Meu Cunhadinho!

11 de Março de 2014 Lolla Contos Eróticos 25730

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Minha irmã tem um namorado lindo. Ele se chama Marcos e tem 23 anos, e não sai daqui de casa. Ele é um cara perfeito que toda garota de 16 anos sonha em ter. Minha irmã fez 19 anos... E eu tenho apenas 16. O que rolou entre eu e Marcos foi inesquecível. Voltava da escola... Um dia frio de inverno. Peguei o caminho mais rápido para chegar em casa. Chegando em casa fui direto para o meu quarto sem saber que Marcos estava na minha casa. Tirei a roupa congelada. E liguei o chuveiro na água fervendo. E tomei um longo banho, como de costume. Quando sai do banheiro Marcos esperava em frente a porta do banheiro segurando-se...
-Me desculpe... Não sabia que estava...
-Foi nada...
Ele entrou no banheiro correndo. E deixou a porta entre aberta, e eu sem querer vi aquele “Pau” se esvaziando. E fiquei quente. Ele percebeu que eu o olhava. efechou a porta. Fui para o meu quarto me vestir, logo mais meu amigo Fernando viria e eu precisava estar maravilhosa. Botei um legging que marcava a minha bunda enorme e empinada. E eu casaquinho meio aberto mostrando levemente os meus seios. Quando estava terminando de me arrumar a porta bateu. Eu fui atender.
Fernando havia chegado.
-Oi Nando!
-Oi, Danne como você esta linda...
-Obrigada, entre. Ele me abraçou e sua boca chegou perto da minha, foi quando Marcos, o meu cunhado interrompeu um possível beijo...
-Danne, sua mãe esta de plantão no hospital, a sua irmã esta na faculdade e eu estou de olho em você viu... Não me apronte nada.
-Tudo bem! To subindo com o Fernando.
Quando subia as escadas a mão de Fernando tocou na minha cintura e ele beijou o meu pescoço. Olhei para trás e Marcos estava espiando na porta da cozinha.
A tarde passou voando. Eu estudei e beijei muito o Fernando. Pena que não rolou nada à mais do que isso. Pois meu cunhado ficou me atrapalhando a cada 15 minutos. Era as 17:30 quando levei o Fernando até a porta. Ele me agarrou louco de tesão, e me deixou ardente. Então ele se foi...
Quando fechei a porta Marcos me olhava desconfiado.
-Danne, o que eu devo dizer pra sua mãe...
-Diga que eu transei muito...!
Ele uma galhada. E me deixou constrangida.
-Você? Deu tempo?
-Ah cala a boca... Só não deu por que você ficou me atrapalhando...
-Danne... eu gosto tanto desse teu jeito de menina sapeca!
-Huum bom saber.
Meu desejo por Marcos foi aumentando a cada dia. Não me importava que ele era meu cunhado. Comecei a fazer de tudo para provocá-lo. Chamei uns amigos meus Fernando e Gabriel e fui para o meu quarto e fiz de tudo para ele me ouvir. Quando os meninos foram embora. Ele me chamou na cozinha.
-Danne venha aqui...Cuide que o piso esta molhado... Quebrou um cano da cozinha.
-Precisa de ajuda?
-Sim me alcance aquela chave ali em cima
da mesa..
Peguei a chave e quando fui me virar escorreguei e cai em cima dele.
-Oh!
-Te machuquei Marcos?
-Esta tudo bem...
Ele ficou me olhando... Eu segui o seu olhar que estava nos meus peitos , sem sutiã e com os biquinhos duro... Por um impulso o puxei para mim. E ele me beijou. Um gemido de resistencia saiu dele...
-Danne... Eu sou o seu cunhado...
-E qual é o problema?
Ele me beijou de novo e rasgou a minha blusa. Começou a chupar meus biquinhos. E eu fiquei maluca de tanto tesão. Logo fui puxando a calça dele para baixo. E começamos a nos
descobrir.
Ele me botou em cima da bancada da cozinha e caiu de boca na minha “pepeca” me fazendo gemer muito alto. Tirou aquele “Pau” enorme e enfiou na minha boca...
-Chupa tudinho sua vadia...
Chupei tanto que já estava toda babada quando ele me puxou mas perto e enfiou aquele “Pau” que devia beirar uns 22 cm... Senti-me toda molhada...Ele gemia... E forçava cada vez mais. Como se quisesse me penetrar inteira... Ele metia tanto que não me controlei e me lambuzei inteira com um gozo fenomenal. Minhas pernas bambas o fez me pegar no colo e meter mas lentamente. E com tanto prazer ele gozou dentro da minha “pepeca”. E depois de um sexo fenomenal tomamos banhos juntos e transamos mais uma vez debaixo do chuveiro. E dessa vez ele tomou posse da minha
bundinha... Ele meteu bem devagar. Eu nunca tinha feito anal então ele foi cauteloso...
-Que maravilhosa... Danne...
Ele gozou mais umas duas vezes e então eu já acabada... Me vesti e fui dormir. A noite quando minha irmã chegou ele já estava dormindo. De madrugada acordei morrendo de
calor e fui beber água para me refrescar. Quando entro na cozinha Marcos molhando a nuca com água gelada...
-Tá tão quente Danne, preciso de ti de novo...
-Ele largou a garrafa da água e foi até mim e me beijou..
Eu sussurrei em seu ouvido:
-É muito perigoso espere até amanhã...
O beijei de novo peguei a água e fuipara o meu quarto. No outro dia ele veio me pegar na escola. E fomospara o motel. E foi tudo maravilhoso... Até hoje damos as nossas fugidinhas. E minha irmã que me perdoe, mas ela não dá valor para o que ela tem... Eu e Marcos nos completamos na cama...


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
A Noiva e Filha do Meu Amigo me Seduziu!!! há menos de 1 hora

Voltando novamente para escrever um pouco sobre como...
dotado_safad Jovens 5


DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 39 há 13 horas

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 39 ATENÇÃO ESSE É O TRIGÉSIMO ...
carlaomg Traição/Corno 16


Meu Professor, Meu Macho Gostoso! há 16 horas

Meu nome é Songeun, Sonji para os amigos. Agora eu tenho 19 anos. O que vo...
songeun Aventura 40


ESPOSA CONFESSA QUE SE ENGRAVIDOU DO AMANTE há 1 dia

Uma amiga minha encontrou o site de pintos Mórmon e queria que eu visse so...
tigreraiado Traição/Corno 38


Depois de casada fui amante de papai delicia,bucet há 1 dia

Quando esse fato aconteceu fazia pouco tempo que tinha casado, ainda estáv...
laureen Incesto 63


meu tio arregaçou minha bucetinha virgem há 3 dias

Jà desconfiava de titio há muito tempo sempre que vinha em casa não tir...
laureen Incesto 169