Sacristia. 1ª Parte

14 de Setembro de 2014 O Admirador Contos Eróticos 2616

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Aquilo já estava virando loucura, obsessão. Precisava desabafar com alguém de confiança. Alguém que lhe entendesse e pudesse ajudar. Precisava de conselho.
Tomou uma dose, duas, tomou coragem, tomou a terceira e foi.

Sentada no último banco, ela esperava o fim.
Quase não vai igreja, mas dessa vez resolveu conversar com o padre.

- Quem sabe ele pode me ajudar?

Ela não sabia de onde vinha tanta obsessão pelo sexo, e essa obsessão, a tinha levado a cometer as loucuras mais impensadas. Já havia praticado todo tipo de sexo, com todo tipo de pessoas, homens, mulheres, travestis, lésbicas e, uma vez, com o seu cachorro e, outra, com um morador de rua que passava em frente a sua casa.

- Loucura! Loucura! – repetia ela. Não posso continuar assim.

Um estado de desespero tomava conta dela. Ela não conseguia se controlar aquele desejo doentio. Psicólogos e psiquiatras, terapias, nada tinha ajudado. Seu casamento tinha acabado só restava uma ajuda divina.

- Amém! – disse o padre.

Suas pernas tremeram. Chegou a hora de confessar todos os seus pecados e, quem sabe, sair de la com seu problema resolvido de forma milagrosa. Ela continuou sentada esperando todos saírem.
Quando viu que o padre estava sozinho, foi até ele e perguntou se ele tinha um minuto. Ao ouvir a resposta positiva, disse que era um assunto delicado e particular. Então foram até a sacristia.

- Sente-se aqui minha jovem. – disse o padre. Ela obedeceu.

Suas mãos tremiam. Suavam. Nunca tinha dito a ninguém o que ia contar ao padre.
O padre, percebendo o nervosismo da moça, pegou um copo com água, entregou para ela e encostou-se na mesa, do lado dela, e esperou que ela desse um gole na água. Sem saber, ele estava despertando o desejo dela. Aquele desejo louco e obsessivo pelo sexo esperado.
Ela tentava desviar o olhar do padre, sentado ali do lado dela, tão perto, tão inocente.

- Padre eu... – as palavras não saiam.

Suas pernas tremiam. Já não sabia mais o que falar nem por onde começar. Levantou-se de onde estava e ficou de costas para o padre, numa tentativa de fugir da fraqueza carnal. Ele é um padre, mentalizou.
O padre, olhou-a da cabeça aos pés, ele já conhecia a fama dela, mas, continuou fingindo que não sabia. Aproximou-se dela, tocou-a no ombro e disse para ela se acalmar. Ela se virou e ficou bem próxima dele.
Baixou os olhos e viu que o membro do padre estava ereto. Tremeu.

- Ah, não. – pensou. Vai começar tudo de novo.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Aleixo e seus amigos, festa há 4 horas

Depois que parei de pagar um boquete para um amigo de meu namorado Aleixo, ...
renata Grupal 31


Guardei meu cabacinho para o papai... há 11 horas

Meu nome é Rosana, Rô para os amigos. Estou agora com vinte e dois anos e...
donovanbr Incesto 184


desde os 13 anos MINHA BUCETINHA ARDIA DE TESÃO E há 13 horas

Desde muito jovem já adorava sexo e aprontava muito...... Depois da ...
laureen Virgindade 362


fui putinha de papai qdo engravidei de titio há 14 horas

grávida de titio e putinha de papai ..... Depois que transei com titio,...
laureen Incesto 196


DE VOLTA À PIZZARIA - Parte 13 há 14 horas

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 13 ATENÇÃO ESSE É O DÉCIMO TERC...
carlaomg Traição/Corno 55


Aposta com amigos de Aleixo há 17 horas

Depois de tirar a virgindade da minha priminha, Aleixo passou a nos pegar q...
renata Grupal 118