MINHA MULHER FODIDA POR UM AMANTE

06 de Setembro de 2014 podólatra Contos Eróticos 6426

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


No fim de semana passado, no sábado, recebemos finalmente em nossa casa, eu a minha mulher, um amigo de longa data que há muito manifestava o desejo enorme de poder gozar com os pés da minha amada, porque é completamente louco por eles.

Obviamente que outras partes do corpo dela o excitam e muito, pois desde há vários anos que ele me confidenciou que a minha mulher era a mulher que mais o havia excitado algum dia e que se ela não fosse casada comigo ele próprio quereria tê-la.

Tanto entusiasmo levou a conversas longas acerca dela e do que mais o atraía no corpo dela. Os pés (obviamente) estavam entre as partes que ele mais desejava e admirava nela, até naquele pormenor que tanto me excita também a mim e a muitos fetichistas de pés: o 2º dedo mais longo dos pés dela. Mas igualmente o seu belo e majestoso traseiro, redondo e empinado, suficientemente grande e com uma cinta estreita que ainda mais o realça.

Ela é muito bela, da cabeça aos pés e os seus belos e sensuais olhos verdes aumentam ainda mais a enorme atracção que provoca em quase todos os homens e até mulheres (algumas confessam mesmo o enorme tesão que ela lhes causa).

Os seus lábios são um verdadeiro convite ao pecado, e a forma como ela por vezes ferra os lábios e os mexe de forma excitante, provocam um enorme tesão e vontade de os lamber, beijar e, obviamente, imediatamente o desejo de ter esses lábios a chupar um pau.

Falei com minha mulher e propuz-lhe o encontro em nossa casa. Ela mostrou-se algo renitente ainda, tanto mais que teria vergonha, pois nunca tinha tido conversas com o João (é esse o nome do nosso amigo) sobre a matéria e receava estragar a amizade.

Sosseguei-a, dizendo que não só ele estava já ao corrente do que se iria passar, como queria muito fazer isso com ela. Além disso, disse-lhe, o João confidenciara-me que há muito sentia grande atracção física por ela e desejava-a sexualmente, embora nunca tivesse tido coragem de lho dizer pessoalmente, pelo mesmo motivo (não saber a reacção).

Tudo começa então com ela ainda vestida, usando um sensual vestido preto, collants e sapatos de salto alto, bem decotados à frente, daqueles que deixam ver um pouco do início dos dedos e que eu acho tremendamente sensuais.

Quando o amante está preparado, ela é mandada descalçar os sapatos e depois os collants, deixando finalmente à mostra os seus sensuais pés e pernas nuas daquele corpo bem branco a pedir para ser usado sexualmente.

Mando que ela inicie uma massagem do pau do nosso amigo, ainda por cima das calças e lhe aproxime os pés nus para ele poder lamber e chupar.

Depois, ele próprio se despe totalmente dizendo que quer aquela belíssima e excitante puta a chupar-lhe o caralho até aos testículos, o que ela faz com enorme mestria, ainda que com alguma dificuldade porque o pénis dele é, realmente, enorme e grosso.

Durante algum tempo fico a observar como ela o chupa com enorme prazer e tesão indisfarçável, enquanto ele por vezes se coloca com as pernas para cima mandando que ela lhe chupe os testículos e lhe lamba o buraco anal, penetrando-lhe o cu com um dedo e depois dois, ao que ele reage com gemidos de enorme tesão, obrigando-a a engolir aquele membro enorme até à garganta e cuspindo-lhe de cada vez que o retira da boca.

Finalmente, ele manda-a parar e imediatamente ordena-lhe que se dispa totalmente para mostrar o seu sexo e finalmente colocar-se de costas para que observemos bem o seu belo traseiro. Redondo, majestoso e arrebitado, o seu traseiro foi feito para duas coisas: ser açoitado, bem açoitado e penetrar o seu buraco anal que é um autêntico apelo ao sexo.

Eu observo sentado, enquanto o João se masturba, mostrando já uma considerável erecção daquele seu enorme membro masculino.

Ele dá-lhe uns sonantes açoites no traseiro exposto com a palma da mão que imediatamente provocam gemidos dela. Mas ele não liga a isso e diz-lhe que aquele cu merece ser bem açoitado antes de ser penetrada.

O João diz-lhe que a vai penetrar analmente, pois não resiste áquele cu fabuloso. Ela manifesta-lhe receio de não aguentar aquele membro enorme no seu buraco anal, mas ele sossega-a dizendo que o cu dela vai absorver todo o seu volume e vai pedir por mais.

Quando aquele fantástico traseiro está já bem marcado pelas palmadas, bem vermelho e a arder, ele obriga-a a chupar-lhe os dedos de uma das mãos e penetra-lhe o buraco anal com um dedo, depois dois, num lento entra e sai.

Ela reage a tudo com gemidos de dor mas incontida excitação. E eu, já bastante excitado com o que observo e a pensar em tudo o mais que se irá passar, não resisto a despir-me totalmente e iniciar uma masturbação.

Finalmente chegou a hora de ele a penetrar no traseiro bem marcado. Inicialmente ele prefere fazê-lo com ela deitada de costas, com as pernas por cima dos ombros dele, a fim de que não só consiga olhá-la nos olhos (aqueles belos olhos verdes que ela tem e que a todos excitam tanto) mas também para poder chupar-lhe os dedos dos pés e lamber as solas enquanto a penetra no cu.

Antes disso, ela obviamente tem que lhe chupar de novo o pénis, pois ambos achamos que a boca dela é uma fonte inspiradora de sexo oral.

Depois de a penetrar no ânus bem longamente com os dedos (começa com um, depois dois, finalmente três, que lhe provoca gritos de dor, mas de imenso tesão mandamos que ela fique de quatro.

Enquanto a observamos nessa posição, com o traseiro bem exposto aos nossos olhos e ainda bem marcado pelas palmadas, é então chegado o momento de ele a ir penetrar no ânus.

Obriga-a a baixar-se e deixar o seu traseiro bem arrebitado em direcção do seu grosso e enorme pénis. Ele inicia com mais fortes palmadas no seu traseiro que lhe provocam novos gritos e gemidos, e depois começa a penetração do ânus dela até aquele grosso e enorme pénis lhe penetrar o cu até ao fim. Ela geme, grita, chora, mas pede que continue, pois está visivelmente excitada, confessando mais tarde que naquela noite perdeu a conta ao número de orgasmos que atingiu.

Quando ele estava pronto a explodir, fez isso na boca dela, coisa que me agrada muito e a excita também a ela, pois adoro ver o esperma a jorrar para dentro da boca dela e a escorrer dos seus lábios.

Depois de tudo isto, eles repousam cansados. Eu ainda não conseguira atingir o meu orgasmo e precisava de mais.

Por isso, pedi à minha mulher que permitisse ver algo que eu havia já experimentado com ela algumas vezes. Algo que ela não gosta particularmente, mas aceita por verificar o enorme gozo que me causa e que sempre é seguido de uma monumental foda.

Desta feita seria ao contrário, seria após o orgasmo deles, mas para permitir o meu: queria ver aquele membro enorme do João a urinar para a boca dela até derramar o último pingo. E ela iria deitando fora à medida que a boca ficasse totalmente cheia de urina.

Assim foi. Esperei que o João estivesse com vontade de urinar e disse-lhes que fossemos os três para a casa de banho. Ela enfiou-se dentro da banheira e eu mandei o João que começasse a urinar sobre o corpo nu da minha mulher, enviando os longos jactos de urina para dentro da boca dela aberta.

A cena deixou-me em total estado de erecção e pronto para ejacular. Esperei que ele terminasse de urinar na boca dela e, ainda com a boca dela a escorrer urina pelos lábios, mandei-a abrir bem a boca e derramei todo o meu esperma para dentro da boca e disse-lhe que engolisse. Pela primeira vez ela assim o fez, deixando apenas alguns restos de esperma a escorrerem pelos seus belos e sensuais lábios.

O João de imediato teve outra erecção e pediu para ela abrir de novo a boca e permitir que ele se viesse de novo na sua boca e engolisse também tudo. Ela de novo absorveu todo o líquido e finalmente terminou com uma sensual chupadela no membro do nosso amigo, até ele não aguentar mais.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
DIA NAMORADOS,VIAGEM, UMA FANTASIA DA FER,E MUITO há 1 dia

DIA NAMORADOS,VIAGEM, UMA FANTASIA DA FER,E MUITO EXIBICIONISMO,,,,CADA VEZ...
bodiar Exibicionismo 24


Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio há 7 dias

Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio Eu estudava numa escola...
laureen Virgindade 427


Perdendo a virgindade com a titia delicia buceta m há 7 dias

Perdendo a virgindade com a titia Paul, 18 anos,vou contar como perdi a...
laureen Virgindade 126


o pai da minha amiga comeu minha bucetinha gostoso há 7 dias

Aos 19 anos, após entrar na faculdade, conheci Karen, minha amiga que já ...
laureen Heterosexual 266


EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS há 7 dias

EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS,,,COMEÇO DE UMA NOVA ...
bodiar Traição/Corno 105


dando a bucetinha no trem sexo tesão há 7 dias

somos um casal normal, tarados por sexo e exibicionismo, essa ocorreu em ...
laureen Fantasias 195