Violando uma turista...

13 de Julho de 2014 challenger Contos Eróticos 6017

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Falando um espanhol arrastado, a morena disse-me que era da Colômbia. Tinha bebidoa a noite toda, mas se perdeu das amigas, por minha sorte. Morena, com coxas grossas, estava usando um vestido tubinho florido, curto e bem decotado. Cabelos pretos de chapinha, bagunçados de tanto ela tentar arrumá-los. Unhas grandes e finas pintadas nas cores da sua bandeira. Falava alto, usava óculos escuros e tinha aparelho de dentes.

   Fiz de tudo para tentar levá-la para fora daquela festa, mas nada adiantava, até que tive a ideia de dar mais vodka e tequila, que ela só bebia virando. Não largava daquela gostosa, porque passei a festa toda desejando aquela morena de coxas chamativas.

   Quando não se aguentava em pé, disse que iria ajudá-la a procurar suas amigas, onde a carreguei finalmente para fora da festa, levando-a para o meu carro. Já não sacava nada do que ela falava antes de ficar trilouca de bêbada, agora... Era cheinha, viasse pelos seus braços gordinhos e da sua bunda grande, mas tinha cara de puta e na boa, estava com raiva dos colombianos.

   Quando a deixei no banco de trás do meu, olhei para os lados e não vendo ninguém, tirei meu pau que estava latejando dentro da cueca. Peguei sua cabeça e coloquei meu cacete na sua boca. Ela virava o rosto, não querendo meu cacete, empurrando minhas pernas, tentando sair do carro, seu vestido estava todo para cima, mostrando sua transparente branca calcinha  e sua xana cabeluda. Meu carro estava estacionado sob um poste de luz, mas muito afastado de pessoas, havendo mais carros por perto. 

   Comecei a atacá-la ali mesmo, agarrando seus peitos grande, onde suas alcinhas haviam se partido, deixando seus seios caírem e balançando com a nossa agitação. Os bicos e as areólas eram negros. Caí de boca chupando-os, mordendo e sugando. Aquela putona abria as pernas, falando putarias que agora eu entendia. Rasguei facilmente sua calcinha, passando minhas mãos nas suas coxas gostosas. Abri mais suas pernas e ela começou de novo a me afastar, com força e me dando tapas. Na boa, uma hora ela era safada, outra hora ela não queria. 

   Saindo cambaleando de dentro do meu carro, com sua bunda enorme e buceta aparecendo, me deixaram completamente tarado. Fui atrás dela, agarrei sua cintura e com meu pau duro, coloquei entre suas pernas. Sua bucetinha estava molhada, mas ela tentou sair, onde a empurrei sob o meu capô, deixando sua bunda empinada e toda a sua buceta arreganhada. Agarrei seus braços e os segurei atrás, nas costas e fui socando meu pau. A colombiana começou a gritar, quando tapei sua boca. Estava difícil de penetrá-la mas soquei com mais força. Senti algo meio que explodir dentro daquela buceta e quando olhei para o meu cacete, estava puro sangue.

   Continue penetrando ainda mais fundo e rápido ao saber que estava fudendo uma colombiana virgem. A cada socada do meu pau ela gritava mais. Era muito bom comer aquela putona que estava toda entregue a mim. Tirei minha mão da sua boca e comecei a bater forte na sua bunda. Ainda gemia de dor quando a penetrava, mas não resistia mais. Sua vagina era apertadinha, me deixando louco de tesão, mas começar a a rebolar bem safado.

   Comecei a gozar dentro dela, mas meu pau não amoleceu, e fiquei metendo dentro dela, até ela ficar mole, não falando mais nada. Tirei meu pau, ensanguentado e cheio de porra de dentro da sua buceta e fui pegar um rolo de papel higiênico que estava no porta-luvas do meu carro. Quando estava limpando meu cacete, vi a colombiana indo embora, cambaleando entre suas moles pernas, com seu vestido arrumado e seus cabelos desgrenhados. 

   Pensei até em ir atrás dela, mas sabia que iria ter rolo para cima de mim. Fiquei observando aquela gostosa indo embora, até sumir das minhas vistas. Entrei dentro do carro, peguei sua calcinha com cheiro ainda de virgem e guardei, indo embora por ter tido mais uma vez, uma noite louca de foda.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
A história verdadeira de Lia,seus sonhos e desejos há 2 dias

Sou Lia,18 anos e a história que começo a narrar mudou minha vida... T...
laureen Virgindade 21


Voltei mas pedi seu cuzinho virgem há 2 dias

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 36


Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam há 2 dias

Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam Leo me deixava louca, estava ...
laureen Grupal 52


fuderam a bucetinha da minha namorada há 2 dias

fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sexo total delicia Meus mome...
laureen Grupal 29


Mana dormiu em casa e meu marido mandou rola há 2 dias

Minha irmã safada e fogosa adoro rola atolada na sua bucetinha e cuzinho d...
laureen Grupal 59


Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro d há 3 dias

Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro dele, a vagabunda pirou de...
bodiar Traição/Corno 48