Deite que hoje eu vou lhe usar

29 de Agosto de 2014 Carpe Diem Contos Eróticos 3889

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Cansada que nada... Deite que hoje eu vou lhe usar!

Ela esperta, vai logo se virando de costas e tirando a blusa pedindo massagem...
Ahhh quer relaxar, então tá!

Apago as luzes, deixando apenas o abajur ligado com uma camisa vermelha por cima (Causar um efeito diferente no ambiente), coloco uma música instrumental baixinha, busco o óleo de massagem e retiro seu short. Prontinho, vamos lá!

Apenas de calcinha transparente e cor-de-rosa espalho o óleo comestível em seu corpo seminu, afasto seus cabelos longos e deslizo meus dedos pelo seu corpo...

Nada de movimentos fortes e precisos, buscava extrair suas sensações finamente sensitivas. Meus dedos finos e grandes percorriam pelas suas panturrilhas torneadas, estas, tocadas com leveza e distinção nos movimentos retilíneos.

O tocar de uma pele desejada representa sensações talvez indescritíveis. Concentrado nos movimentos, as sensações em meu corpo são percebidas com maior facilidade, estou sendo tomado por endorfinas que me inspiram ainda mais.

Os toques suaves buscam agora as zonas erógenas de seu corpo, me detenho agora atrás do joelho e pernas como um todo...

Deslizo meus lábios quentes e também oleosos pelo interior de suas coxas, encontro-me pouco ofegante pelas minhas sensações e percebo um leve afastar de pernas de minha companheira, o que facilita minha aproximação ao seu períneo.

Percebo a excitação pelo odor característico em seu sexo...

Será que vou lá agora? Pergunto-me!

Não, muito cedo ainda... Apesar de sentir seu desejo de ser penetrada!

Toco em suas nádegas empinadas com as pontas dos dedos percebendo a necessidade de passar um pouco mais de óleo, atendo a esta necessidade colocando óleo na boca e distribuindo pelas nádegas e contorno de sua calcinha fio-dental, não resisti e toquei em seu sexo pela calcinha, estava molhada e querendo ser usada. Novamente, suas pernas são levemente abertas, retiro sua calcinha e espalho novamente o óleo, deixando-o escorrer pelas suas fendas penetráveis. Uso meus dedos para espalhar e explorar um pouco de sua excitação.

Dou algumas tateadas em seu sexo e assopro, provocando sensações de calor característico do óleo, pressiono a região do períneo, pele extremamente sensível ao toque, dando algumas escapadas propositais em seu ânus.

Aprecio seus leves gemidos cadenciados com a música instrumental de fundo, tê-la cansada entregue aos seus desejos insanos de ser penetrada, sua respiração acelerada me instiga a continuar apesar de ter outras zonas a tatear, mas estava ali, a lhe usar!

Deslizo minhas mãos pela lateral de seus seios e lombar seguindo o mesmo requinte do toque suave em sua pele, esta, completamente arrepiada pela finesa de meus movimentos.

Assopro de sua lombar a nuca, fazendo o calor imergir no transcorrer do movimento. Sinto-me convidativo pelo seu pescoço, seu perfume levemente adocicado e afrodisíaco deixa-me inerte as sensações externas, sou plenamente seu, seu homem a lhe usar...

Analogamente provo de seu pescoço como um vampiro precisa ser alimentado da essência vital da vida, mas minha essência por ti, e vê-la completamente entregue as suas sensações, de te observar gemendo, com a respiração acelerada, arrepiada, trêmula, de perceber o afastar de suas pernas convidativas...

Deleito-me sobre ti, nossos corpos ardentes parecem um só, sinto a necessidade de sua companhia em mim, alguns segundos ali, simplesmente parado são plenamente eternizados.

Afasto-me e coloco um travesseiro em seu ventre, deixando-a ainda mais empinada, introduzo-a levemente e deito-me sobre de seu corpo, com as mãos postas uma sobre a outra, usamos a borda do colchão para ajudar em meu movimento de macho em você.

Deslizando sobre sua pele lambuzada, gozamos de forma incrível... Ela, cansada... Apenas curtiu as sensações na mesma posição em que se deitou...

Portanto, não há motivos para negação...

Deite que hoje eu vou lhe usar!


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio há 5 dias

Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio Eu estudava numa escola...
laureen Virgindade 341


Perdendo a virgindade com a titia delicia buceta m há 5 dias

Perdendo a virgindade com a titia Paul, 18 anos,vou contar como perdi a...
laureen Virgindade 106


o pai da minha amiga comeu minha bucetinha gostoso há 5 dias

Aos 19 anos, após entrar na faculdade, conheci Karen, minha amiga que já ...
laureen Heterosexual 223


EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS há 6 dias

EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS,,,COMEÇO DE UMA NOVA ...
bodiar Traição/Corno 92


dando a bucetinha no trem sexo tesão há 6 dias

somos um casal normal, tarados por sexo e exibicionismo, essa ocorreu em ...
laureen Fantasias 161


melzinho da bucetinha para meu queiro papai há 6 dias

Abri a porta do quarto que só estava encostada e ao adentrar vi meu pai n...
laureen Incesto 253