Rapidinha na sala

12 de Agosto de 2014 Flavio10 Contos Eróticos 16179

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Esse é o primeiro conto que partilho com vocês, espero que gostem. Foi uma das várias experiências sexuais que vivenciei até o presente.
Ana Lia foi uma das primeiras namoradas que tive o prazer de namorar no final da minha adolescência. O namoro não deu certo, pois ela ainda era uma garota de 15 anos e eu já passava dos vinte. Terminamos e cada um seguiu a sua vida, enquanto eu me aventurava com outras garotas da minha idade, ela passou a se relacionar com outro rapaz. Noivou, casou e não foi muito feliz no matrimônio, separaram-se pouco tempo depois. Quando voltei a vê-la novamente ela já era uma mulher adulta com os seus 22 anos e eu já passava dos 25. Nos primeiros contatos eu procurava manter uma certa distância, pois  ainda não sabia que estava separada. Uma noite de sábado, depois de uma festa na comunidade, ela estava sozinha e uma amiga minha também amiga dela pediu que eu acompanhasse Ana Lia até a sua residência, pois já estava tarde da noite e o bairro era meio perigoso. Gentilmente concordei e fui com ela até a residência dos seus pais. No caminho ela puxou a conversa e perguntou se eu estava namorando, e eu respondi que não, ainda sem saber de sua separação. Quando a indaguei sobre o seu casamento ela sorriu um pouco e respondeu que estava separada a mais de um ano e disse estar surpresa com o fato da minha situação de solteiro, pois escutara de suas amigas que eu namorava com várias garotas, pois sempre era visto acompanhado de uma menina diferente.
Ao chegarmos na casa de seus pais, ela me convidou pra entrar e conversar um pouco na sala. A sua família era muito hospitaleira e eu já havia frequentado a casa na época em que namoramos pela primeira vez. Uma parte dos seus irmãos estavam na calçada conversando, a sua mãe estava na cozinha em afazeres domésticos e o seu pai estava viajando a trabalho. Sentamos no sofá e começamos a conversar, logo a sua mãe saiu da cozinha e passou pela sala, me cumprimentou e disse pra Ana Lia que ia na vizinha. Pronto, ficamos sozinhos na sala, começamos a ficar sem assunto e eu não era muito bom de conversa. Percebi que ela estava querendo algo mais do que simplesmente conversa. Como já estava separada a um bom tempo, imaginei que ela estaria carente de sexo, sem transar a muito tempo. Então comecei a pensar em uma estratégia para chegar mais junto do seu corpo e tentar acariciá-la pra ver se rolava um clima, tive que pensar rápido para aproveitar o momento, já que estávamos praticamente sozinhos dentro de casa.
Foi então que decidi avisar que já estava muito tarde e que era melhor voltar pra casa, imaginei que assim acontecesse um abraço de despedida e talvez um beijinho no rosto. Dessa forma eu poderia dar uma pegada mais forte, encostá-la na parede e tentar uns amassos. Felizmente saiu como imaginei e até melhor, pois quando me levantei, ela pegou na minha mão e pediu que eu ficasse mais um pouco. Aproveitei a sua mão e comecei a beijá-la com delicadeza, fui subindo pelos braços até chegar ao seu pescoço, dai comecei a morder e passar a língua sobre a sua orelha. O clima só esquentava e ela dava plenos sinais de excitação. Era necessário sermos rápidos para evitar um flagra de um de seus irmãos ou da própria mãe que poderia retornar a qualquer momento. Rapidamente encostei ela na parede, levantei a saia do seu vestido e enfiei a mão dentro de sua calcinha e senti a sua bucetinha de poucos pelinhos toda molhadinha, a calcinha estava encharcada, então enfiei o dedo nela com muita força e dei algumas dedadas com muita vontade, aumentando ainda mais a sua excitação e a minha também, pois o meu pau já estava bem duro e latejando, pronto pra comer aquela buceta molhadinha. Gostaria muito de ter dado uma chupada naquela buceta e lamber aquele melzinho, mas o tempo era pouco, então com ela ainda em pé escorada na parede, levantei a sua perna esquerda, puxei a lateral da sua calcinha para o lado e introduzi todo meu pau com uma estocada só. Ela gemeu um pouco de dor e bem baixinho, para que os irmãos não escutassem e assim dei algumas estocadas e rapidinho ela gozou, melando todo o meu pau e parte da frente da minha calça com o seu gozo.
Com o seu corpo ainda tremulo e a respiração ofegante tive que baixar a saia do seu vestido e sentá-la no sofá e imediatamente fechar o ziper da minha calça, pois ouvimos a voz da sua mãe no portão, retornando da casa da vizinha. Quando a sua mãe entrou perguntou se estava tudo bem, e Ana Lia, sentada do meu lado com o rosto escondido sobre o meu peito e ainda se recuperando da gozada, respondeu com a voz meio trêmula que estava tudo bem.
Ainda bem que deu tempo nos recompormos antes da sua mãe entrar. Não sei se ela percebeu. Essa foi a primeira e ultima transa com a Ana Lia. Tenho outras histórias pra contar, mas fica para outra ocasião, espero que tenham gostado.   



Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
dei a bucetinha pro meu cunhadinho delicia de pica há 1 dia

Eu tinha 18 anos e namorava há dois. O irmão do meu namorado era um gato ...
laureen Traição/Corno 83


meu sogrão ataca de novo, ai minha bucetinha..pica há 1 dia

meu sogrão ataca de novo, ai minha bucetinha....delicia de pica Eu me ...
laureen Traição/Corno 75


mais historias de corno tesão gostoso deliciaaaaa há 2 dias

-Gosto muito de levar chifres... O prazer só é total quando minha esposa ...
laureen Traição/Corno 51


historinhas de corno .....sexo gostoso corno tesão há 3 dias

Conheça histórias dos cornos ...... homens que têm prazer em dividir su...
laureen Traição/Corno 66


fudeu minha bucetinha gulosa,bem gostoso amei, há 4 dias

fudeu minha bucetinha gulosa,bem gostoso amei, Dentro de casa ele fude...
laureen Virgindade 149


Meu Genro e seu pai me foderam, primeira DP...amei há 5 dias

"saiu do banho enrolado apenas em uma toalha branca, chegou próximo a mim,...
dammasafada Aventura 231