Priscila, loirinha tesuda essa! (Parte 02/03)

25 de Junho de 2014 Carpe Diem Contos Eróticos 2398

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


http://www.texton.com.br/contos-eroticos/10019/#!/priscila-loirinha-tesuda-essa-parte-01



... Beijamos-nos muito...

Tocava sua face lentamente... Deslizava meus dedos pelo teu
rosto, num completo movimento de carinho e respeito... Afasto suas madeixas
claras e seguro-a firmemente pela nuca e cintura...



Quero você! Falo encostando-me na porta do quarto...



Ela beija-me e vem despindo-me... Retira minha camisa e
beija todo meu corpo semi-nu...



A ansiedade daquele momento fica evidente em seus gestos...
“O corpo fala”...



Com toda sua feminilidade aflorada desde cedo, vem devorando
meu peitoral, ora beijando-o, ora chupando-o... Que delícia!



Gostoso! Sussurra em meu ouvido!



Cola em meu corpo e se delícia deslizando sua língua devagar
alternando entre mordidas e chupões por toda região côncava entre meu pescoço e
o ombro.



Deslizo meus dedos sobre sua cintura e costas percorrendo
toda a extensão de sua musculatura paravertebral, provocando suas sensações
suavemente ao tocar nas zonas erógenas de sua lombar, em seguida, retiro sua
blusa vermelha gola role que delineava suas belas curvas.



A ausência de sutiã mostra-me seus seios rijos de tamanhos
médios, mamilos rosados e eriçados de desejo!



Beijo seu pescoço, beijo molhado percorrendo pelo seu braço
em busca da parte superior de seu cotovelo, pele extremamente sensível ao
toque, na qual, a deixa rendida por tamanha excitação...



Beijo a lateral de seus seios e cintura e chego aos mamilos
rosados e eriçados... Alterno chupadas, mordidinhas, deixo sentir minha
respiração quente e assopro em seus mamilos...



Esta alternância de sensações frias e quentes deixa-a ainda
mais excitada, ela geme baixinho em meu ouvido...



Aumento a temperatura do quarto, estava frio, não queria
nada atrapalhando aquele momento... Priscila agradece, diz que seus pés pareciam
picolés... Rsrsrs



Pri, em seguida, senta-me na cama e retira de sua mala um
lenço, na qual vem sorrindo e venda meus olhos...



Que isso menina? Pergunto!



Tanto tempo querendo te ver e você faz isso comigo? Rsrsrsrs



Espera... Tenho algo pra você! Não tira tá, senão perde a
graça... Fala Priscila!



Fazer o quê né! Falo
sorrindo...



Passado alguns minutinhos... Ouço-a sair do banheiro e
colocar uma música... “Just give me a reason”...



Sinto-a em pé a minha frente agora...



Toca em meu peito... Segura minhas mãos e num movimento
lento, coloca-as em seus ombros e as guia para baixo... Fazendo com que sinta
sua lingerie...



Agora já sem suas mãos... Imagino o que está por trás
daquela venda... Sinto o tecido suave de sua blusinha de seda... Toco seus
seios... Barriga... Cintura...



Sinto a alça fina de sua calcinha... Tesuda do Caralhooooo!



Passo direto pelas alças a procura de meia calça... Mas não
encontro e retorno a calcinha deslizando meus dedos agora pelo posterior das
coxas dela...



Vou subindo e chego ao final de sua bunda redondinha e
empinada... Por enquanto, nada de tecido...



Subo e nada...



Até que sinto um pouco de tecido... Uma calcinha fio dental,
sem costura... Daquelas que não marcam... Delícia!



Toco as alças e refaço todo o contorno daquele fio dental
novamente, aperto suas nádegas com bastante pressão e venho contornando a alça
novamente, agora próxima a sua virilha...



Coloca o pé aqui na cama... Falo!



Tecido leve, liso... Sinto-o devagar!



O cheiro de seu sexo exala fortemente próximo as minhas
narinas...



Chego pertinho, toco aquela calcinha molhada com a ponta de
meu nariz e inspiro com vontade...



Sinto sua respiração mais ofegante neste momento...



Beijo aquela calcinha, lambo sua virilha e interior de suas
coxas...



O seu cheiro, sua pele suave era demasiadamente real
agora...



Afasto sua calcinha de lado e me perco em seus grandes
lábios... Somente neles...



Afasto a calcinha do outro lado e novamente percorro seus
grandes lábios...



Talvez um pouco dos pequenos agora...



Você geme pra mim, seu cheiro exala pelo quarto. A excitação
toma conta daquele ambiente propício a nós. Tão bem arquitetado para que
ocorresse da melhor forma possível!



Ainda vendado, apenas sabendo qual o tom de sua pele... Essa
sensação de não poder ver, aguça ainda mais meus outros sentidos... Estou
latejante, completamente excitado para ti!



Meu desejo de tirar aquela calcinha era enorme... Mas,
queria vê-la além de sentir em você!



Posso te ver agora? Pergunto!



Podxe! Fala a carioca...



Retirando a venda...



Violeta... Tudo a minha frente era violeta... Lindo ver sua
roupa contrastando em sua pele! Falo
sorrindo!



Viro-a admirando-a com esmero tudo a qual tinha tocado e
sentindo anteriormente... Minhas sensações se misturavam com o tatear de seu
corpo e agora com a admiração de sua pele branquinha diante de mim.



Linda, simplesmente linda e gostosa!



Pri, olhando-me agora com uma carinha da safada, me empurra
na cama e retira minha calça jeans... Vendo e apreciando minha cueca preta da
“Bad boy”...



Hummm! Bad boy hein? Vou amansar agora... Rsrsrsrs



Deitado a cama entrelaço meus braços por trás da cabeça
enquanto ela sobe e inicia um strip-tease lindo para mim... Dançando e
rebolando comigo entre suas pernas... Descendo e subindo, quicando em meu
pau... Delícia Priscila, dança pra mim vai...



O som instigante move seu corpo ritmado sobre mim...



Desfaz-se daquela blusinha e joga em meu rosto...



Tiro na hora pra não perder nada...



Seus mamilos rosados re-aparecem pra mim... São lindos... Falo!



Ela toca em seus mamilos... Ensaia uma chupada neles...
Desliza suas mãos pelos seios e barriga... Fantástico!



Coloca os dedos polegares nas alças de sua calcinha e vem
alternando e arriscando tirar tudo... Mas não, estava bom demais para ser
verdade!



Mesmo revelando um
pouco dos seus aparados pelos pubianos...



Vira-se pra mim, mostrando aquela bunda empinada e
arredondada a minha frente, quase sem nada a tapando... Que lindo aquilo!



Abaixa seu tronco num movimento semelhante de alongamento e
coloca aquele rabo delineado em minha cara... Que fogo nesse rabo tem essa
mina! Novamente quica em meu pau... Sobe um pouco e coloca-o agora em minha
cara... Esfrega com vontade aquele rabo na minha cara... Como se dissesse, é
tudo teu lindo! Sobe e olha-me nos olhos ainda de costas e com a cara de
safada... Apenas sorri e fiz um gesto involuntário de negação... Como se
dissesse, Que isso novinha, que isso?



Ela vira-se pra mim, ajoelha-se com a buceta molhada em
minha cara afastando a calcinha de lado... Dizendo, é toda sua!



Novinha devassa essa... PQP!



Depois duma esfregada dessa... Num tinha nem o que fazer né?



Chupei tudo, seu melzinho delicioso, pequenos e grandes
lábios... Introduzi minha língua enquanto ela continuava a esfregar em mim...



Ela inclinava-se para trás enquanto esfregava seu grelo teso
em mim... Estava prestes a gozar em minha boca...



Não demorou, estava extasiada, o cheiro de sexo exalava
ainda mais forte daquela buceta lambuzada... Toquei seus seios no ápice de seu
gozo... Foi um aperitivo a mais a ela!



Ela gozou e gemeu muito em minha boca... Senti seu mel em
minhas pupilas gustativas... Cada parte que tocava, sentia uma nova sensação em
mim...



Perfeito...



Ela continua e goza novamente em minha boca... Que delícia!



Após seu gozo, pressiono seu clitóris com os lábios...
Deixando-a se recuperar, suas pernas estão trêmulas e sua respiração ofegante
neste momento...



Deleita-se sobre meu corpo e beija-me com enorme tesão após
seu gozo múltiplo...



Desce esfregando os seios em minha barriga e beija meu pau
ainda por cima de minha cueca... Contornando todo ele, puxa minha cueca
liberando apenas a cabeça de meu pau e lambe-a lentamente... Vejo meu sêmen em
seus lábios o que me deixa ainda mais excitado.



Pri tira toda minha cueca e vem novamente fazer minha
alegria...



Sua boca macia me chupa com enorme desejo, sinto sua língua áspera
percorrendo em meu saco, e agora toda a extensão de meu pênis contornando suas
veias saltadas e pulsantes...



Arregaça meu pau com vontade chupando a sensível e fina pele
que recobre minha glande.



Lambe todo o contorno de minha glande com a ponta da
língua... Que delícia isso!



Que boquete sensacional!



Abocanha e pressiona meu pau com a maciez de sua boca, baba
muito nele...



Engole tudo que pode... Retira... Engole novamente... Chupa
a região entre meu saco e meu cu... Que delícia! Estou encantado e prestes a
gozar...

Continua em: http://www.texton.com.br/contos-eroticos/10030/#!/priscila-loirinha-tesuda-essa-parte-03-03






Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
buceta deliciosa da minha tia há 14 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 32


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 15 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 77


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 15 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 66


ENTRE TAPAS E BEIJOS COM MINHA TARADA! há 16 dias

Há anos que não visitava aquela cidade litorânea e como teria que ficar ...
luiz_sanches Hetero 48


Futebol e Sexo - Sempre tem um cuidando do alheio há 17 dias

Herbert e Luzia, um casal jovem, ele com seus 23 anos e ela com seus 19 ani...
juck Aventura 68


Como desvirginei a putinha de minha filha delicia há 19 dias

Como desvirginei a putinha de minha filha, delicioso tesão demais,bucetinh...
laureen Incesto 247