Dei pra Dois Atrás do Muro da Escola

14 de Julho de 2014 mc_quelzinha Contos Eróticos 36755

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Eu não tenho vergonha de dizer que sou safada, também não tenho vergonha de dizer que sou meio burrinha e retardada quando faço apostas, e os garotos se aproveitam de mim. Fato é que apostei na Argentina com dois garotos da escola, primeiro porque eu amo o Messi, e segundo porque os argentinos são lindos. Mas perdi, torci como louca pintada de azul e branco lá no Maracanã, mas não adiantou, e eu perdi a aposta.

Logo que cheguei na escola hoje os meninos já vieram me cobrar. Se eu ganhasse, eles teriam que ficar com a Paulinha, minha amigona, mas nunca ficou com ninguém da escola. E se eu perdesse, seria como foi hoje.

Aproveitamos o primeiro tempo de aula pois ninguém fica no pátio, e fomos procurar um lugar aonde eu pudesse pagar minha parte da aposta. Todos os lugares que pensamos eram inviáveis, pois sempre tinha gente por perto, então a última opção foi pular o muro da escola, que não é muito alto, e dá para um terreno baldio que pertence à própria escola, mas ainda não decidiram o que vão fazer por lá. 

O primeiro menino pulou e ficou lá em cima pra me ajudar a pular, enquanto o outro me ajudou por baixo e se aproveitou, colocando a mão na minha bunda. Depois que pulamos, eles já colocaram os paus pra fora e, para minha surpresa, já estavam duríssimos. Um dos meninos era um deus grego, lindíssimo, loiro e todo sarado, mas seu pau era feio, pequeno, fino e rosado, totalmente broxante. Chamavam ele de russo. Já o outro parecia um índio (e esse é o seu apelido), também sarado e com pele bem morena, e esse tinha um pau pouca coisa maior, só que era bem bonito e parecia feito de chocolate ao leite.

Nem preciso dizer qual eu escolhi primeiro depois que me ajoelhei. Comecei a chupar o pau do índio com gosto e velocidade, na intenção de fazer ele gozar rápido e acabar com meu trabalho. O russo segurava minha cabeça e puxava meu cabelo, e reclamou que eu não chupava ele. Então peguei no seu pau feio e coloquei na boca (tinha fimose...), enquanto masturbei o pau do índio, que por sua vez passou a movimentar minha cabeça e me fazer engolir todo o pau do russo.

Nisso eles começaram a mandar eu levantar e dar a buceta pra um enquanto o outro chupava, mas não aceitei pois não fazia parte da aposta, e continuei revezando nas chupadas. O detalhe é que aquela aventura louca estava me deixando com tesão, e minha buceta começava a bater palmas e ficar molhada lá embaixo, então acabei cedendo à vontade deles.

Levantei, abaixei minha calça e disse pra eles colocarem camisinhas se quisessem comer minha buceta. Rapidamente eles colocaram daquelas camisinhas amostra grátis e tiraram par ou ímpar. O índio veio primeiro (minha torcida valeu), ele deu uma pegada deliciosa no meu quadril, pincelou o pau na minha buceta e meteu, foi delicioso sentir o pau dele entrando na minha buceta molhada como estava, e eu continuei chupando o pau do russo.

O índio era experiente, bom de foda, e metia cadenciado, me pegava com gosto e até puxava meu cabelo como uma puta, eu estava adorando aquilo, mas infelizmente ele gozou rápido, e então foi a vez do russo. Como eu não tinha que chupar mais o índio (apesar de querer, mas ele guardou o pau), eu me apoiei na parede e empinei a bundinha. O russo babaquinha ficou tentando meter no meu cu, e eu disse que a brincadeira acabaria ali se ele metesse no lugar errado.

Ele então botou no lugar certo e começou aquela foda automática, metendo como se fosse um coelho biônico e sem saber me segurar direito. Até os tapas que ele deu na minha bunda eram ruins. Eu me empinei na direção dele e fiquei dando uns gemidos falsos, chamando ele de gostoso e afins, e finalmente ele gozou. O índio já estava olhando por cima do muro pra ver se podíamos pular de volta enquanto o russo não deixava eu vestir minha roupa, e ficou tentando dedar meu cu. 

Consegui escapar dele e pulamos de volta. Os meninos voltaram pra sala de aula enquanto eu passei no banheiro pra tirar aquele cheiro de camisinha da boca e da mão. Quando entrei na sala, eles estavam com aquele sorrisinho babaca no rosto, e me deixou envergonhada. E quando sentei ao lado da Lorena, ela quis saber todos os detalhes, e eu adorei contar como foi dar pro índio. Espero que aconteça de novo.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Voltei mas pedi seu cuzinho virgem há menos de 1 hora

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 2


Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam há menos de 1 hora

Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam Leo me deixava louca, estava ...
laureen Grupal 2


fuderam a bucetinha da minha namorada há menos de 1 hora

fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sexo total delicia Meus mome...
laureen Grupal 3


Mana dormiu em casa e meu marido mandou rola há 1 hora

Minha irmã safada e fogosa adoro rola atolada na sua bucetinha e cuzinho d...
laureen Grupal 10


Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro d há 1 dia

Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro dele, a vagabunda pirou de...
bodiar Traição/Corno 30


pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo há 1 dia

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 33