Amor de Amiga!

22 de Julho de 2014 Tailah Amorim Contos Eróticos 8679

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Oii gente. Gostei bastante de compartilhar minhas aventuras amorosas aqui, então vou escrever meu segundo texto. Pra quem ainda não sabe, sou advogada, 27 anos, solteira, corpo típico de uma brasileira, coxas, bunda e peitos, rs. Amo a minha bunda, quer me deixar com tesão? Elogie-a, acaricie-a, beije-a etc. 

Pois bem. Sempre gostei de ler contos eróticos e assistir filmes pornôs. E também (não sei bem o motivo) curto assistir vídeos de mulheres se pegando, no famoso "threesome", "menagé a trois" ou somente elas, rs. Não me considero bissexual por isso, gosto de pau, mas por algum motivo, agrada-me assistir mulheres transando, se beijando apaixonadamente, se tocando, talvez porque transmitam mais sinceridade nos vídeos.

Enfim, talvez tenha sido esse o motivo pelo qual eu tenha sentido vontade de transar com a minha amiga. Ela é bem branquinha, magrinha, seios grandes e bunda pequena. Estávamos em 5 amigos passando um feriado prolongado num sítio, sendo que no sábado havíamos bebido cerveja o dia todo. Já a noite, quando todas foram dormir, minha amiga e eu ficamos acordadas vendo a lua, tomando cerveja, sentadas na mureta que separava a casa do jardim. Estávamos contando histórias e dando risada, quando de repente, ela se desequilibrou e caiu no jardim ao lado de uma roseira. Ajudei-a levantar, rimos um pouco e ela foi se lavar, pois havia se sujado de terra. Eu também entrei em casa e fui até a porta do banheiro; já havia ouvido o barulho do chuveiro ligado, quando abri a porta e entrei, alegando estar "apertada" pra fazer xixi, o que não era verdade, pois o que eu queria mesmo era vê-la pelada, eis que, já há algumas horas, eu estava me sentindo atraída por ela, com vontade de tocá-la, beijar a sua boca, sei lá, era algo repentino, inexplicável e inevitável, rs. Ela nem se tocou que eu a observava com desejo, ambas estávamos bêbadas. Ela, então, se queixou de dor, pois alguns espinhos da roseira havia machucado seu corpo. Nesse momento, ofereci-me para ajudá-la, como amiga solícita, prestativa e safada, pois nada me tirava da cabeça a vontade de tocá-la toda nua. Dessa forma, liguei a água da mangueira e passei a regar o seu corpo acariciando os machucados, como quem quisesse limpá-los. Foi aí então que ela deu uma relaxada e eu passei a lavar seu corpo inteiro. Com um sabonete, acariciei seus seios embaixo e nos mamilos, deixando eles eriçados. Desci suavemente com a minha mão até o seu ventre e regando com água, acariciei sua barriga. Fingi que tudo o que eu estava fazendo era ajudá-la se lavar, escondendo minhas segundas intenções, o que nesse momento já não sei se era possível. Ela deixou rolar, ficou muda e também fingiu estar achando tudo normal. Virei ela de costas, lavando-a até chegar na sua bunda, onde fiquei por alguns minutos passando a mão com sabonete. Desci pelas coxas e coloquei-a de frente pra mim novamente. Nessa altura, eu não podia evitar mais nada, minha boceta estava muito molhada e sentia muito desejo. Subi pelas pernas até sua virilha, onde continuei passando sabonete e regando com a mangueira de água. De forma muito sutil, roçei meu dedo naquele grelo gostoso e ao sentir um quentinho, sabia que fazia a coisa certa. Nesse momento, ela colocou a mão nos meus ombros e deu uma gemida de leve. Sua boceta me encantou, era branquinha, depilada, lindíssima, pequena como de moças que éramos (18 anos). Continuei num movimento de vaivém naquele grelinho, fiz ela gemer mais e senti ela lambuzar meu dedo. Mandei que ela se sentasse e abrisse as pernas pra mim, pois nessa "brincadeira", eu estava louca para chupar aquela "bucetinha", mergulhei no seu ventre, coloquei a língua no seu grelo e chupei, lambi, beijei, fiz tudo conforme havia assistido nos vídeos, lambia e passava o dedinho, fui deixando ela louca de tesão, quando então fui surpreendida pelo dedinho dela na minha vagina, quase enlouqueci, ela me surpreendeu, bateu uma siririca deliciosa, me deixou louca, deixei as pernas bem arreganhadas pra ela e pedi que chupasse minha boceta molhada, o que ela fez sem pestanejar. Estávamos curtindo muito aquele momento. Com a perereca encharcada, mandei que ela viesse por cima de mim e esfregasse seu grelinho no meu. Ficamos assim por um bom tempo, se esfregando sob a água que caía do chuveiro. Depois de gozar, ela me deu um beijo longo e molhado, como quem aprovou aquele momento. Ficamos nos beijando por mais alguns minutos e fomos dormir, saciadas. Foi uma experiência incrível pra mim e minha única aventura lésbica, acho que só poderia ter sido com ela mesmo, com quem eu tinha liberdade. Nunca mais transamos, mas ainda penso nesse dia quando me masturbo. Hoje, nos vemos raramente e ambas temos namorados, rs.  Espero que tenham gostado, beijos!


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Meu marido me ofereceu para seu amigo da rola gran há menos de 1 hora

Meu marido me ofereceu para seu amigo da rola grande , sexo tesão demais ....
laureen Traição/Corno 4


DIA NAMORADOS,VIAGEM, UMA FANTASIA DA FER,E MUITO há 2 dias

DIA NAMORADOS,VIAGEM, UMA FANTASIA DA FER,E MUITO EXIBICIONISMO,,,,CADA VEZ...
bodiar Exibicionismo 27


Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio há 7 dias

Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio Eu estudava numa escola...
laureen Virgindade 441


Perdendo a virgindade com a titia delicia buceta m há 7 dias

Perdendo a virgindade com a titia Paul, 18 anos,vou contar como perdi a...
laureen Virgindade 130


o pai da minha amiga comeu minha bucetinha gostoso há 7 dias

Aos 19 anos, após entrar na faculdade, conheci Karen, minha amiga que já ...
laureen Heterosexual 277


EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS há 8 dias

EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS,,,COMEÇO DE UMA NOVA ...
bodiar Traição/Corno 110