a puta num piscar de olhos Luciana, a Lu com 14 anos. É uma l...
marcela Sadomasoquismo 16


UMA HEROÍNA EM APUROS há 15 horas

UMA HEROÍNA EM APUROS - Pode entrar senhorita, o doutor Fernando a espe...
marcela Fetiches 8


Enquanto Gustavo dormia... há 2 dias

Hoje seria só mais um sábado sem graça, daqueles que a gente desliga o c...
diegomelo Jovens 44


bucetona gordinha e deliciosa da minha sogra caren há 3 dias

Meu amigo Julio mandou-me um conto sobre como fudeu sua sogra enquanto sua...
laureen Coroas 54