A prima do interior

16 de Agosto de 2014 Marcopolo Contos Eróticos 18592

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Quando eu tinha 18 anos (hoje tenho 30), com os hormônios à flor da pele, uma prima chamada Mariana, de 16 anos veio do interior do Amazonas morar conosco na minha casa. Ela era morena cor de jambo, 1,60m, olhos castanhos claros, cabelos lisos, pernas bem torneadas, seios médios e bumba arrebitada. Tímida nos primeiros dias ela falava pouco e dormia no quarto de minha irmã, de 12 anos.
Ela andava pela casa só de mini saia e blusa pequena, às vezes só de toalha, de um jeito provocativo que não tinha como não deixa de olhar seu corpo e imaginar como seria vê-la nua. Isso rendeu várias homenagens a ela durante o banho. Uma vez fui para ao quarto de minha irmã e Mariana se preparava para dormir, só de baby doll.

Nossa!!!! Que corpo escultural. Esperei minha irmã dormir, meus pais também. Continuei no quarto de minha irmã porque sabia que Mariana dormia tarde, puxei conversa, sempre tentando focar o assunto para conversas relacionadas ao sexo. Até que eu disse que havia sonhado com ela, o que despertou sua curiosidade. Lógico que eu não sonhei, mas a insistência dela e o fato de eu falar que foi um sonho erótico e mesmo assim ela querer ouvir, botei a mente pra trabalhar.

Disse que transava com ela loucamente e que ela gostava muito. Ela pedia detalhes do sonho e acrescentei que ela gemia de dor e prazer quando sentava no meu pau. Nisso ela foi se aproximando de mim para saber mais detalhes e, logo percebeu que eu já estava de pau duro. Ela olhou e riu, passou a mão sobre o meu calção e apertou. Pediu para ver meu cacete e se realmente ela sentiria dor.
Como a minha irmã tinha um sono pesado, resolvi partir pra cima de Mariana. Criei mais detalhes do sonho erótico e ela passava a língua nos lábios. Foi aí que eu fui pra cima dela. Ela sentada no sofá do quarto. Eu me curvei e beijei os lábios dela demoradamente, enquanto ela baixava meu calção e cueca. Depois segurou meu pau e me masturbou enquanto a beijava. Com o meu cacete latejando ela colocou na boca e sugou loucamente, dizia que desde o primeiro dia pensava em me ver nu e penetrando nela pela frente e por trás.

Depois de alguns minutos chupando meu cacete eu me ajoelhei e abri suas pernas, caindo de boca na sua buceta molhada de tesão. Passava a língua no seu clitóris, enfiava o dedo na sua buceta enquanto ela gemia baixinho para não acordar minha irmã. Depois ela disse pra enfiar mais dedos e assim eu o fiz. Logo em seguida ela virou-se de quatro no sofá e com as duas mãos abriu sua bunda e pediu para eu enviar meu pau na sua buceta sem dó, porque ela queria sentir dor e prazer.

Posicionei meu membro na entrada da buceta melada e de uma só vez enfiei meu pau até o final, fazendo ela suspirar de prazer. Com várias estocadas eu a fiz gozar duas vezes seguidas. Insana e sedenta de sexo, ela pediu para eu me deitar no tapede, com o pau duro feito ferro, ela sentou e cavalgou nele, ao mesmo tempo que se masturbava com uma mão e com a outra enfiava o dedo no cu dela. Quando estava prestes a gozar ela pediu para seu segurar mais um pouco porque ela queria se masturbar e gozar sobre o meu pau para depois eu gozar na boca dela.

Esperei. Ela enviou um dedo na buceta, depois três e até quatro dedos num movimento de vai e vem que foi aumentando cada vez mais. Antes de gozar ela aproximou a buceta do meu pau e gozou. Depois eu me levantei, coloquei-a de quatro novamente e enfiei meu pau com vontade e intensidade. Antes de gozar ela se virou, segurou meu cacete e levou até sua boa. Ela sugava forte, pedindo meu leite quente com a boca aberta. Ao sair os primeiros jatos de porra ela engoliu cada gota, depois jorrei mais porra nos seios dela, na qual ela segurou com as mãos e levava os seios à boca para lamber o meu esperma.

Essa foi a primeira de várias aventuras que tivemos, como da vez que ela pediu para eu gozar no seu cuzinho; pediu para eu gozar nos seios dela porque queria passar minha porra no rosto; do pós-festa de aniversário de 17 anos dela, onde depois das festividades, com a família, tivemos um final de noite recheada de sexo e também da vez que ela filmou nossa transa em vários ângulos. Mas essas ficam pra próxima!!!!!


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado min há 5 horas

Ola galera, é pequeno o conto mas quero relatar,,,,,,perto do meu deposito...
bodiar Traição/Corno 6


Eu e a Fer,,,,,,vizinho Davi vôlei no campinho are há 5 horas

Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado minha esposa não larga do m...
bodiar Exibicionismo 7


FER! Meu pau não saciou SEU TESÃO!,,,Ofereci outro há 5 horas

Ola galera quero dar continuidade no dia em que tiramos para comemorar o di...
bodiar Traição/Corno 8


buceta deliciosa da minha tia há 15 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 51


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 16 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 92


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 17 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 76