De Vestido Curto e Encoxada no Metrô

15 de Julho de 2014 mc_quelzinha Contos Eróticos 108556

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Quando eu cheguei na estação super cheia, sabia que não daria muito certo. Estava vestida como piriguete de propósito, fui encontrar um delicioso moreno que conheci na internet, e estava totalmente ardida de tanto sentar no pau gigante dele no estacionamento do shopping. Mas planejamos mal o horário do nosso encontro, e tive que sair na hora do rush (nem pro moreno me dar uma carona, mas tudo bem, ele era comprometido) e pegar metrô lotado.

Desci a escada mostrando a calcinha (involuntariamente) pra torcida do Flamengo e, logo que entrei na composição, vi aquele mar de homens suados se espremendo em busca de um lugar para segurar. Eles devem ter sentido meu cheiro de pós-sexo, não é possível, pois assim que dei meu primeiro passo procurando um lugar, dois já começaram a se posicionar para me encoxar.

Eu não podia segurar no ferro de cima, pois apesar de estar de salto alto, meu vestido era muito curto, e esticar o braço pra cima me faria mostrar o útero, então foi pior ainda, pois tive que procurar um lugar pra botar a mão justamente aonde eles estavam apoiando seus paus. Socorro!

Depois de passar por alguns moços e ser duramente encoxada por eles, achei uma menina, com uniforme escolar, meio assustada. Parei do lado dela, tentando usar a mochila dela como proteção pra minha bunda também. Te pergunto: adiantou? Nada. Logo parou um baita negão atrás de mim, cheiro de ébano, segurou nos ferros ao meu redor e me encoxava sem dó. Os outros pareciam estar com inveja, e começou um empurra-empurra atrás de mim, fiquei assustada.

Deslizei mais um pouco entre a multidão e fui para o vagão feminino, encostei me segurando em um banco aonde uma senhora estava sentada. Ela foi muito legal e se ofereceu para segurar minha bolsa, mas eu adoraria que ela me deixasse sentar no seu colo também. Claro que isso não aconteceu, e fui atacada novamente, dessa vez por uma mulher. Ela era bonita, devia ter uns 30 anos, e era bem cheirosa também. E encostava seu corpo em mim sem dó, eu sentia até sua respiração no meu cangote.

Pode parecer estranho, mas segurei no ferro de jeito, fechei os olhos e comecei a imaginar aquela mulher me dedando ali na confusão, senti seus dedos na minha calcinha, separando os lábios da minha buceta molhada e até mesmo entrando em mim. Devia ser culpa do tesão que eu estava sentindo depois do encontro com o moreno. Acho que durante meu devaneio eu fiz cara de tesão ou dei até mesmo algum gemido, pois quando eu abri os olhos, todas as mulheres ao redor me olhavam, e a moça que me encoxava estava ofegante atrás de mim.

Resolvi provocar, e ela gostou da brincadeira, colando os seios de vez nas minhas costas. Que peito duro ela tinha, devia ser silicone. E eu me empinei mais, até que senti algo forçando na minha bunda. Achei que era a mão dela, que meu devaneio estava se tornando real, e comecei a ficar molhada, me oferecendo para o ataque da moça. Mas então ela falou no meu ouvido:

- Eu geralmente não gosto de mulher, mas você me tirou do sério.

A voz dela era rouca, meio grossa, muito estranha. Gelei! Não era a mão dela que forçava minha bunda, era...era...era...um pau! Era um travesti que me encoxava no vagão feminino. Olhei pra trás e vi um volume monstruoso dentro da calça jeans dela (ou dele), e agora o travesti já estava segurando na minha cintura e me puxando pra trás na direção dele. 

Eu pensei em fugir, talvez descer naquela estação mesmo, mas sei lá, estava tão bom. Ela (ele) tinha uma pegada tão forte, um pau tão grande, um volume tão quente na minha bunda. Nisso que fiquei pensando fui dedada pelo travesti, ela (ele) foi direto na minha buceta ver se eu era sua semelhante, e ao ver que não era, ela (ele) me masturbou discretamente, mas estava gostoso demais, dedos habilidosos, eu estava adorando. Empinei mais a bunda.

Ficamos assim até chegar minha estação, e eu torcendo pra ninguém ter percebido o que acontecia ali. Na hora de descer, o travesti me deu seu telefone e disse pra eu ligar se eu estiver afim de algo completamente diferente. E aí, será que eu ligo?



Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado min há 1 hora

Ola galera, é pequeno o conto mas quero relatar,,,,,,perto do meu deposito...
bodiar Traição/Corno 5


Eu e a Fer,,,,,,vizinho Davi vôlei no campinho are há 1 hora

Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado minha esposa não larga do m...
bodiar Exibicionismo 5


FER! Meu pau não saciou SEU TESÃO!,,,Ofereci outro há 1 hora

Ola galera quero dar continuidade no dia em que tiramos para comemorar o di...
bodiar Traição/Corno 5


buceta deliciosa da minha tia há 15 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 48


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 16 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 87


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 16 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 75