boquete durante o jogo da Seleção...

30 de Junho de 2014 challenger Contos Eróticos 6432

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Daiana era uma das amigas da minha irmã, fofinha, risonha, loirinha. Enquanto os outros homens se armavam para pegar as outras amigas do grupo, fiquei literalmente colado na gordinha que usava uma calça socada, tipo montaria vermelha. 

   Na sala, ficamos atrás do sofá, onde a galera se esparramava. Por estar frio, peguei uma coberta para ficarmos ainda mais quentinhos. Ela, na minha frente, rebolava de leve sem ninguém perceber no meu cacete duro. Eu, louco de tesão, tirei meu pau para fora da calça moletom, deixando endurecido entre suas pernas. Normalmente a fofinha da Daina estaria vermelhinha de vergonha, mas algumas caipirinhas e umas investidas minhas, ela se liberou para mim.

   Tudo bem que assistir o sufoco da Seleção e os gritos da galera, perdia a concentração, mas quando sentia a mão dela passar pelas minhas coxas e massageando minhas bolas, rapidamente voltava ao "normal". Ficamos em pé mesmo, nos roçando, eu agarrando fortemente sua cintura e sua barriguinha deliciosa. Tentei enfiar minha mão dentro da sua calça, mas estava muito apertada. Meu pau começava a doer de tanto eu encoxá-la.

   Daiana, deu uma olhada no tempo, trinta e quatro minutos do segundo tempo. Ela se virou, rindo de um modo bem sacana e se ajoelhou. Com todo mundo gritando e vidrado na tv, não perceberam que Daiana "sumiu". Eu, com a coberta envolta do corpo, sentia as lambidas daquela fofinha deliciosa, que parecia ter uma boca tão macia quanto sua pele. Fiquei ditando o ritmo, socando meu pau enquanto ela engolia. Sua língua sapeca se movimentava nas minhas bolas e virilha. 

   Agarrei forte sua cabeça e comecei a enfiar meu pau mais rápido na sua boca. A galera torcia, gritava e eu gemei loucamente. Minha irmã percebeu o que estava rolando e ficou discretamente me olhando, sorrindo e imaginando. Tentava parecer natural, mas minhas metidas ficavam bem enlouquecidas. Antes de gozar, tirei meu pau de dentro daquela safada fofinha. Devo ter gozado na cara dela, porque vi porra no seu cabelo e na sua blusa branca. Enquanto ela ia ao banheiro, eu sentei relaxado num banco.

   A galera gritava, chorava e se desesperava. Eu apenas sorria...


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
ARROMBADA NA INTERATIVIDADE - DELICIA DE MORENO há 12 horas

Estava muito ansiosa aquela noite. Eu e meu namorado estávamos indo para...
lsanchesb Aventura 25


meu tio tirou meu cabacinho delicia adorei há 21 horas

Entramos na casa de meu tio, ele me sentou em um banco, eu quase que desmai...
laureen Incesto 56


meu pai fudeu minha bucetinha bem gostosinho há 22 horas

Desde menininha eu via meu pai fudendo minha mãe e Desde menina via meu...
laureen Incesto 54


tirei o cabacinho da minha prima fogosa buceta del há 22 horas

tirei o cabacinho de minha priminha gostosa Eu morava um pouco distan...
laureen Heterosexual 51


o safado gozou na minha calcinha e bucetinha,metrô há 22 horas

gozou na minha calcinha e bucetinha no metrô, Meu nome é Mel ,loir...
laureen Fantasias 77


DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 38 há 1 dia

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 38 ATENÇÃO ESSE É O TRIGÉSIMO ...
carlaomg Traição/Corno 32