3 dias. Capítulo 4

04 de Maio de 2014 renata Contos Eróticos 1545

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


O dias não estavam sendo fácil para Bruna. Uma semana após a morte da mãe, seria sua formatura. Como ter vontade de participar da formatura

sem

ter a mãe por perto?

_Eu não vou!
_Você vai, Bruna. Para de agir como uma criança mimada.
_Não se trata de ser uma criança mimada, Dudu. Eu não estou em condições
de participar de formatura nenhuma. Se a mamãe não vai estar lá, pra
mim não faz nenhum sentido nenhum participar dessa palhaçada.
_Bruna - Eduardo se sentou na beira da cama, pegando nas mãos da irmã - presta
bem atenção no que vou dizer. Você passou 13 anos dentro daquela
escola, o sonho da mamãe e o papai era te ver formada. Você não vai
querer estragar tudo agora né? Não importa se a mamãe o papai estejam ou
não estejam aqui fisicamente... eles ficariam muito tristes ao saber
que você desistiu da sua formatura. Minha princesa, você é uma das meninas mais inteligentes que eu já vi. Não faça essa burrice. Por mim? Levante-se e vista. Vamos à sua formatura.
_Tudo bem, Dudu. Tudo bem. Você me convenceu. Mas não me faça forçar sorrisos porque isso não vai rolar.
_Okay. Agora vai, levante-se e se arrume. Estarei te esperando lá na sala.

Bruna levantou e foi para o banheiro tomar banho. Ligou o chuveiro, água morna,
música para acompanhar o banho. Terminado o banho foi para o quarto se
vestir. Se vestiu de forma simples, porém elegante. Vestido preto,
aberto  nas costas, salto alto e maquiagem simples.

_Vamos, Dudu?
_Calma aí, deixa eu admirar essa beleza que Deus te deu. Mana... tu tá linda!
_Obrigada, Dudu. Agora.. Vamos?
_Vamos, a Joana vai nos encontrar lá.
_Tudo bem.

Em meia hora eles estavam
chegando no salão onde aconteceria o evento. Bruna ainda pensava em
desistir, olhava em volta e pensava: "Nada disso faz sentido sem a mamãe
aqui"

_Que carinha é essa, Bruna? Tá tudo bem?
_Tá sim Dudu, tá sim. Acho que nossa mesa é aquela ali, se você  quiser se sentar lá... vou dar uma volta por aqui.
_Tudo bem, maninha. Vai lá, cuidado hem. Não quero muitos gaviões rondando minha irmã. - Riu
_Se bobo. Pode deixar. - Riu também.

Bruna estava andando pelo salão... sem rumo... só queria andar um pouco
para tentar entender tudo o que estava acontecendo em  sua vida... e de
forma tão repentina.
Por algum motivo resolveu andar na parte de trás
do salão. Um beco escuro. Tentar enxergar alguma coisa naquele beco era
inútil, pois o que se via com olhos abertos era o mesmo que se via com
os olhos fechados. Ouviu uns ruídos estranhos, uns sussurros e começou a
sentir um pouco de medo.

_Não.. aqui não - uma menina sussurrava.
_Mas eu não estou aguentando.. você tá tão linda essa noite. - um menino sussurrou de volta
_Você é louco? Meus pais estão aí.
_Mas eu quero você.

Parece que Bruna estava atrapalhando um casal. Mas a curiosidade de saber quem era falou mais alto e ela continuou no beco escuro, tentando ouvir mais da conversa.

_Caramba, Henrique. Por que tudo tem que ser do seu jeito?
_Ai Juliana, facilita. Só um beijo e eu paro de te atentar.
_Okay. Só um e você me solta.

Os sussurros foram calados por um barulho estranho de bocas se
encontrando. Foi então que Bruna percebeu do que se tratava. Juliana e
Henrique... seus amigos estavam atrás do salão "se pegando". Saiu de lá rindo e pensando "Nem precisou de muita coisa para o Henrique me esquecer" .
Chegou na mesa onde Eduardo e Joana  estavam sentados a esperando.

_Qual a piada, Bruna? Também quero rir. - Disse Joana.
_Nenhuma Jo... nenhuma. - continuou rindo.

O resto da noite até que foi agradável e Bruna conseguiu fazer todo o ritual de "Agora sou uma menina formada" sem lembrar da mãe e ficar triste novamente.

Uma semana depois...

Bruna estava prestes a completar 18 anos. Não tinha clima para festas. Aquele era sem dúvida o pior aniversário da vida dela.

_E então, pequena... como estão as coisas?
_Ah estão indo né Milena...
_Eu sei que é difícil. Mas você tem que ser forte. Você pode contar
comigo para o que precisar, okay?. Mesmo longe, eu estou aqui.
_Obrigada Milena. Você é um amor.
_E tem mais.
_Mais? O quê?
_Sei que amanhã você completa 18 anos. Terá uma surpresa.
_Surpresa? Que surpresa?
_Se é surpresa eu não posso falar né?
_E vc vai me deixar na curiosidade?
_Sim. Vou. Agora preciso desligar. Boa noite.
_Ah tudo bem... se é assim... fazer o que né? Boa noite!
_Beijos.

As duas desligaram e Bruna foi dormir ansiosa para a tal surpresa de Milena.
Amanheceu o dia e Bruna acordou com um embrulho aos pés de sua cama. O cartão dizia:

"Para a menina mais linda do mundo.
                                   com amor, do seu irmão Eduardo"

Era um vestido azul turquesa, rendado na parte de cima e um pouco justo na cintura, com caimento rodado um pouco acima do joelho.

_Bom dia, princesa. Posso entrar?
_Claro que pode seu bobo. A casa é sua. Vem cá. - disse saltando na cama
e entrelaçando os braços no pescoço do irmão - Obrigada! Adorei o
vestido.
_Você merece! Como não iria ter festa, eu achei que você merecia um
presente a sua altura. E como hoje é seu  aniversário, vou deixar você
aí de preguiça na cama Sei que os dias tem sido difícil pra você.
Descansa, maninha.
_Obrigada, Eduardo!

Eduardo saiu e deixou Bruna sozinha que foi logo ligar o computador para ver as mensagens de "Feliz Aniversário".
Quanto mais cedo, melhor para responder às pessoas. Caso contrário, a
caixa de mensagens lotaria e ela não conseguiria responder à todos.
Por volta do meio-dia, ela recebeu um vídeo de Milena, a descrição do vídeo dizia assim:

"Para a garota mais linda do mundo. Feliz Aniversário"

Bruna, deu play no vídeo. Era Milena tocando violão e cantando Lonely day-System of Down

_Ai, eu amo essa música! - disse Bruna, meio emocionada.

Conforme Milena tocava a canção, o vídeo exibia uma mensagem... as letras passavam pelo rosto de Milena. Na verdade nem era uma mensagem, mas sim um pedido.

"Bruna? Uma menina linda, carinhosa, dona da voz e do sorriso mais encantador que já vi.
Nos conhecemos de um modo meio estranho... eu fazendo uma declaração de amor pelo chat..
ela deve ter achado que eu era maluca... rs... Desde então, começamos
uma amizade, mesmo ela estando tão longe de mim, eu sinto como se eu
devesse protegê-la... ligar todos os dias e saber como está passando. Só
de ouvir o som da sua voz me conforta,. E poder ter a certeza de que ela é está bem... é maravilhoso pra mim.

Bruna, eu quero que você saiba que daqui pra frente, independente do que aconteça, eu estarei com você, faça sol ou faça chuva. Quero poder gritar ao quatro ventos que existe uma pessoa por quem eu estou olhando e cuidando.
Hoje minha pequena, você está completando seus 18 anos, deixando de
ser uma menina para ser uma mulher. E essa mulher que eu quero ao meu
lado, para chamar de "minha". Namora comigo?"


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 39 há 8 horas

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 39 ATENÇÃO ESSE É O TRIGÉSIMO ...
carlaomg Traição/Corno 16


A Noiva e Filha do Meu Amigo me Seduziu!!! há 9 horas

Voltando novamente para escrever um pouco sobre como...
dotado_safad Jovens 26


Meu Professor, Meu Macho Gostoso! há 1 dia

Meu nome é Songeun, Sonji para os amigos. Agora eu tenho 19 anos. O que vo...
songeun Aventura 56


ESPOSA CONFESSA QUE SE ENGRAVIDOU DO AMANTE há 1 dia

Uma amiga minha encontrou o site de pintos Mórmon e queria que eu visse so...
tigreraiado Traição/Corno 47


Depois de casada fui amante de papai delicia,bucet há 2 dias

Quando esse fato aconteceu fazia pouco tempo que tinha casado, ainda estáv...
laureen Incesto 86


meu tio arregaçou minha bucetinha virgem há 3 dias

Jà desconfiava de titio há muito tempo sempre que vinha em casa não tir...
laureen Incesto 188