Segredos de uma mulher casada VI

09 de Maio de 2014 Aline Contos Eróticos 9772

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Segredos de uma mulher casada VI


Era tarde da noite de um sábado
que seria inesquecível para mim e para Fátima. 
Estávamos todos nós,  ao menos
naquele momento saciados,  mas tínhamos
fome.



Alberto nos convida para
jantar,  nos aprontamos e tal qual chegou,  ele deitou-se no banco traseiro do carro e
saímos rumo ao prazer do bom comer.



Fechamos a noite com chave de
ouro.



Jantamos,  depois fomos a uma boate onde Alberto pode
dançar comigo e com Fátima,  é
claro,  nos dominou completamente
tranformando-se em nosso mestre.



De madrugada ele nos deixou em
casa e foi para o hotel,  Claudio
chegaria na tarde daquele domingo.



Pela primeira vez eu estava a sós
com minha filha e pudemos conversar sem neuras sobre sexualidade,  fidelidade, 
tesão,  assuntos que eu muito
pouco tratava com minha filha.



Tal qual eu,  Fátima conheceu um mundo novo.  Ela por nunca ter tido a oportunidade e eu
por nunca ter sentido sensações tão extremas como as que vinha sentindo.  A alegria, porém não era total;  tínhamos consciência de que estávamos
cometendo um grave erro com Claudio e sinceramente,  apesar desse sentimento,  o prazer que o sexo estava me proporcionando,  impedia-me de pensar em qualquer solução que
me tirasse deste prazer.



Domingo pela manhã toca o
telefone;  é Claudio,  ele lamenta, mas não poderá vir embora
hoje,  isto porque a agenda do curso não
havia sido concluída,  apenas na segunda
ou terça feira ele se encerraria.



A frustração inicial deu lugar à
perspectiva de novamente nos encontrarmos com Alberto,  até porque poderia também postergar seu
retorno á matriz.  Quando lhe ligamos
ele vibrou de alegria e disse que conseguiria transferir seu retorno para
segunda feira à tarde,  nos reservando o
domingo e manha de segunda.  Ficamos
todos felizes,  combinamos então que ele
nos apanharia por volta das 10 horas para aloucarmos.



Exatamente às 10 horas Alberto
chega.  Entramos em seu carro e
partimos.  Ele nos cumprimenta
discretamente e sugere que teremos uma agradável surpresa.  Ficamos curiosas, mas diante de seu
silencio,  resolvemos aguardar.  Ele pega a rodovia e seguimos em direção à
surpresa.  Sentada ao seu lado ele me
puxa para perto de si,  me aproximo e ele
levanta meu vestido.  Fico
intranqüila,  afinal qualquer pessoa em
outro veículo poderia ver-nos,  ele sorri
e levanta totalmente meu vestido deixando-me de calcinha e soutiem.  Com algum esforço,  ele desabotoa meu soutiem e deixa meus seios
saltarem volumosos,  em seguida força-me
a levantar e puxa minha calcinha para baixo, 
estou nua !!  e curiosamente isso
está me dando um prazer enorme. 



Começo a me perceber
exibicionista, olho para Fátima que fica sem entender o que está
acontecendo,  mas seguros com os vidros
escuros,  ela se tranqüiliza mesmo
percebendo que eu estou completamente nua. 
Mas Alberto ao ultrapassar um ônibus, 
abaixa meu vidro e emparelhando permite com os passageiros do ônibus me
vejam pelada!!  A gritaria é geral,  o motorista do ônibus buzina,  os passageiros assobiam, gritam,  me chamam de puta gostosa,  tesão, e eu meu vejo adorando tudo
aquilo,  amei ser desejada.  Acabava de descobrir uma nova alternativa de
prazer...  exibir-me...  Seguimos cantando o resto do caminho quando
então Alberto saí da estrada e após um pequeno trecho em terra chega a uma
chácara de portões altos.  Buzina,  os portões se abrem e vejo um lugar
paradisíaco.  Folhagens de cores variadas
contrastavam com flores de quaresmeiras, bromélias,  dálias, 
rosas, e tantas outras flores lindas. 
Um casarão antigo mas muito bem conservado,  uma piscina enorme de cor azul,  muita gente, e......  pelados !!!!! 
Todos estavam pelados !!!!  Fátima
entra em pânico imaginando que terá que ficar sem roupa!!!  Eu a acaricio e acalmo,  você tem um corpo maravilhoso,  não pode se envergonhar de ficar nua.



Mal o carro para um casal se
aproxima e cumprimentam  Alberto.  Reclamam por estar ainda vestido !  Eu, já nua sou apresentada ao Hélio e a Sandra,  casal que promove estas festinhas privadas.



Fátima e Alberto são levados por
Hélio na casa para tirarem suas roupas, 
eu fico conversando com Sandra. 
Aqui cabe um comentário;  Sandra é
uma mulher lindíssima,  parece até uma
modelo,  coxas grossas,  pentelhos bem fininhos aloirados,  seios volumosos e duros,  bunda enorme e sem estrias,  toda lisinha e perfumada,  causou a mim, também,  um tesão enorme.  Mas continuando ela explica que junto ao seu
marido criaram um grupo de casais e admiradores que se reúnem periodicamente em
lugares como aquele para a pratica do sexo sem remorso.



São adeptos do swing.  Por considerarem absolutamente normal este
tipo de vida,  em seu grupo tem além de
suas irmãs e cunhadas,  sua mãe e
tia,  ambas com 45 anos mas absolutamente
maravilhosas.  Ela me diz que em algum
momento fará as apresentações mas que eu posso ficar à vontade,  caminhar andar que ninguém vai querer me
comer na marra,  eu sou vou dar para quem
eu achar que devo dar,  se houver
química,  se não houver,  terei curtido o clima,  o lugar, 
comido bem e bebido o que quisesse. 
A franqueza e a natureza fizeram o resto,  senti-me livre, leve e solta.



Vejo que Fátima se aproxima.  Fico orgulhosa de ter produzido um ser humano
tão bonito, de formas tão suaves,  de
meiguice incomparável,  ela chega eu a
abraço e dou um leve beijo em seus lábios no que sou correspondida,  aquele cenário era simplesmente
hipnotizador,  nos fazia fazer coisas e
mais coisas....



Decidimos ir para a piscina,  o calor era intenso,  o cheiro de churrasco tomava conta do
ambiente e na piscina,  vários casais já
se amavam com absoluta tranqüilidade.



Entramos e quase em seguida
Alberto entra também,  se aproxima de
nós,  me abraça pelas costas,  seu pinto já duro espeta a minha bundinha... debruço-me
sobre minha filha,  abaixando mais meu
tronco e deixo meu traseiro exposto aos olhares gulosos de Alberto,  a água facilita a penetração e ele enterra
seu pinto em meu cuzinho.  Começa a
bombar fortemente,  como estou apoiada na
Fátima,  faço-a ter também o movimento de
vai-e-vem...  olho em volta, ninguém dá a
mínima pra gente,  todo mundo se
divertindo.  Nisso Sandra se aproxima de
nós,  Alberto continua bombando,  ela pega então as mãos de Fátima e a leva
para um canto da piscina.  Lá chegando
percebo que está passando as mãos nos seus cabelos e descendo para seus
seios,  e para sua buceta,  por ter um corpo maior,  Fátima some á sua frente,  vejo então Fátima galgando a piscina,  sentando em sua beirada,  e Sandra no meio de suas pernas,  começa a chupá-la delicadamente.   Estou
urrando de prazer,  ondas percorrem meu
corpo como choques elétricos,  as sensações
físicas que tenho com o pinto de Alberto entrando e saindo de mim e também a
cena erótica de Sandra e Fátima, 
fazem-me gozar deliciosamente.



Alberto então me vira,  com uma de suas mãos levanta minha
perna,  e com a outra mão direciona seu
caralho para minha buceta,  novamente a
entrada é facilitada pela água,  que
delicia,  aquele cacete que me completa
gostaria que nunca mais saísse de dentro de mim,  se pudesse, 
naquele momento,  gostaria de ter
um outro enterrado em meu cuzinho.....



Fátima e Sandra estão agora
deitadas uma sobre a outra se beijando e se esfregando.  Agora vejo Hélio abraçando Sandra e
Fátima.  Olho novamente e Hélio já está
enterrado na bucetinha da Fátima,  Sandra
aproveita seu cuzinho exposto e o lambe provocadamente.



Surge um bonito rapaz que abraça
Sandra mas ao olhar Fátima sobre o pinto de Hélio e com seu cuzinho à mostra,
abaixa-se e vai realizar a primeira experiência de minha filha na arte
anal.  Peço a Alberto parar um pouco e
presto atenção para ver se Fátima rejeita a situação para eu intervir ! Mas o
que vejo é Fátima abaixar seu tronco em direção ao Hélio favorecendo a
penetração que começava.  O rapaz depois
que colocou a cabeçinha de seu pinto no cuzinho de minha filha,  deu um tranco violento enterrando de uma só
vez todo o seu pinto que não era pequeno. 
Fátima urrou.  Hélio puxa seu
rosto e a beija sofregadamente,  ela
aceita e corresponde,  agora dois homens
bombam cuzinho e buceta de minha filha.



Alberto fica maravilhado,  sorri para mim como se dissesse,  vou querer 
também....


continua




Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado min há 10 horas

Ola galera, é pequeno o conto mas quero relatar,,,,,,perto do meu deposito...
bodiar Traição/Corno 8


Eu e a Fer,,,,,,vizinho Davi vôlei no campinho are há 10 horas

Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado minha esposa não larga do m...
bodiar Exibicionismo 8


FER! Meu pau não saciou SEU TESÃO!,,,Ofereci outro há 10 horas

Ola galera quero dar continuidade no dia em que tiramos para comemorar o di...
bodiar Traição/Corno 9


buceta deliciosa da minha tia há 15 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 51


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 17 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 93


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 17 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 83