Minha Amiga Loira na Copa

29 de Maio de 2014 Arthur Benário Contos Eróticos 5701

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


    Meu nome é Arthur, tenho 17 anos. Durante a Copa das Confederações de 2013, a minha amiga Gabi me convidou para passar um dia na casa dela, assim assistiríamos juntos ao jogo do Brasil. Gabi é loira, baixinha, mesma idade que eu, linda, bundinha empinada, peitos redondinhos, cinturinha fina, seu rosto é um dos mais lindos que já vi, arredondado, branquinho (fica rosado com facilidade), nariz pequeno e fino, olhos castanho claro, boca pequena e rosada. Gabi é uma loira para não se colocar defeito, suas curvas parecem ter sido desenhadas, deixa qualquer um de boca aberta quando passa pela rua.

    Aceitei o convite instantaneamente, não pela beleza da Gabi, mas pela amizade, adoramos a companhia um do outro e amamos futebol, era a oportunidade perfeita para nos vermos. Nossa amizade sempre foi muito grande, não temos segredos um com o outro. Mas é impossível não sentir tesão quando você está perto de uma loira como ela, porém nunca tentei nada, a amizade era muito forte pra colocá-la em risco, mulheres bonitas tem muitas por aí (apesar de nenhuma chegar aos pés da Gabi).

    Quando deu a hora, me arrumei e fui para a casa da Gabi, chegando lá, sou recepcionado por ela que estava vestindo um shortinho e uma camisa curta (o que já me chamou atenção), me deu um abraço forte, na pontinha dos pés, e me elogiou dizendo q tudo q ela queria pra ela era um garoto bonito e cheiroso como eu, levei na esportiva (já que somos muito amigos) e ri, ela riu de volta e disse: "Estou falando sério, meu sonho é ter um garoto bonito, bem arrumado, inteligente, legal, engraçado, romântico e beeemm safadinho como você" e riu novamente. Rebati dizendo que quando ela achar esse garoto, ele terá muita sorte de ter alguém tão especial como ela. Para minha satisfação "interna", ela pegou na minha mão, foi me levando pela casa e disse: "Eu sei que eu já encontrei ele." Perguntei pelos pais dela e ela me respondeu com um sorrisinho no rosto : "Eles foram passar o mês na casa da minha avó e perguntaram se eu queria ir, disse que não, preferia ficar em casa, aí eles me deixaram aqui, só voltam mês que vem. É bom que podemos ter um pouco mais de liberdade e privacidade" e novamente percebi aquele sorrisinho safado no rosto dela.  Gostei muito de saber que ela planejava algo, gostei ainda mais pelo fato de que ela me conhece bem, sabe do que eu gosto, sabe me provocar e vai se utilizar muito dessas artimanhas. Subimos a escada até chegarmos no quarto dela, onde ela me jogou na cama que estava de frente à TV ligada (estranhei, ela não ia ser tão rápida e direta assim, ela ia ficar me deixando com tesão aos poucos porque quando eu a agarrasse de vez, já estaria louco de tesão e ela também). Então, como o esperado, ela me disse que tomaria um banho e que seria rápido, que daqui a poucos minutos ela me daria "atenção", acenei com a cabeça positivamente e ela entrou para o banheiro no quarto dela. Depois de uns minutos ela saiu enrolada na toalha curta em seu corpo, fiquei hipnotizado com sua beleza, então ela me disse: "Você não se incomodaria se eu trocasse de roupa na sua frente não né? Acho que já somos amigos o suficiente para não termos vergonha um com o outro, até porquê, até onde sei, você não é de ter vergonhas kkkkk". Ela deixou a toalha cair suavemente e lentamente mostrar as lindas curvas do seu corpo, os peitos eram ainda mais redondos do que aparentavam, a bunda ainda mais empinada e a bucetinha, nossa, essa era de mais, rosadinha, quando a toalha finalmente caiu no chão eu já estava babando, ela abaixou-se até a última gaveta do  guarda-roupas que ficava de frente para mim, quando vi aquela bundinha empinada para o alto me levantei e fui até ela, no momento em que cheguei até ela, ela tirou uma camisa da Seleção grande que lhe servia como vestido curtinho e vestiu, sem sutiã e sem calcinha, ela disse que ela não precisava comigo e que essas coisas deixava ela com mais calor do que já estava, aquilo ferveu meu sangue, agarrei-a e beijei-a ardentemente, passando a mão por cada parte do seu corpo, encostei meu corpo ao dela, ela parou o beijo, e me perguntou como se já fôssemos namorados e ela já soubesse tudo o que aconteceria desde o início: "E você? Não sente calor com essa camisa?" e foi tirando a minha camisa, me deu mais um beijo e me empurrou  para a cama (quando eu pensei que tinha acabado a "sessão de aquecimento"....)

     Olhou para mim com cara de "vou te fazer implorar" e disse: "Vou lá em baixo fazer uma pipoca para assistirmos um filme ok? E você trate de se comportar, esse é só o primeiro dia, temos um mês inteiro ainda, ou quem sabe, temos mais que um mês". Ela desceu a escada e foi até a cozinha, ela me falou para me "comportar" mas sabia bem o comportamento que ela queria que eu tivesse, desci depois de ouvir o apito do microondas avisando que a pipoca estava pronta, encontrei ela nas pontas dos pés para pegar um pote no armário da cozinha, cheguei lentamente por trás dela, colando bem os corpos, peguei o pote para ela, se virou de frente para mim, olhou no fundo dos meus olhos, esfregou carinhosamente seu rosto no meu e me pegou de jeito (como gosto quando a garota também é safadinha rsrs). Sem perceber, por causa do beijo, ela tomou o pote da minha mão e saiu depois de despejar a pipoca sobre ele, fiquei admirando a sua beleza, leveza e delicadeza, e me perguntando o porquê de nunca ter arriscado antes, ela foi para o quarto, quando cheguei lá ela já estava sentada na cama com o pote com pipoca entre as pernas, sentada de pernas abertas, da porta dava para ver sua bucetinha, estava prestes a agarrá-la só que isso seria me dar por vencido, senti q havia como uma pequena competição para ver quem ia resistir por mais tempo rsrs

     Entrei e fiquei meio que deitado do lado dela, ela se encostou em meu peito e acariciou-me, continuou a comer pipoca.

     Quando de repente uma pipoca caiu sobre minha bermuda, quando ia tirar, ela deu um tapinha na minha mão, olhou face à face e disse: "Eu deixei cair, eu pego" foi me beijando e passando a mão no meu peito, e foi abaixando, me beijando, até chegar à pipoca que tinha caído, ela pegou com a língua enquanto olhava fixamente para mim e apertava a minha bermuda até ganhar o formato do meu pau, ela tirou a minha bermuda e voltou a assistir o filme recostada no meu peito enquanto comia a pipoca, agora era a minha vez de "acidentalmente" deixar uma pipoca cair dentro da blusa dela, ela já ia tirar e então parei a mão dela e repeti o que ela me disse antes: "Eu deixei cair, eu pego" e ela riu para mim, peguei a mão dela e coloquei sobre o meu pau, passei a mão pela perna dela, subindo, passando pela bunda e pela rosadinha que já estava pra lá de molhada, ela apertou o meu pau, senti que ela já estava quase cedendo, subi mais a mão e tirei a blusa dela, beijei-a, segurei-a pela perna e pela cintura e com a língua pequei a pipoca que estava entre seus peitos, a mão direita dela estava sobre o meu pau q ela esfregava bastante por cima da cueca e a mão esquerda segurando a minha cabeça, quase forçando para que eu chupasse seus peitos, olhei no rosto dela, estiquei a língua, cheguei bem perto do mamilo mas resisti no último cm de distância e fugi para o pescoço dela, ela soltou gemidinhos e me disse que sabia um jeito de terminarmos, ou melhor, começarmos com isso sem ninguém "perder", ela me fechou os olhos e me deitou sobre a cama, com a cabeça na ponta, ela veio devagar, me beijou de cabeça para baixo, e foi seguindo, à medida que cada centímetro que ela movia eram beijos e chupões de ambas as partes, chupei sedentamente seus peitos e assim continuamos, até ela chegar ao meu pau e e sua bucetinha à minha boca, ela já estava molhadinha, deliciosa, ao mesmo tempo que sentia minha língua passando na Gabi eu sentia a língua dela passando no meu pau, ela chupava, parava e gemia, eu passava a língua nela e ela ficava cada vez mais molhadinha, mais gostosa, mais rosadinha,  passando a mão na bunda dela enquanto a chupava, enfiei um dedo em sua bundinha e em sua bucetinha sem parar de chupar, senti pela chupada dela como isso deu mais tesão a ela, ela passava sua linguinha em todo o meu pau (me lembrando da música "insistíamos no 0 a 0 mas queríamos e terminamos no 1 a 1 kkkk). Depois ela se sentou em minha boca, e virou para o outro lado, agora víamos o rosto um do outro, continuava a chupá-la, ela me segurava pela cabeça e gemia. Ela saiu de cima da minha boca, me deu um beijo olhou para mim e saiu correndo olhando para trás como se estivesse me chamando. Se ela queria fazer um "passeio" pela casa, por mim tudo bem rsrs ela parou na cozinha onde tinha uma bancada, ela chegou e subiu na bancada, ficando de quatro, mais ou menos na altura da minha boca, ela queria mais chupadas na bucetinha, olhou pra mim e pediu para eu "lubrificar" bem, nem pensei duas vezes, nem falei nada, quando uma loira como a Gabi te pedir para fazer um bom sexo oral você nunca deve recusar rsrs segurei as pernas dela abrindo-as e mergulhando minha boca nela, passei as mãos por fora de suas pernas e massageei seus peitos, depois de um tempo de intensos gemidos ela saiu para um novo cômodo, correu para a sala onde deitou a parte de cima do corpo na mesinha de centro e empinava sua bundinha para o alto, cheguei passando a cabeça do meu pau por cima, esfregando até ir enfiando bem devagar enquanto segurava na sua nuca e na cintura e ela abria a boca em um gemido sem som, comecei o vai e vem delicadamente mas em razão de segundos ela implorava pela força, atendi seu pedido prontamente com estocadas firmes e fortes, o barulho da transa ecoava pela casa,  puxei  Gabi pelo  cabelo até apoiá-la na parede, onde continuei com as estocadas e a segurar o cabelo, só que agora ela podia sentir minha respiração quente nas suas costas, ela me empurrou e saiu em direção ao banheiro, onde ela entrou no box e ficou de frente para a porta com uma perna dobrada apoiada ao lado da outra perna, como se fosse um "convite" cheguei, ajoelhei e chupei ou como ela gosta de chamar "lubrifiquei" ainda mais a sua bucetinha, me levantei e fiz o mesmo que fiz na sala, passei a cabeça primeiro, coloquei todo meu pau devagar mas quando finalmente suspendi Gabi e ela me envolveu com suas pernas e braços, fui com toda a força e firmeza no vai e vem, ela gemia, me apertava, ficava louca com as estocadas e gemia sem se preocupar com o barulho. 

     E com isso tudo eu já estava pirando, até que depois de um tempo nós gozamos, aproveitamos o lugar e tomamos um banho cheio de beijos, abraços e carícias. Voltamos para o quarto da mesma forma que estávamos antes, a única diferença era o sentimento, ficamos deitados na cama, ela com a camisa da Seleção, sem calcinha e sem sutiã por baixo, deitada em mim, assistimos ao jogo do Brasil e olha que sorte, a Seleção ganhou!! Passei o mês na casa dela, meus pais sempre foram a favor de ficarmos juntos, quando contei que ia passar o mês com ela, eles nem pensaram duas vezes e me liberaram, foi o melhor mês das nossas vidas.

Arthur Benário


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado min há 1 hora

Ola galera, é pequeno o conto mas quero relatar,,,,,,perto do meu deposito...
bodiar Traição/Corno 5


Eu e a Fer,,,,,,vizinho Davi vôlei no campinho are há 1 hora

Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado minha esposa não larga do m...
bodiar Exibicionismo 5


FER! Meu pau não saciou SEU TESÃO!,,,Ofereci outro há 1 hora

Ola galera quero dar continuidade no dia em que tiramos para comemorar o di...
bodiar Traição/Corno 5


buceta deliciosa da minha tia há 15 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 48


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 16 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 87


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 16 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 75