Contos de fadas Eróticos/ Prim. Parte/ Cinderela

20 de Março de 2014 Amy Grey Contos Eróticos 5387

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Cinderela se sentia solitária.

Seu principe encantado acabara de sair para mais uma de suas inúmeras batalhas que seu reino enfrentava. Ela sentia um nó se formar em seu peito toda vez que seu amado saía para a guerra. Sentia medo de jamais o vê-lo novamente. Mas com o passar dos anos, Cinderela passou a se sentir como segunda opção de seu principe. Sempre pensou que seu “feliz para sempre” seria perfeito, mas depois de um tempo, passou a acreditar menos nessa possibilidade.

Sentia falta de ser tocada, de ser amada, de ser desejada.

Todas as vezes que ela ansiava por uma carícia mais intima de seu amado, simplesmente era ignorada. Seu principe sempre chegava cansado, fadigado, exausto. O prazer pulsava em suas veias toda vez que o via. Sentia falta de seus toques quentes, de seus beijos apaixonados, de seu corpo escaldante, de sussurros apaixonados em seu ouvido. Sentia falta do prazer que sentia cada vez que seu principe lhe proporcionava. Sentia falta de ser amada novamente.

Cansada de ficar presa em seu luxuoso quarto, decide descer para o jardim. Sempre gostou das brisas que as manhas oferecia. O maravilhoso aroma de flores do castelo a fazia se sentir em paz. Cumprimenta alguns de seus servos no castelo e parte para a estufa. Seu coração se transbordava de alegria ao lembrar que seu amado sempre a trazera aqui ao fim da tarde, para terem um tempo so para os dois, e para fugir de suas responsabilidades. Lembrança essa que se tornava dolorosa ao ser lembrava. Fazia sentir que naquele tempo ela era importante para seu amado.

O som de algum trotes podia ser ouvido da estufa. Com certeza era a cavalaria de seu principe que retornara, o que ela estranhou. Sempre que saía em batalhas, seu amado costumava demorava mais de três dias. começou a caminhar para fora da estufa, avistando assim aquela pessoa que ela tanto amava descer de seu cavalo de forma imponente. Tinha de admitir, seu principe era simplesmente belo.

Hesitante, ela se aproxima a pequenos passou de seu amado. Seu coração pulsava rápido, como asas de um beija flor. Ela sentia medo de como seria tratada por ele. Ela sabia que ele estava cansado, mas a saudade dentro de seu peito era maior. Ela queria sentir aqueles lindos lábios doces aos aos seus, como em tantas vezes.

Ele não precisou se virar para saber que era sua amada. O cheiro de rosas que seu corpo emanava, era o suficiente para reconhecer que sua querida Cinderela estava perto. Amava-a incondicionalmente, que seu coração chegava a doer. Desde o momento em que aquele sapatinho a serviu, ele sempre soube que ela era a mulher de sua vida. Mas via que de uns tempos para cá sua amada andava distante, triste e depressiva. Sabia que o real motivo disso era ele. Desde sua primeira noite erotica com sua amada, sentia um certo receio de se aproximar. sentia vergonha de si por em pouco tempo fazer a mulher que tanto amava perder sua pureza cedo. Mas mal ele sabia que Cinderela ansiava por mais uma noite erotica ao lado de seu amado.

...

O jantar foi quieto com poucas perguntas. Cinderela via que seu principe andava um pouco distante, distraído ate. Queria lhe perguntar o que ocorria, mas como sempre guardava sua curiosidade para si. Não queria o incomodar. Após se despedir de seu principe, decide subir para seu quarto. Mesmo com toda a saudade, seu corpo ansiava por descanso, por conta de muitas noites mal dormidas. Entra em seu quarto e se encaminha para o banheiro. Um banho era tudo que ela precisava agora. Tira suas vestimentas lentamente, entrando assim em sua banheira coberta de sais. A agua quente a relaxa por completo, mas ainda não afastava suas duvidas sobre seu principe. Será que depois de tanto tempo, ele se enjoara dela? Jamais gostou de pensar nisso. Decide afastar esse pensamento ruim de sua cabeça e desfruta de seu banho relaxante. Depois de banhada, veste sua elegante camisola de seda. Ela caminha ate a sacada de seu quarto e la admira a noite esplendorosa a sua frente. Queria que ele estivesse ali, queria seu principe a tocando mais uma vez.

Perdida em seus pensamentos, eis que ela sente um toque em seu braço desnudo. Olhando para frente ela se da de cara com seu principe completamente nu da cintura para cima. A chama em seu corpo se acende. Seus olhos pairam sobre aquela parte fascinada e corada. Seus pensamentos estavam fluindo a mil e imagens nada decentes passavam por sua cabeça.

Ansiada pelo desejo,ela sobe sua pequenina mão sobre aquele torso nu e acaricia. O principe em si se surpreende por tal ato de sua amada, mas não deixa de apreciar aquele toque que tanto lhe excitava. Ele fecha seus olhos sentindo uma das mãos de sua amada lhe tocarem com extremo carinho, fazendo seu corpo se arrepiar. Ele direciona seus braços a cintura de Cinderela e a aperta ouvindo um pequeno suspiro brotar dos lábios de sua amada. Cinderela arranha de leve seu torso nu, fazendo o principe ofegar de satisfação. O corpo de ambos estavam quentes, ansiando por um toque a mais. Cansado de guardar aquele desejo pra si, seu principe a puxa para um beijo luxurioso. Cinderela se delicia quando os lábios de seu amado se chocam contra os seus. Sente pequenas correntes elétricas correrem po seu corpo. Ela clamava por aquele beijo, clamava pelo corpo de seu principe, ansiava por tudo que partia dele.

As mãos dele pairam automaticamente no feixe da camisola de sua amada. Lentamente a peça desce sobre seu corpo macio,exibindo suas curvas perfeitas e delicadas. Ele se afasta por uns instantes e admira aquele corpo com o qual sempre ansiava. A pele branca e macia, boca rosada e delicada, seios perfeitos e não muito fartos que cabiam perfeitamente em suas mãos, curvas delineadas e rosto angelical. Ver aquilo so aumentava ainda mais sua excitação. Seu membro se encontrava completamente ereto, incomodado com a calça que mal cabia em abriga-lo. Queria possui-la, beija-la, faze-la sentir prazer. Ele se aproxima mais uma vez de sua amada e a beija delicadamente, sem alguma pressa. Queria saborear aqueles lábios que eram tão convidativos ao dele.

Cinderela sente suas pernas bambas, ela enrola seu braço em torno do pescoço de seu principe e o trás mais pra si. Ela estava inebriada. Queria mais de seu príncipe, queria senti-lo. Desce suas delicadas mãos sobre o corpo de seu amado, explorando sem algum pudor aquele corpo másculo ,com o qual a levava a loucura sentindo a pele de seu principe se arrepiar com aquele toque atrevido. Ele a pega no colo com delicadeza e caminha ate a cama colocando assim o corpo de sua amada naquela cama macia e a admira mais uma vez. Ele se levanta e logo em seguida começa a se despir. Cinderela pode sentir seu rosto em chamas assim que ela avista o membro de seu amado totalmente ereto a sua frente. Pequenos tremores de excitação invadem seu corpo. Ela o queria, queria aquele membro majestoso dentro de si. Ela vê seu amado caminhar de volta para a cama,juntando assim aqueles corpos que clamavam um pelo outro. Ele apoia seus cotovelos de cada lado de sua cabeça, sustentando assim seu peso. Acaricia aquela face angelical que tanto gostava, juntando assim seus lábios contra os de sua amada. Cinderela direciona suas mãos em seu cabelo sedoso, puxando de leve. Um gemido escapa de seus lábios quando ela sente o sexo de seu amado encostar em sua entrada totalmente molhada. Ela arranha de leve suas costas, ouvindo assim um gemido baixo de seu principe fazendo o fogo dentro de si aumentar.

Excitado, ele desce seus lábios ate o pescoço de Cinderela, onde ele saboreia com calma aquela pele macia e cheirosa que tanto gostava. Ele chupa, morde, se delicia com aquela parte desnuda. Suas mãos exploram com experiência cada parte do corpo delicado de sua amada. Seus lábios descem mais atrevidos ate o seio de sua amada, onde ele suga com desejo o mamilo completamente duro, fazendo pequenos círculos com sua língua. Cinderela arqueia seu corpo, como se pedisse mais daquela caricia. Seu sexo latejada de desejo e seu corpo estava entrando em estado de ebulição total não conseguindo controlar seus gemidos que vem de maneira mais alta. Ela podia sentir o membro de seu amado cada vez mais ereto perto de sua entrada molhada. ela arfa assim que sente dois dedos de seu amado entrarem em seu sexo completamente molhado. Ele circula , brinca com aquele ponto sensível de seu corpo com extrema habilidade. Cinderela pode sentir uma sensação maravilhosa se manifestar em seu corpo. Não demora muito, e logo um orgasmo avassalador a atinge. Seu corpo se amolece. Ela fecha seus olhos tentando controlar sua respiração que vinha de forma dificultada. Ela abre seus olhos aos poucos e logo encontra um par de iris azuis a sua frente. Ambos ficam ali alguns minutos, um olhando para o outro. O desejo nos olhares podia ser visto. Não demora muito e logo Cinderela sente o membro de seu principe se encaixar aos poucos em sua intimidade. Ela finca suas unhas e morde seus lábios com força assim que sente seu amado completamente dentro de si. ela encaixa suas pernas em volta da cintura de seu amado sentindo aquele membro a invadir mais fundo. O principe começa a se movimentar lentamente, sentindo aquela área húmida cobrir completamente seu membro que a cada instante, se encontrava mais excitado. Cinderela aperta aquele corpo contra si e arranha aquelas costas largas e musculosas, levado seu principe a loucura. Ele começa a acelerar a cada instantes seus movimentos. Os gemidos de ambos agora se tornavam gritos, urros, palavras de amor ou ate chulas. O quarto exalava luxuria, prazer excitação. A linda noite embalava aquele momento de puro sexo e paixão. Com mais alguns movimentos o principe chega a seu momento de êxtase junto com sua amada. O orgasmo de ambos vem de forma violenta. Ele deixa seu corpo cair sobre o de sua amada. Suor consumia seu corpo. Sua respiração pesada se encontrava junto com de Cinderela. Ela fecha seus olhos, deixando assim sei corpo se relaxar por completo. Depois de alguns instantes, o principe levanta sua cabeça e não tarda muito a encontrar os olhos de sua amada. Podia ver um brilho diferente ali. Um brilho de felicidade, de desejo, de excitação. Ela acaricia o rosto de seu amado e sorri. Ele direciona seus lábios aos dela dando-lhe um beijo delicado e apaixonado. Ele puxa o corpo de sua amada contra seu peito. Ela se ajeita confortável e não demora muito eles se deixam embalar em um sono tranquilo, onde antes de Cinderela adormecer ela sabe que agora poderá viver seu feliz para sempre definitivamente.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Voltei mas pedi seu cuzinho virgem há menos de 1 hora

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 2


Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam há menos de 1 hora

Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam Leo me deixava louca, estava ...
laureen Grupal 2


fuderam a bucetinha da minha namorada há menos de 1 hora

fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sexo total delicia Meus mome...
laureen Grupal 3


Mana dormiu em casa e meu marido mandou rola há 1 hora

Minha irmã safada e fogosa adoro rola atolada na sua bucetinha e cuzinho d...
laureen Grupal 10


Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro d há 1 dia

Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro dele, a vagabunda pirou de...
bodiar Traição/Corno 30


pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo há 1 dia

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 33