Loirinha Novinha, de Quatro se Exibindo

15 de Julho de 2014 Del Contos Eróticos 6402

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Estar com aquela loirinha no motel era uma satisfação plena para corpo e alma. Ela trajava um vestido preto decotado, coladinho ao corpo, contrastando com um casaquinho e um salto que lhe deixava pouco mais alta. Quem era? Ninguém menos que minha Amiga Loira, minha delícia das delícias. Como se ela não estivesse suficientemente sedutora, seus cabelos estavam presos em uma única trança, que a loirinha majestosamente jogava para os lados durante nosso jantar. Este era o único momento que roubava a atenção do meu olhar por um instante, antes deste voltar a alternar o foco entre o decote apaixonante e seus lábios carnudos, ornamentados com brilho labial bem sedutor.

Resistimos à tentação de transar sobre o capô do meu carro, e subimos as escadas trocando beijos, carícias e elogios. Eu poderia me casar com aquela mulher e estaria sexualmente satisfeito para o resto da vida, mas talvez um relacionamento quebrasse o encantamento que tínhamos como fuck buddies, e meu corpo necessitava da Amiga Loira, não todo dia, mas de tempos em tempos. Era como uma droga que, em excesso, pode matar, mas em doses homeopáticas garantia a minha sobrevivência.

Chegamos na suíte e a joguei na cama, imediatamente mergulhando entre suas pernas e tirando a calcinha rendada do caminho da perdição. Que prexeca maravilhosa! Tão tenra e saborosa, eu poderia lambê-la por horas, fazê-la gozar até desfalecer. E pratiquei o melhor das minhas técnicas de cunnilingus para dar pelo menos um ou dois orgasmos à minha loirinha, antes mesmo dela se livrar dos calçados. Melhor do que chupá-la ou ver sua bucetinha fantástica a piscar era olhar e ver a expressão de prazer no rosto da minha companheira.

Não lhe deixei tirar a roupa, botei-a de quatro, subi seu vestido deixando sua bundinha suculenta à mostra e afastei a calcinha para o lado, liberando o caminho para a inserção vigorosa de minha trosoba fumegante em sua fabulosa intimidade úmida e fervilhante. Que delícia sentir meu pau totalmente revestido pelo mel daquela bucetinha, que satisfação sentir e ver meu mastro entrando e saindo naquela prexeca carnuda e tão apertada. Que prazer ouvir minha loirinha gemendo, cada vez mais alto à media que eu lhe socava a pica com mais força. 

Mas reparei em algo, ela se movia, ora se empinava mais, ora menos. E também fazia movimentos para o espelho. Reparei que ela estava se observando de quatro nos espelhos, havia um perpendicular ao nosso ato, e outro bem em frente, e ela fazia pose para o espelho em frente, e disse que estava apaixonada pela cena do nosso sexo. Verdade seja dita, eu também gosto de ver a minha imagem refletida no espelho quando soco o little Del em uma mocinha de quatro, ainda mais à meia-luz quando meus músculos são realçados. Longe de ser narciso, mas o sexo é uma experiência que deve envolver os 5 sentidos, e se um ou mais estiverem de fora, o sexo não foi completo.

Ela estava se exibindo de quatro para o espelho, movia-se e posicionava-se como se estivesse sendo fotografada, ou mesmo se fosse uma artista de filme pornô. E eu fazia jus à sua experiência, posicionando-me de forma a deixá-la assistir, através dos espelhos, minha verga grossa lhe rasgando a bucetinha. E, leitor, qualquer ângulo que eu me virasse para observar era maravilhoso de se ver, mas nada supera a satisfação de olhar de cima para baixo e ver a fêmea sendo dominada, ver seu pau entrando e saindo na mocinha, sabendo que aqueles gemidos são emitidos em cadência com suas enfiadas e, por fim, que delícia é ver um cuzinho feminino piscando.

Nunca gozamos tanto juntos quanto naquele dia. Transamos mais ao longo do tempo, e ela sempre fazia questão de lembrar como foi interessante aquela experiência com os espelhos. Foi tão bom, que fiz questão de decorar meu quarto com alguns espelhos, e ela sempre faz questão de se exibir, especialmente de quatro.

Gostou? Visite Contos Eróticos Aleatórios para os melhores contos eróticos da internet, ou leia mais alguns contos eróticos de qualidade abaixo:

Loli, Minha Estagiária

Boquete da Moreninha Novinha

Patricinha Ousada


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Sempre fui putinha e de papai tb sexo incesto há 12 horas

O que vou contar aconteceu quando eu tinha 18 anos.Sou filha única,minha m...
laureen Incesto 273


De moça virgem a garota de programa luxuoso há 12 horas

conto de uma gde amiga Maria box box box.............. É um segredo qu...
laureen Virgindade 131


Agarrei a bunda gostosa da coroa ruiva no ônibus. há 1 dia

Olá, me chamo Marcos e amo uma boa oportunidade de tocar em bundas, mas va...
ylovearrimon Aventura 296


Nanda - Bombadas no Ano Novo há 1 dia

Nanda – Bombadas no Ano Novo (Conto Real) Uma amiga em comum nos apres...
kasa Heterosexual 143


Meu natal com a Fer, a ultima foda antes da viagem há 2 dias

Olá galera esse será o último conto antes da viagem,,,,,,,,, o meu Nata...
bodiar Exibicionismo 180


DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 12 há 2 dias

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 12 ATENÇÃO ESSE É O DÉCIMO SEGUNDO ...
carlaomg Aventura 106