Tirando o Soutien da Namorada Novinha

09 de Maio de 2014 Del Contos Eróticos 10437

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Conteúdo originalmente publicado no meu finado blog, A Arte da Pimpagem.

Na minha puberdade, punheta se resumia a roubar playboy ou revistinhas de sacanagem do jornaleiro, ou então tocar uma segurando a calcinha da mãe/irmã do seu amigo, ou então se esconder no banheiro pra ver sua prima tomando banho. Nada além disso.

Não havia a facilidade de hoje em dia com a internet e seus inúmeros e acessíveis sites de putaria. E as novelas da Globo eram mais comportadas. Isis Valverde era neném. A banheira do Gugu e o “É o Tchan” vieram pouco depois, para salvar a punheta nossa de cada dia das mesmas páginas coladas da Playboy de aniversário da Marisa Orth. Claro que a ordem cronológica dessa porra tá toda zoneada. Foda-se.

Para um moleque púbere de hoje em dia ter acesso a uma bucetinha, basta adicionar a menina mais velha no facebook, estudar as postagens dela, elogiar, comentar nas fotos dela dizendo que “fica louco” e então esperar o dia em que ela resolverá fazer a sua alegria. Rápido e fácil.

Já na minha época, quem não comia a prima tinha que esperar aparecer uma namoradinha disposta a lhe apresentar algo mais. Essa namoradinha foi a Karen. Começamos bem devagar, ela mal deixava eu colocar a mão em sua bundinha, mas eu sempre buscava evoluir, visto que já sabia bastante coisa sobre o mundo da putaria e o que eu mais queria era botar minha trosobinha (very little "little Del") em alguém.

Seguiu que evoluímos nas brincadeiras, mas ela nunca me mostrava os seus peitinhos, já desenvolvidos, visto que ela era um pouco mais velha do que eu. Eis que um belo dia, a Karen chega pra mim e diz, toda sorridente:

“Hoje vou te mostrar algo.”

Eu fiquei empolgado, imaginei que finalmente veria aquele bicho cabeludo que eu tentei desvendar outrora. Ou então imaginei que ela me mostraria alguma habilidade diferente com a boca na minha humilde minhoquinha, ao invés das artes dentuças da última moça desajeitada que aproximara a boca dele.

“Tcha-ram.” - disse Karen.

Karen tirou a blusa e revelou…seu novo soutien. O primeiro soutien as mulheres nunca esquecem, isso é fato. Mas eu também jamais esqueceria o meu primeiro soutien. Tomar no cu! Qual o problema de prender essa merda com um laço como em certos biquinis? Aliás, pra que usar essa merda? Adoro peitinhos ouriçados furando a blusa, e o soutien só fode tudo.

Ela então sentou-se na minha frente e disse para eu abrir, que então ela finalmente me mostraria seus peitos branquinhos que eu tantas punhetas toquei, imaginando-os em minha boca.

Posicionei os dedos de forma a despi-la daquela maldita peça de algodão, antes que o meu mini-membro furasse a cueca. Tentei uma, duas e, auxiliado pelo nervosismo típico de um virgem, mil vezes e NADA. Karen, obviamente, ficou bolada e me empurrou. Fiquei mais tranquilo achando que ela mesma tiraria o soutien, mas também tentou, tentou e NADA. Ambos ficamos putos ao extremo. A puta da Karen então vestiu a porra da blusa e foi embora pela porta dos infernos, vadia safada!

Caralho maluco, eu fiquei com um ódio tão grande daquela situação que fui até o quarto da minha irmã mais velha, tirei todos os soutiens dela da gaveta e fiquei treinando, abrindo e fechando um a um. Quando ela chegou e perguntou “que merda é essa seu tarado de bosta?” eu pedi a sua gloriosa ajuda. Minha irmã então concordou em me ajudar, desde que eu não tocasse nos peitos dela de novo.

Durante nosso treinamento, chegaram duas amigas da minha irmã para beber escondido, comer pizza, fofocar e fazer festa do pijama, como elas faziam quando meus pais viajavam. A vagabunda da minha irmã puta contou pras amigas o meu dilema e, depois de me transformar em chacota, as três me ajudaram na epopéia de tirar soutiens com habilidade. A diversão durou horas, elas morriam de rir com meus erros, enquanto minha cueca terminou o dia com mais porra do que cueca de nerd em loja de roupas femininas. Foi adorável ver aqueles peitos todos na minha frente e, claro, tirar umas casquinhas ao custo de uns tapas.

Quando pensei que tinha terminado, uma das amigas da minha irmã virou e disse, enquanto mostrava aqueles lindos seios branquelos de mamilos rosados pra mim:

“Delzinho, você sabe o que fazer depois que abrir?”

Inocentemente disse “não”, na esperança de que ela fosse me ensinar também o que fazer. Então ela empinou aqueles dois limõezinhos e disse pra eu mamar igual bebê. Fiquei doido leitor. Olhei pra minha irmã e a outra amiga, e ambas só olhavam a cena com um risinho de canto de boca. Então fui na direção daqueles róseos biquinhos com a mesma vontade que um bezerro faminto procura as tetas de uma vaca. E quando finalmente encostei minha boca naqueles peitos como um desentupidor de pia…

“Moleque safado, filho duma puta!!!!”

…a vadia me deu um tapa tão forte na cabeça que fiquei zonzo, quase fui a nocaute. Puta safada. Saí chorando e xingando ela, enquanto minha irmã e as amigas riam de mim da forma mais escrota que podiam.

Para tentar salvar minha honra ferida, fui imediatamente à casa da Karen mostrar minhas habilidades. Ela abriu a porta, estava sozinha em casa. Então sem ela pensar muito, arranquei a blusa dela e… 

...vi aqueles lindos peitinhos desnudos, me convidando a serem chupados como dois pêssegos. Ela me disse que nunca mais deixaria um soutien nos atrapalhar. Ao mesmo tempo que fiquei satisfeito, fiquei frustrado, pois queria mostrar à Karen que eu agora sabia tirar soutien. Merda.

OBS: Claro e evidente que todo o conteúdo lido acima é ficção. Delicious M. Sweetness não incentiva o incesto, respeite sua irmã.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado min há 1 hora

Ola galera, é pequeno o conto mas quero relatar,,,,,,perto do meu deposito...
bodiar Traição/Corno 5


Eu e a Fer,,,,,,vizinho Davi vôlei no campinho are há 1 hora

Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado minha esposa não larga do m...
bodiar Exibicionismo 4


FER! Meu pau não saciou SEU TESÃO!,,,Ofereci outro há 1 hora

Ola galera quero dar continuidade no dia em que tiramos para comemorar o di...
bodiar Traição/Corno 5


buceta deliciosa da minha tia há 15 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 47


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 16 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 87


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 16 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 75