Minha amiga Luana part 2

19 de Agosto de 2014 Will Contos Eróticos 3486

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Desculpem se enrolo muito para contar o vamos ver, mais e que eu sou detalhista e gosto de contar todos os detalhes.
Vamos lá.
Minha cabeça estava em cada momento daquela noite anterior. Era sábado passando de meio dia, acordei não acreditando que finalmente havia comido a Luana, cada momento se repetia em minha mente, então resolvi sair almoçar, fui a um restaurante perto de casa e decidi passar pelo bairro da Luana com o propósito de ver ela.
E não deu outra, estava passando na rua, ela estava na frente de sua casa ajudando sua mãe a lavar a causada, com um shortinho jeans curto e enfiado em sua bunda com um blusinha branca, tava muito sexy, quando viu meu carro passando abriu um sorriso então parei , ela veio ate mim me deu um selinho e conversamos um pouco, então marcamos de ir em uma janta no sitio com alguns amigos que já estavam namorando a algum tempo e eu não saia mais com eles.
Era 6 e meia da tarde, cheguei na sua casa, ela veio com uma calça jeans apertadíssima, uma blusinha vermelha e uma jaquetinha de couro, estava linda, me hesitava muito. Então partimos rumo ao sitio, durante o trajeto ela me beijava ao pe do ouvido, abraçava, me deixando louco, eu passava a mão naquela coxas torneadas, que coxas.
Chegamos ao sitio, e nos divertimos bastante, com bebidas conversas a fora, fumando um narguile, e rindo relembrando situações engraçadas com meus amigos, então já passava da meia noite, eu já estava estourando olhando Luana com aquela calça, relembrando a noite anterior, então cheguei a abracei por trás emcoxando aquela bunda gostosa, e falei no seu ouvido, vamos embora, dar uma olhada nas festas.
No caminho para novamente ela me beijava no pescoço, e eu com a mão naquelas coxas gostosas que me deixa louco, sentir aquela boca carnuda beijando meu pescoço e orelhas, me hesitava muito.
Passamos na frente de um a uma boate, tinha uns amigos meus no estacionamento esperando a saída da festa, paramos um pouco com eles, mal eu sabia mais o ex-namorado dela nos viu. Mas em fim, ficamos ali um pouco, e saímos ela me pediu: vamos a onde; eu respondi: não sei, tava pensando em ir ate minha casa, assistir uma TV, acender um narguile; ela: tudo bem, não conheço tua casa nova, agora vou conhecer.
Chegando em casa, a ataquei ali na sala mesmo, comecei a beijar aquela sua boca gostosa, o tesão foi aumentando, tirei sua jaqueta, e tornei a beijar-la enquanto minhas mão percorriam seu corpo, ela tirou minha camisa, eu fui a beijando e a levando ate a parede, tirei sua blusa, ela ficou so com seu sutiã de renda preto que ressaltava seus seios, eu puxei seus cabelos para baixo, erguendo seu queixo, deixando seu pescoço para mim beijar, tirei seu sutiã, e cai de boca naqueles peitinhos rosados e durinhos, chupava, passava a língua lentamente sobre eles, e os abocanhava com vontade, enquanto ela dava leves gemidos.
Ela me empurrou ate o sofá, onde eu cai sentado, ela se ajoelhou, abriu meu zíper, tirou minha calça, minha cueca, pegou meu pau com a mão começou a me punhetar, enquanto olhava nos meus olhos, mostrando os dentes serrados, então meu pau já estava um osso de duro, ela passou a língua pela cabeça do meu pau, e fechou a boca e esfregava a cabeça nos seus lábios, me olhando com um olhar de uma loba selvagem, então abriu a boca e abocanhou meu pau, e começou a me chupar gostoso, sem desviar seu olhar do meu, caia uma mecha de seu cabelo em seu rosto, eu tirava para poder apreciar aquela vista, horas ela o tirava da boca e passava a língua nas minhas bolas, depois voltava a chupar, que delicia eu estava delirando com aquilo.
Peguei nos seu cabelos, levantei do sofá e a puxei ate mim, a beijei e falei: minha vez de sentir teu gosto, a coloquei no sofá tirei seus tênis, tirei sua calça, que visão linda ela so de calcinha preta de renda, no meu sofá, peguei sua perna e comecei a chupar-la pelos pés, enquanto ela estava deitada no sofá, e eu de pe, fui beijando e lambendo seus pés e descendo pela sua canela, suas coxas, sua virilha, então passei a língua na sua bocetinha por cima da calcinha, ela falou: com a calcinha não vale.
Tirei sua calcinha, e passei a língua na sua boceta dos lábios ate no grelo, ela estava molhadinha, com aquele gostinho que so ela tem, ela deu um gemido, então cai de boca fazendo vários movimentos com a língua em cima daquele grelo, horas descendo ate a entrada da sua boceta, para apreciar aquele sabor, ela estava gemendo bastante, então coloquei meu dedo dentro dela, e fazia como se estive chamando, aquilo fez ela delirar, ela começou a se contorcer e a gemer cada vez mais forte, percebi que ela ia gozar, suas mão seguravam firme o sofá, ela gemia muito, então percebi que sua boceta melou todinha seus gemidos diminuíram, ela tinha gozado na minha boca, que tesão.
Meu pau tava um osso, fiquei de joelhos no chão, encaixei na entrada da bocetinha e coloquei para dentro, muito apertada, mas entrou fácil pois tava bem molhada, e comecei a socar nela, minhas mão pegavam naqueles peitos, ela fechou os olhos e gemia enquanto mordia os lábios, que tesão ver meu pau rasgando a boceta dela, coloquei suas pernas nos meus ombros, e comecei a beijar aquelas pernas enquanto metia, e apreciava suas caras e bocas.
Tirei meu pau de dentro dela, e sentei no sofá, ela veio por cima, de costas para mim, e sentou aquela bunda em mim, que tesão ela rebolava muito, e cavalgava com vontade, peguei pela cintura a puxei para trás, ela colocou suas pernas sobre as minhas, eu a beijava e pegava naqueles peitos, então voltei a comandar a transa, uma mão ficava em um peito dela e a outra tocava siririca, enquanto meu pau a rasgava, ela gemia muito, e cada vez mais, ela gritou: assim eu vou gozar de novo, eu meti mais força, e não deu outra gozou muito, que chegou de escorrer pelo meu pau, pelas minhas bolas.
Meu pau sentiu aquele gozo dela, e não teve como tirei de dentro dela e gozei na sua barriga, espirou tanta porra que chegou ate nos peitos dela, ela saiu de cima e deitou no sofá e falou: nossa que foi isso; em meio aos suspiros, a exaustão tomou conta de nossos corpos.
Fomos tomar um banho, entramos no box,ligamos a água, e voltamos a nos beijar, o tesão voltou na hora meu pau ficou duro de novo, ela falou: nossa ele ta querendo de novo; e pegou nele e começou a me punhetar, então ela prendeu seus cabelos, se ajoelhou e começou a me chupar de novo, me olhando com aquele olhar matador dela, que delicia.
A puxei para cima, a virei de costas, ela se apoio na parede, eu fui beijando seu pescoço e descendo pelas costas, ate chegar na bunda dela, ela empinou o rabo eu comecei a chupar aquela bocetinha de novo, minhas mãos abriam aquela bunda grande dela, aquele cuzinho me olhando não aquentei, passei a língua nele, ela se arrepiou, então comecei a passar a língua no cu dela, ela não falou nada continuei, coloquei meu dedo no cu dela so a ponta, ela não falou nada, então eu não aquentei e pedi: luh deixa eu comer teu cuzinho; ela respondeu: hoje não quem sabe outro dia. Não discuti e meti na boceta mesmo, meti com vontade ela gemendo muito, dava tapas naquela bunda gostosa, pegava na sua cintura e metia com força.
Tirei de dentro dela, virei de frente, a peguei no colo, e encaixei meu pau na boceta dela, e comecei a meter com vontade enquanto segurava ela no colo, suas mãos se entrelaçavam no meu pescoço, tava muito bom ela tava gemendo com vontade, começou a se contorcer e falou no meu ouvido: vou gozar; aquilo me deixou loco, e em pouco tempo ela gozou e seu gozo chamou o meu, então falei: vou gozar; ela: no meu peito; eu a larguei, ela imediatamente ficou de joelhos, eu comecei a tocar punheta, e logo meu gozo explodiu nos peitos dela.
Terminamos o banho, eu pedi: quando vou comer teu cuzinho; ela me respondeu: não sei nunca levei no cu tenho medo, mas quem sabe futuramente.
Transamos mais umas três vezes aquela noite, então a levei para casa já estava amanhecendo.
Ate a próxima pessoal abraços.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Ensinando novos truques a Andreza há menos de 1 hora

Salve Salve galera! Esses dias estava lembrando das muitas fodas que dei co...
cachorrao Grupal 4


Terapia Sexual há 9 horas

Sou psiquiatra com pós no exterior e tenho digamos assim, uma clínica...
donovanbr Sadomasoquismo 46


comecei com 13 anos e não parei mais sexo gostoso há 12 horas

comecei com 13 anos e não parei mais sexo gostoso e Com 13 anos , ...
laureen Virgindade 234


A melhor ferias do ano,,no CRUZEIRO,,,tudo é novo há 1 dia

Ola galera vou começar a narrativa dos fatos da viagem do cruzeiro,,,,vou ...
bodiar Grupal 134


dei o cuzinho bem gostosinho p um amigo safado há 1 dia

Um dia estava conversando com um ‘”amigo “safado e tarado que envia ...
laureen Virgindade 309


Minhas duas filhas safadas. há 1 dia

O que passo a relatar não me deixa orgulhoso, mas não quero privar ...
donovanbr Incesto 664