1º Sexo em público, Dogging!

05 de Setembro de 2018 As DammAs Aventura 75

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


"Assim que parou o carro eu me joguei em cima dele e beijei aquela boca que eu tanto amava e que estava louca de saudade, e foi me puxando até que acabei no colo e aproveitei para esfregar minha bundinha no caralho e mais que ligeiro ele enfiou a mão no meio das minhas pernas e notou que eu estava sem calcinha e passou deliciosamente a mão na minha xaninha e enfiou um dedinho lá dentro, eu enlouqueci e aumentei a força do meu beijo, pegava e chupava deliciosamente aquela língua até que com uma vontade de sentar na pica eu sai do colo, o safado tirou a pica para fora"

- D'Tróia

Eu havia dito na última vez que nos encontramos que queria fuder na Avenida Bento Gonçalves, mas fiquei um tempo sem ver o "filho do casal de amigos", até que em um sábado recebi um watts dele, queria saber como eu estava, e para provocar enviei uma foto, que tirei na hora, só de calcinha e top dizendo:

- ESTOU ASSIM,MAS ABANDONADA;


O safado logo perguntou se eu estava com calor ou com tesão, e então enviei outra foto, só que agora SÓ de top e perguntei se a foto elucidava a dúvida dele, mais que depressa me convidou para dar uma volta, falei que não estava a fim de me arrumar, que estava com preguiça, então falou para eu colocar qualquer roupa que iríamos até a Avenida Bento para tomar uma gelada e espantar o calor, eu estava mesmo abandonada em casa, e topei tomar umas geladas e quem sabe...Pedi meia hora, e tomei um banho rapidinho e coloquei apenas uma saia jeans sem calcinha e uma camiseta preta, eu estava com saudade daquela pica gostosa, e não iria dificultar qualquer intenção dele. Trinta minutos se passaram e me manda um watt dizendo que era para eu descer. Entrei no carro e ele já veio me abraçando e dizendo no meu ouvido que estava com "saudades da putinha dele", e eu o afastei dizendo que na frente do prédio nada de amassos e ou mais alguma coisa, e foi quando ele ligou o carro que pude reparar que estava de bermuda e camiseta e meu olho já correu para o volume, e que volume que havia se formado no meio das suas pernas e aquilo me deixou molhadinha e depois de andarmos umas três quadras do edifício pedi que parasse o carro, me perguntou para que? e eu falei:

-PARA QUE TU VAI VER,

assim que parou o carro eu me joguei em cima dele e beijei aquela boca que eu tanto amava e que estava louca de saudade, e foi me puxando até que acabei no colo e aproveitei para esfregar minha bundinha no caralho e mais que ligeiro ele enfiou a mão no meio das minhas pernas e notou que eu estava sem calcinha e passou deliciosamente a mão na minha xaninha e enfiou um dedinho lá dentro, eu enlouqueci e aumentei a força do meu beijo, pegava e chupava deliciosamente aquela língua até que com uma vontade de sentar na pica eu sai do colo, o safado tirou a pica para fora e perguntou se não era melhor eu chupar o caralho, nossa, agarrei com uma vontade aquela picona cabeçuda e de quatro no banco do passageiro cai literalmente de boca na pica, o safado sabe como eu gosto e forçava minha cabeça para que eu engolisse tudo,mas não dava, então passava a língua em todo o comprimento e depois beijava e chupetava a cabeça daquela delícia de pau, e ele me pedindo para sentar no colo que ia me fuder ali mesmo, mas eu queria mais, queria aproveitar mais e parei de chupar, me sentei no banco com a saia na cintura e deixando a minha buceta toda a mostra e pedi para irmos tomar algo na avenida.

Chateado ele guardou aquela pica linda na bermuda, ligou o carro e fomos em direção da avenida, até que parou em um dos últimos trailers onde não havia muito movimento e sabíamos que os casais iam lá para ficarem de amassos e até transar. Ligou o alerta do carro, fui abaixar a saia, mas disse que ficasse assim, queria ver a reação do carinha que atendia e que viria perguntar o que desejamos. Quando o atendente chegou, era um rapaz bem novinho, creio que uns 18 anos mais ou menos, ele fez questão de ligar a luz interna, vi que quando o cara chegou na janela do motorista e me olhou,arregalou os olhos e tenho certeza que ficou de pau duro, pois eu estava praticamente nua da cintura para baixo,pedimos uma cerveja e logo o rapaz voltou, e foi quando o Ele perguntou o que o guri achava de mim, e o menino gaguejando disse que eu era muito linda, então falou que se ele nos tratasse bem, trazendo cevas bem gelada ele deixava ele ver mais um pouco, ele apenas disse:


- Tá...tá; e saiu; certamente de pica dura hehe. Lembro que falei pra ele:

- QUE MALDADE;

- Que nada,vamos tomar ceva gelada a noite toda.


Para provocar Meu Gostoso eu tirei um seio para fora e mostrei o biquinho bem durinho, dizendo que havia ficado assim quando vi os olhos do guri olhando para minha bucetinha, então perguntou se a buceta tava bem meladinha, virei para ele, me encostei-me à porta do carro e coloquei as pernas em cima do banco, e abri bem, expondo minha bucetinha e comecei a me tocar, o Gostoso tirou o pau para fora, mas não deixou eu me aproximar, pediu que eu enfiasse o dedo lá... bem no fundinho e como sou a putinha dele, faço tudo que me manda,enfiei meu dedinho e mostrei todo melado, ele pediu e eu coloquei na boca dele que chupou deliciosamente meu dedinho, eu queria chupar a pica e pedi,mas ele disse que eu poderia apenas bater uma punheta, desde que continuasse me masturbando,cheguei para pertinho dele e peguei com carinho naquela pica deliciosa e iniciei uma punhetinha de leve enquanto socava os dedinhos na minha xana e esfregava meu grelinho, ele me olhava e tomava uma cerveja me olhando, e pediu para eu parar de punhetiar e me afastar, então voltei ficar na posição de antes, ou seja encostada na porta do carona e viradinha para ele com as pernas em cima do banco e continuei me masturbando gostoso, e vi que ele fez sinal para o guri que atendia aos carros vir, e o menino já veio com uma cerveja na mão, o Gostoso abriu o vidro, pegou a cerveja e perguntou para o menino o que ele achava da puta dele, o guri debruçou-se na janela e não falava nada, mas aquilo me deu um tesão que avisei que iria gozar e olhando fixo para o guri, imaginando o pau dele duro por baixo da calça e me acabeiiiiii, nossa que gozo cheguei a pingar gostoso, e o Meu Gostoso mandou eu ficar de quatro e cair de boca no caralho dele, e com o guri observando eu chupei aquela pica delícia e para provocar mais um pouco olhava fixamente para o guri que saiu correndo, kkkkkk, eu pedi para sentar na pica, e ele mandou então que eu ficasse nuinha e fiquei, ele fechou o vidro e sentei gostoso na pica, nossa que saudade daquela pica maravilhosa, ela deslizou facilzinho para dentro de mim e comecei a subir e descer no caralho, quando descia eu rebolava gostoso e falava no ouvido do meu macho, dizia que “a pica dele era uma delícia, que tava com saudades, que adorava o pau dele também no meu cú”,e quando abri os olhos vi que tinha uns 3 caras nos olhando, vocês não tem ideia do tesão que aquilo me deu e rebolei gostoso, com as mãos abria a minha bunda e deixava meu cuzinho a mostra, acho que viam bem, pq notei que conversavam, e que pediam para o Meu Macho Gostoso abrir o vidro, e ele abriu uma fresta perguntando o que queriam, disseram que queriam que eu visse os paus deles, e mandou eu olhar, nossa o gurizinho que atendia tinha um lindo pau, mas na punheta o safadinho gozou logo...logo, e comigo olhando eles se masturbavam e eu resolvi falar, mandar eles gozarem que eu queria ver porra, e logo um deles de pau pequeno gozou no vidro, e só faltava mais um, um cara de pica grossa que pedia para abrir o vidro e meter o dedo no meu cú, o Meu Macho perguntou se eu queria, mas eu disse que tinha medo, então fechou o vidro e enfiou um dedo no meu cú e falei que ia me acabar de novo e me disse que viria comigo, quando vi o último carinha gozar eu gritei e me acabei na pica e logo senti a porra dele esquentar e melar minha bucetinha, nossa disse para ele que não parasse que eu gozaria de novo, e com mais duas ou três reboladas gozei gostoso gemendo muito que cheguei a fazer um pouco de xixi, e voltei para o meu banco,e pedi para ir embora, ele chamou o guri que atendia e disse para ele fechar a nossa conta, e o rapazinho voltou logo, pagamos e saímos, eu falei que queria ir para casa, que era tarde, e então o ele dirigiu até a frente do apto,parou e me disse que estava com tesão, então pedi que se dirigisse até a outra quadra posterior ao edifício e fiquei de quatro no banco, levantei minha saia e ele tirou o caralho para fora e mamei gostoso, ele dizia que queria foder meu cú, mas eu queria chupar, eu queria porra na boca, e comigo punhetando e chupando o safado me gozou na boca bem gostoso, chupei tudinho, e pedi que me deixasse em casa, só deixou depois que eu falei que foderíamos de novo para os outros verem.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
TEMPOS DE TERROR há 12 horas

TEMPOS DE TERROR Luciana está quase chegando na casa de seus avôs. Al...
marcela Fetiches 10


Enquanto Gustavo dormia... [a melhor parte] há 13 horas

Ontem, compartilhei com vocês uma gostosa aventura que tive, por intermé...
diegomelo Grupal 11


De virgem a puta num piscar de olhos há 13 horas

De virgem a puta num piscar de olhos Luciana, a Lu com 14 anos. É uma l...
marcela Sadomasoquismo 16


UMA HEROÍNA EM APUROS há 15 horas

UMA HEROÍNA EM APUROS - Pode entrar senhorita, o doutor Fernando a espe...
marcela Fetiches 8


Enquanto Gustavo dormia... há 2 dias

Hoje seria só mais um sábado sem graça, daqueles que a gente desliga o c...
diegomelo Jovens 44


bucetona gordinha e deliciosa da minha sogra caren há 3 dias

Meu amigo Julio mandou-me um conto sobre como fudeu sua sogra enquanto sua...
laureen Coroas 54