Minha Primeira Vez (Homem)

25 de Julho de 2014 Treze² Contos Eróticos 9932

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Olá, a história que será divulgada é verídica, logo os nomes das “personagens”, cidades e datas podem ser alterados.

Enfim... Vamos começar.

Sou homem, tenho 15 anos, cabelo preto(curto), olhos azuis, cerca de 1,78m de altura e com 60Kg. Como até recentemente era bastante magro, tenho o corpo um pouco definido.

Era uma sexta-feira, completaria 6 meses de namoro no dia seguinte. Minha namorada Laura, uma garota linda, com cabelos pretos, olhos castanho-claro, seios grandes e bumbum empinado, propôs que passássemos a noite juntos. Mas antes que eu pudesse comemorar, ela já me cortou, dizendo que não faríamos nada além do normal (alguns beijos e amassos) e que talvez, mas pouco provável, dormiríamos juntos. Eu claro, aceitei.

Esqueci de dizer, mas meus pais haviam ido viajar na quinta-feira a noite e voltariam apenas na quarta-feira. Oque deixava a casa só pra mim e para minha irmã Clara de 19 anos, loira, de olhos azuis, com seios pequenos e com uma bunda grande, que topou numa boa que a Laura passasse a noite comigo, acho que ela até gostou da ideia.

Ficou combinado que após o balé Laura e Clara, iriam até minha casa, o balé acabava 19:30. Como seria a primeira vez que eu passaria a noite com uma garota, minha irmã me aconselhou a raspar os pelos da virilha e do saco e a me masturbar antes, e disse também que eu deveria pegar algumas das camisinhas dela. Isso tudo só por precaução, disse ela. Eu obedeci, peguei as camisinhas e as guardei no meu guarda-roupa. E com um pouco de dificuldade, raspei todos os pelos. A minha irmã iria para o balé 17:30, então pensei: “Melhor eu me masturbar depois que ela sair”, e assim o fiz.

Minha irmã saiu. Eu subi até meu quarto, fechei a janela, tirei as roupas, coloquei o vídeo e comecei a brincadeira, passados uns 30 minutos, gozei. Como estava sem roupa, não me preocupei em controlar a ejaculação e acabei sujando a virilha, as coxas e claro a mão. Terminei de assistir o vídeo, desliguei o PC e segui para o banheiro. 

Sai do quarto e dei de cara com a Clara e a Laura, ambas com roupa de balé(Calça legging e uma blusa bem justa). Eu simplesmente travei, fiquei ali parado todo sujo de porra, com o pênis mole na mão olhando as duas, com uma afeição de vergonha. As duas ficaram ali paradas me olhando de cima em baixo. Pra melhorar a situação a roupa do balé marca todas as suas curvas, as deixando ainda mais gostosas. E claro, eu tive uma ereção, ali na frente das duas. Oque só aumenta minha vergonha.

Clara: -Vai logo pro banheiro, caralho!

Depois que eu entrei no banheiro, ouvi as rir bem baixinho, oque só me deu mais vergonha. Demorei mais de 1 hora no banho, não porque queria ficar limpo, mas sim porque não queria descer e olhar para elas. Por fim, desliguei o chuveiro. Como não ouvia nenhum barulho na casa, acreditei que a Laura tivesse ido em bora, me enxuguei de qualquer jeito e sai do banheiro enrolado na toalha.

Quando cheguei no meu quarto ouvi a Clara gritar meu nome algumas vezes e em seguida me pediu pra descer até a sala. Eu ignorei, afinal é um saco ouvir sermão, ainda mais depois do ocorrido. Coloquei uma cueca box e me joguei na cama. Continuei ouvindo minha irmã me chamar, mas continuei deitado, até que dormi.

Acordei com a Clara me chamando. Tentei ignorar, mas depois de muita insistência, eu levantei. Para minha surpresa Laura ainda estava em casa, já deveria ser bastante tarde. Clara estava de pijama em pé ao lado da cama enquanto a Laura estava com uma camisola sentada numa cadeira a uns 2 metros da cama.

Eu: -Desculpa...

Clara: -Tudo bem, acontece.

Laura: -Verdade, a culpa é nossa por ter chego mais cedo.

Eu: -Eu vou entender... Se você quiser... Você sabe.

Laura: -Oque? Não entendi.

Eu: -Terminar. Vou entender se você quiser terminar.

Não tinha coragem de olhar nenhuma das duas nos olhos, eu encarava o chão enquanto falava. Então Laura se levantou e se sentou ao meu lado na cama. 

Laura: -Você acha que eu terminaria, só porque te vi pelado e sujo de porra?

Eu: -Não sei.

Ela me abraçou. Ficamos assim, abraçados por muito tempo. Até que tomei coragem e disse:

Eu: - Te amo, pequena.

Laura: -Também te amo. 

Nos beijamos várias vezes, a cada beijo, tudo parecia ficar melhor, mais intenso. Ela se deitou sobre mim ficando com os seios sobre meu peito. Coloquei minhas mãos na bunda dela e comecei a acariciar de leve, ela se arrepiou. Fui puxando a camisola até que Laura se levantou, ficando sentada sobre meu pênis, que já estava completamente ereto dentro da cueca. Ela tirou a camisola, deixando seus seios nus à mostra, eles eram levemente rosados. Peguei em seus seios, e comecei a mexer bem devagar, enquanto ela esfregava a bundinha no meu pênis, enquanto eu agora chupava seus seios, e ela gemia baixinho. 

Ela saiu de cima de mim, e tirou minha cueca. Pedi que ela se deitasse. E assim ela o fez. Tirei sua calcinha, que estava encharcada. E coloquei os dedos em sua vagina. Conforme eu a masturbava ela gemia mais alto, ainda a masturbando beijei-a. Fui beijando todo seu corpo até que cheguei em sua buceta, comecei a lambe-la devagar e fui aumentando a intensidade, ela gemia cada vez mais alto até que ela gozou.

Laura: Te amo! Me faz mulher, amor!

Eu já ia me posicionando para a penetração quando minha irmã diz.

Clara: -Não esquece a camisinha.

Me assustei nem lembrava que ela estava lá, ela me entregou a camisinha e sorriu.

Clara: -Sabe colocar?

Eu: -Não.

Clara: -Vira pra mim, então.

Eu me virei, e ela colocou a camisinha no meu pinto, e começou a me masturbar e logo em seguida a me chupar. Eu havia sido pego completamente de surpresa, fiquei sem saber oque fazer, parte de mim dizia que era errado isto, mas a outra parte estava delirando naquela boquinha, acabei não dizendo nada. Eu estava quase gozando quando ela parou e apontou pra Laura. Eu assenti. E me posicionei para penetra-la.

Comecei forçando bem devagarinho, era maravilhosa a sensação te ter meu pau entrando naquela buceta apertadinha. Coloquei até o fim, e comecei a tirar, bem devagar. Fiz isso algumas vezes até que decidi começar o vai e vem fui aumentando a velocidade, ela gemia alto. Laura colocou as mãos nas minhas costas e começou a me arranhar. Nós dois gemíamos de prazer até que eu disse:

Eu: -Vou gozar, Laura!!

Clara: -Eu também, vamos gozar juntos, mô!

Gozamos. Eu, exausto, me deitei ao lado dela. Ficamos deitados um do lado do outro por muito tempo, os dois ofegantes, com a respiração pesada. Até que ela tirou a camisinha do meu pênis, agora mole, e começou a chupar. Fiquei ereto quase que instantaneamente, a boquinha dela era ainda melhor que a daminha irmã. Não aguentei por muito tempo.

Eu: Ahh, vou gozar!

Ela sugou toda minha porra, e engoliu. Meu deus, que sensação gostosa foi essa dela sugando tudo, se deixar nem uma gota cair.

Dormimos pelados e de conchinha. Acordamos juntos, ouvindo a minha irmã reclamar que só ela não transava naquela casa. Nós rimos. Ficamos deitados até tarde, trocando caricias e beijos. Depois tomamos banho juntos e voltamos pro quarto. Só paramos os amassos quentes, quando a Clara, foi até o quarto mandar agente comer alguma coisa. Mas descemos depois de muita insistência. Enquanto descíamos, Clara disse:

Clara: -Te amo, de verdade.

Eu: -Também te amo, de verdade.

Nos beijamos. E voltamos pro quarto.



Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Guardei meu cabacinho para o papai... há 4 horas

Meu nome é Rosana, Rô para os amigos. Estou agora com vinte e dois anos e...
donovanbr Incesto 75


desde os 13 anos MINHA BUCETINHA ARDIA DE TESÃO E há 6 horas

Desde muito jovem já adorava sexo e aprontava muito...... Depois da ...
laureen Virgindade 192


fui putinha de papai qdo engravidei de titio há 7 horas

grávida de titio e putinha de papai ..... Depois que transei com titio,...
laureen Incesto 128


DE VOLTA À PIZZARIA - Parte 13 há 7 horas

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 13 ATENÇÃO ESSE É O DÉCIMO TERC...
carlaomg Traição/Corno 29


Aposta com amigos de Aleixo há 9 horas

Depois de tirar a virgindade da minha priminha, Aleixo passou a nos pegar q...
renata Grupal 78


Eu Aleixo e Marcinha Parte 2 há 19 horas

Depois que chupamos meu namorado, eu e Marcinha fomos tomar banho e saimo...
renata Incesto 65