Marcela

23 de Janeiro de 2014 Del Contos Eróticos 5984

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Trecho de post originalmente publicado na "Arte da Pimpagem", meu finado blog.

Coloquei pra tocar Cassie - Me And U no rádio e tranquei a porta, colocando o "do not disturb" na maçaneta para que ninguém pudesse atrapalhar o que seria um momento delicioso prestes a se suceder.

Marcela: "Essa música..."

Marcela já estava animada pela dose de vodka que tomou, e me seduzia ao trajar um vestido roxo, na altura da metade da coxa. Quando ela andava, sua bundinha perfeita era evidenciada, imagine então quando ela começou a dançar de forma absolutamente sensual ao som da música que tocava. A menina puxou minha cadeira para trás e começou a fazer um lap dance, tornando o little Del parte da brincadeira em tempo record.

Enquanto eu ficava cada vez mais louco com a performance, Marcela rebolava, colocava a perna sobre a mesa mostrando sua calcinha amarela de algodão, totalmente enfiada naquela bundinha branca maravilhosa. Ela alternava também com momentos em que aproximava o rosto do meu pau e do meu corpo, me fazendo ir à loucura.

Marcela: "Aprendi algo novo com as meninas."

Del: "Então eu quero ver."

Ela realmente estava dançando de forma ainda mais sensual do que nunca, era praticamente impossível controlar a vontade de agarrar aquela ninfetinha e fazer a destruição. Então ela resolveu mostrar o que aprendeu, de frente pra mim mandou que eu abrisse bem as pernas, depois veio com uma cambalhota e colocou as pernas sobre os meus ombros, prendendo minha cabeça com uma chave de perna, deixando sua prexequinha a milímetros do meu rosto.

Não tive como aguentar. Peguei Marcela pelos quadris e a levantei, abocanhei aquela pepeca carnuda com violência por cima da calcinha e comecei a chupar seu grelinho como dava. Marcela logo foi ficando molhada e eu sentia aquele néctar se misturar à minha saliva, tomando conta de toda aquela calcinha. Então afastei o pano para o lado e mergulhei minha língua naquele lago melado, sentindo o elixir da felicidade em minhas papilas gustativas.

Após rebolar muito sob os efeitos da minha "língua mágica" (sic), abri as pernas de Marcela, dona de uma elasticidade ímpar, e a desci sobre o little Del, fazendo seu twist carpado terminar com uma cravada fenomenal, uma vez que meu pau adentrou aquela prexequinha apertada e fervilhante de uma só vez, fazendo a ninfeta exprimir um gemido de prazer supremo.

Marcela iniciou uma cavalgada memorável, subia e descia no little Del como uma garotinha brincando de gangorra. De costas pra mim aquela cena era incrível. Tirei o vestido dela e fiquei observando aqueles cabelos dançando sobre as costas branquinhas da menina, um absurdo! Quando ela desceu sobre meu pau, a segurei firme e subi o quadril, como se eu quisesse entrar até com as bolas dentro da menina. Ela urrava de prazer, me xingava e pedia mais. Então a levantei, tirei sua calcinha, fiquei de pé e a levantei na altura do meu pau. A segurando pelos joelhos com as pernas abertas, eu controlava as idas e vindas da ninfetinha, que segurava no meu pescoço e gemia dentro da minha boca enquanto me beijava.

Logo após a coloquei no chão e ela foi para o sofá, ficando de quatro e pedindo que eu a comesse em sua posição preferida, a puxando com as duas mãos pelo cabelo, como se eu domasse uma égua. Meu pau entrava e saía firme, com afinco, fazendo o tesão daquela ninfeta percorrer todo o seu corpo e ser expelido, tomando conta de todo o ambiente. Pelo som que era produzido e pela sensação que eu tinha, senti que Marcela estava gozando, quando a prexeca dela abre as comportas da represa de néctar e deixa este fluir, molhando até suas pernas. Tirei meu pau e lambi tudo que escorria, desde suas coxas até na própria prexeca, Marcela continou de quatro e tremia, tremia loucamente e mal se aguentava nos joelhos.

Marcela: "Quero leite, Del."

Atendi o pedido de Marcela e fiquei de pé, enquanto ela se sentou no sofá, colocando meu pau em sua boca e realizando um serviço perfeito, um boquete que me fez ter uma sensação descomunal, perfeitamente realizado nos mínimos detalhes. A ninfeta sentiu que meu pau pulsava e que era a hora de receber seu pedido. Segurou meu pau com as duas mãos e o manteve dentro de sua boquinha, visando não perder nem uma gota do que desejara. Gozei na boca daquela menina linda. Quando acabei de despejar meu jato em toda a sua boca, Marcela sorriu e depois abriu a boca mostrando o presente que havia ganho. Depois engoliu e me puxou para que eu deitasse ao seu lado no sofá, aonde relaxamos juntos sentindo os aromas sexuais que pairavam no ar do recinto.

OBS: Conto fictício. Nomes e situações não possuem qualquer relação com a realidade.

Quer mais contos eróticos? Visite Contos Eróticos Aleatórios.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
DIA NAMORADOS,VIAGEM, UMA FANTASIA DA FER,E MUITO há 1 dia

DIA NAMORADOS,VIAGEM, UMA FANTASIA DA FER,E MUITO EXIBICIONISMO,,,,CADA VEZ...
bodiar Exibicionismo 24


Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio há 7 dias

Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio Eu estudava numa escola...
laureen Virgindade 427


Perdendo a virgindade com a titia delicia buceta m há 7 dias

Perdendo a virgindade com a titia Paul, 18 anos,vou contar como perdi a...
laureen Virgindade 126


o pai da minha amiga comeu minha bucetinha gostoso há 7 dias

Aos 19 anos, após entrar na faculdade, conheci Karen, minha amiga que já ...
laureen Heterosexual 266


EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS há 7 dias

EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS,,,COMEÇO DE UMA NOVA ...
bodiar Traição/Corno 105


dando a bucetinha no trem sexo tesão há 7 dias

somos um casal normal, tarados por sexo e exibicionismo, essa ocorreu em ...
laureen Fantasias 195