Do bate-papo a uma chupada inesquecível.

17 de Agosto de 2014 Hedone Contos Eróticos 5849

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Passaram-se um mês e meio depois do ocorrido no Parque Ambiental (descrito no conto: O orgasmo do silêncio - Parte I e II) e eu não conseguia tirar da minha mente aquela sensação maravilhosa de ter sido abocanhada por um desconhecido, até então.
Segui a minha vida normalmente, tendo que enfrentar a mesma rotina de ir ao colégio e adquirir cada vez mais desprezo pelas outras pessoas.

Sempre achei muito interessante conversar com as pessoas pela internet. Além de adorar aquele ar de mistério, muitas das vezes você consegue conhecê-la mais profundamente: personalidade, pensamentos, desejos, gostos etc. Nunca gostei de manter muito contato com a mesma pessoa, então preferia entrar naqueles chats onlines, assim você não teria a certeza de novos encontros, o que era ótimo para mim.
Um dia qualquer, cheguei do colégio aborrecida, o que não era incomum e resolvi entrar no bate-papo da UOL para trocar uma ideia com alguém. Entrei na sala com o meu nick de sempre que até hoje o uso (não contarei à vocês, danadinhos) e fiquei ao aguardo de alguém me chamar para conversar. Muitas pessoas me chamaram, mas grande maioria nem me preocupei em responder, até que então um rapaz, com um nick totalmente mitológico me chamou a atenção e claro, parti para mais uma breve conversa. Conversamos sobre diversos assuntos e o mais interessante de tudo é que não concordávamos em nada, o que me deixou totalmente instigada. Papo vai, papo vem, dias passam, algumas semanas também e continuávamos nos comunicando. Não teve outra! No começo do mês de outubro, nossos assuntos começaram a ficar mais quentes. Eu ainda era inexperiente e virgem, mas tinha uma ideia de como deixar alguém louco por mim e claro, foi no que deu. Queria tanto ser chupada de novo...

Marcamos de nos encontrarmos bem no dia do meu aniversário, rsrs. Disse a minha mãe que estava indo a casa de uma colega da escola (eu tinha colegas?) e sem pensar duas vezes, ela autorizou. Não me arrumei muito, queria parecer o mais natural possível. Peguei um ônibus em direção ao Centro de São Paulo e fiquei o aguardando de frente a minha tão amada Galeria do Rock. Eu disse a ele que estaria com a blusa da banda Black Sabbath, cabelos soltos e um lencinho vermelho amarrado a calça. Em menos de dez minutos, um homem alto, aproximadamente 22 anos, pele branca como a neve e um sorriso completamente safado toca os meus ombros. Só poderia ser ele e era. O olhei, perguntei como estava e o chamei para darmos uma volta na Galeria. Ficamos cerca de um hora lá dentro subindo e descendo as escadas, quando eu estava ficando entediada e disse: agora eu quero o meu presente de aniversário! Outro sorriso daqueles lábios finos arroxeados surgiu. Disse que morava próximo de lá, 15 minutinhos de ônibus no máximo. Não questionei nem nada. Pegamos o ônibus e fomos o caminho inteiro calados, sem trocarmos uma palavra se quer. Descemos e ainda em silêncio, fomos caminhando até onde ele morava. Era uma casa simples, mas aconchegante, nem tive tempo de comentar isso, pois só foi eu botar o pé dentro da casa que ele já me tascou um beijo quente e demorado. Estava com tanto tesão entre as minhas pernas que sem exitar, pedi para que me chupasse. Não levou muito tempo e ele retirou a minha calça, a minha calcinha e começou a me abocanhar. Chupava tão deliciosamente, estava quase para gozar, mas ele resolveu ser malvado e parou bem quando estava lá. Disse que era a minha vez de "mamar" nele. Eu nunca havia chupado ninguém, então não sabia muito o que fazer. Pedi p/ que ele me desse as ordens de como chupá-lo e fui seguindo-as: lambia delicadamente a cabeça de seu membro e aos poucos ia descendo a minha língua, desenhando-o de cima para baixo, deixando-o babado e pelo jeito, estava fazendo certo. A respiração dele estava tão ofegante que dava para notar, até com a boca lá embaixo, rsrs. Aos poucos, fui tentando abocanha-lo, o que foi um pouco difícil, já que era bem grosso. Tentei colocar o máximo possível na boca e assim, comecei um movimento de vai e vem, cada vez mais rápido, pois notava que quanto mais acelerava, mais ele segurava forte os meus cabelos e urrava, pedindo mais. Estava adorando sentir aquele gosto na minha boca. Era um gosto novo. Fiquei com um certo nojo no começo, mas me lembrei do quanto era bom gozar, então queria ajudá-lo nisso. Chupava-o cada vez mais rápido, fazendo movimento semelhantes com a mão. Chupei-o cerca de dez minutos, até que ele não conseguiu se segurar e gozou em meus lábios... Estava eu ali, olhando para os cantos da casa, sem graça, com a boca toda gozada e ele pedindo-me para engolir... Bom, precisava saber qual era o gosto! Lambi os meus lábios, ao menos um pouco, estranhei o sabor e passei os dedos para limpar o que havia sobrado. Disse a ele que agora era a minha vez de gozar. Deitei em sua cama, abri um pouquinho as pernas e lá vem aquele rapaz alto com uma língua completamente saborosa vindo me lamber... Ahhhhh, que delírio! Estava subindo as alturas. Ele me mandara subir a blusa e apertar os meus seios, disse que a sensação seria mais intensa e foi o que fiz, admito que uma das melhores coisas que já me ensinaram. E cada vez mais rápido ele me chupava e eu apertava os meus seios médios, sentia um formigamento grande ao pé da barriga. Era agora, eu iria gozar novamente! Dei um gemido tão alto que até ele se estranhou. Não queria silenciar o meu orgasmo, não dessa vez. Peguei o meu celular e olhei a hora. Já estava ficando tarde, precisava voltar antes que minha mãe estranhasse. Ele queria mais, bem mais, eu até fiquei com vontade, mas realmente foi ótimo não ter acontecido, até por que, o jeito que perdi a minha virgindade, posso dizer que foi inesquecível e claro, conto em uma outra ocasião a vocês.
Vesti minha calça, fui até o banheiro, lavei a minha boca e o meu rosto e pedi para ele me levar até o ponto de ônibus mais próximo. Ele queria me deixar em casa, mas eu relutei impondo diversos argumentos para que não acontecesse. Um pouco antes do ônibus chegar, ele me disse: - Você é perfeita, cara. Acho que vou me apaixonar por você - e eu o respondi - Não se apaixone por mim...

Ele até tentou entrar em contato algumas vezes comigo por um meio de mensagens que dava para você deixar recados pelo bate-papo enquanto a pessoa estava offline, mas eu nunca respondi. Foi um momento delirante, tive um dos melhores orgasmos por meio de sexo oral até hoje, mas não poderia correr o risco de fazê-lo se obcecar por mim, até por que, eu sabia que tinha esse dom, mesmo que não fisicamente, mas eu tinha...


Um belo presente de aniversário, não acham? É... Eu também adorei!

Tive alguns outros presentes fora de época, mas esses, eu conto em outra ocasião.

Aos poucos, os meus desejos e loucuras foram aumentando... Concordo com aqueles que dizem que gozar é um vicio sem fim.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro d há 9 horas

Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro dele, a vagabunda pirou de...
bodiar Traição/Corno 12


pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo há 10 horas

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 11


Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam de nov há 10 horas

Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam de novo...FINAL Leo me deixav...
laureen Heterosexual 11


fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sex há 10 horas

fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sexo total delicia Meus mom...
laureen Heterosexual 9


Minha esposa e suas amigas deliciosas,tesão delic há 10 horas

fudendo adoidado a bucetinha da minha esposa e suas amigas deliciosas,tes...
laureen Grupal 15


meu marido me ofereceu pra seus amigos buceta ardi há 10 horas

Meu marido me ofereceu para seu amigo da rola grande , sexo tesão demais ....
laureen Traição/Corno 11