Trepando feito cadela no expediente

12 de Agosto de 2014 SAMARA VOYER Contos Eróticos 14601

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Essa história é totalmente real. Sou uma compulsiva por sexo... trabalho em uma instituição na qual vivo rodeada por homens o tempo inteiro e fico me imaginado na cama com cada um deles. A minha maior tara é com desconhecidos. Bater o olho em alguém, seduzí-lo, levá-lo pra cama e nada além do sexo é o que me completa... não precisa saber nome, idade, cargo... uma boa trepada me deixa louca. 

Enfim... Em uma tarde recebi a visita de um coordenador que veio avalizar a minha sala, pois o ar condicionado estava quebrado. Desde a primeira vez que o vi minha buceta já latejou de tesão. Fixei o meu olhar no dele, passei a língua nos lábios e me inclinei em sua direção. Ele simplesmente me comeu com os olhos... a partir daquele dia comecei a observar seus horários e dava sempre um jeito de encontrá-lo. Eu, vestia roupas provocantes e passava por ele para chamar sua atenção. Ele, sempre dava um jeito de me cumprimentar e tecer elogios. Um dia subi no elevador com ele, eu estava de costas para ele,  e estava tão apertado que comecei a roçar em seu pau... nossa ele ficou louco! Estava chupando um picolé e a medida que o elevador subia, virei de frente para ele e comecei a ensaiar gestos com a boca como se estivesse chupando ele, e olhando em seus olhos com bastante tara... e depois disso ele ficou nas minhas mãos.

Passaram-se uns dias e nos encontramos na escada. Cobrei o ar condicionado da sala para puxar papo, e de repente ele segurou na minha mão apreciando meus dedos. Puxei logo em seguida mostrando que a marca da aliança estava deixando uma alergia no meu dedo e ele falou "Pra que isso... joga esse negócio fora!" e eu respondi em seguida " Só depois de você jogar a sua!" e ele "Eu jogo na hora!" e eu "Combinado! É só marcar"! Nem acreditei o que estava acontecendo: teria aquele gostoso antes do que eu imaginava!

Trabalhei normalmente naquele dia e no final da tarde eu nem acreditei: ele estava ali, na porta da minha sala, na minha frente fazendo sinal que queria falar comigo. Pedi que ele entrasse e fechasse a porta. Ele me convidou para almoçar e o mais engraçado: na hora de gravar meu número ele não sabia meu nome! Pra mim não importava... o que eu queria mesmo era levar aquele homem a loucura! Após trocarmos telefones ele saiu e eu fui embora. Estava achando o máximo, mas nem sabia o que ainda estava por vir naquele dia....

A caminho do carro meu telefone tocou "Por favor, não vá embora sem falar comigo aqui na minha sala." Perguntei onde ficava e subi logo em seguida. Fui caminhando e um corredor escuro e vazio e até que no final dele uma porta se abriu... Lá estava ele... dentro do almoxarifado, sozinho, pronto pra me atacar.

Ele me puxou pela nuca, me pegou pela cintura e me beijou enlouquecidamente, me jogando pra cima da mesa e me chamando pra o seu pau, que já estava duro de tesão. Eu estava de vestido e quando ele passou a mão por debaixo dele, surpresa: eu estava sem calcinha e completamente ensopada em suas mãos! Ele me chamou de louca e eu respondi em seu ouvido, sussurrando "Louca não... eu sou muito safada..." e devagar fui abrindo sua calça e colocando sua pica rígida e molhada pra fora. Ao olhar aquele pau maravilhoso, com a cabeça grande e rosada, torto, não aguentei e caí de boca, chupando aquela pica deliciosa com gosto de sexo... Ele gemia tão alto "Aiii sua gostosa, safada... me engole sua putinha!" e seu pau ia ficando cada vez mais duro em minha garganta. A essa altura eu já estava quase gozando, tocando uma siririca bem gostosa na intenção daquela pica dura. Ele me pegou pela cintura, me jogou de costas em cima da mesa e encarcou seu pau latejando dentro da minha buceta molhada e trepamos feito animais no ciu. Fui sentindo seu pau cada vez mais duro, minha buceta abria e fechava engolindo ele todinho e eu gritava "Me fode, me fode feito uma cadela, me come bem forte...não pára... fode sua putinha" e naquele gostoso e ritimado vai e vem explodimos em um delicioso orgasmo. Senti sua porra quente se espalhando dentro da minha buceta e escorrendo pelas minhas pernas... aquela porra branca e grossa de quem não gozava a muito tempo... e relaxamos.

Estávamos entorpecidos de prazer... que foda maravilhosa! Nos vestimos e saímos de lá como se nada tivesse acontecido. Depois disso, começamos a nos ver com mais frequência e começamos a fuder todos os dias no trabalho. Dentro do almoxarifado, dentro do banheiro, dentro do carro... enfim, aí fica pra depois! 


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
A história verdadeira de Lia,seus sonhos e desejos há 20 horas

Sou Lia,18 anos e a história que começo a narrar mudou minha vida... T...
laureen Virgindade 17


Voltei mas pedi seu cuzinho virgem há 20 horas

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 25


Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam há 20 horas

Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam Leo me deixava louca, estava ...
laureen Grupal 37


fuderam a bucetinha da minha namorada há 20 horas

fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sexo total delicia Meus mome...
laureen Grupal 21


Mana dormiu em casa e meu marido mandou rola há 22 horas

Minha irmã safada e fogosa adoro rola atolada na sua bucetinha e cuzinho d...
laureen Grupal 38


Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro d há 2 dias

Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro dele, a vagabunda pirou de...
bodiar Traição/Corno 37