Sexo tântrico

30 de Maio de 2014 Carpe Diem Contos Eróticos 7862

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Fim de semana na casa de praia regada de muito churrasco,
vodka e cerveja...



É assim que inicia realmente o meu verão... Para muitos,
sendo até normal chegando a ser habitual. Contudo, há um motivo especial.



Após um ano de muito estudo no pré, estávamos comemorando
nossa aprovação na Universidade... Infelizmente, esta alegria não foi para
todos, mas, estávamos ali, em plena sexta-feira em uma casa de praia grande e
com uma bela Lua que parecia nos observar naquela noite estrelada...



Ao chegar, nos
acomodamos... Eram três casais que ficaram em suítes separadas e os demais
amigos dividiam os outros dois quartos...



Certamente uma divisão bem justa para quem queria aproveitar
a dois né! Rsrsrs Pois éramos quinze no total...



Fomos à cozinha preparar a carne pro churrasco, cortar os
limões pra caipirosca e organizar a gela, é claro!



Começamos a beber após na varanda da casa, entre umas gelas
e outras, alguns só na destilada, íamos comemorando, brindando e dançando ao
som de Aviões... Alguns já ficando e os beijos rolando...



Eu seguia na vodka, bebendo muito... Mas muito mesmo...
Coisa que não fazia com frequência!



Por volta da meia noite, a namorada pede para ir devagar...
Pois ia acabar perdendo a noite... Recado dado é recado entendido...



Pedindo com tanto carinho né? Não tem esse que não dê um
tempo na birita... Rsrsrsrsrsrs



Dançamos um pouco, já estava excitado com o bate coxa rolando
e ela diz que vai entrar para ajeitar o quarto... Venha pro quarto depois...



Dando desculpa pra galera, ela fala:



- Vou ali ajeitar o quarto logo, antes que ele arrie...
Rssrsrsrs



Neste momento, óbvio, ficam todos me zoando... Apenas abro o
sorriso irônico...



MENTIRA!



Não agüentei ficar
calado... Então falei... Eu sei bem onde vou arriar daqui a pouco... kkkkk



Joguei mais uma partida de sinuca e fui ao quarto
ajudá-la...



Ao chegar, bato na porta e ao entrar, percebo o clima
preparado por ela... Aquilo tudo foi minuciosamente pensado e preparado com
muito carinho...



A cama bem forrada com lençol branco e detalhes em corações
vermelhos... Velas vermelhas aromáticas de odor doce e afrodisíaco dispostas sobre
os móveis com muito requinte onde perfumava o ambiente e despertava meus
sentidos com esmero.



Ainda meio tonto, demoro a perceber que os corações na cama
não eram detalhes do lençol, e sim, feitos manualmente com pétalas de flores...
(Meio gay isso, rsrrss) Mas, avaliei por outro ponto de vista... Tudo que ela
queria era um bom romance...



Encantado com tudo,beijei-a ainda em pé... Tava txão lindo
que não queria estragar a decoração... Ainda! rsrsrs



Ficamos ali encostados na parede áspera do quarto nos
acariciando, nos beijando enquanto ouvíamos o barulho do som na frente da casa
e a conversa de alguns amigos que estavam na cozinha conversando muita merda e
putaria é claro...



Envolve-me com seus braços enquanto me beija lentamente...
Como se tivesse degustando um bom vinho... Sentido seu aroma e passando-o
lentamente sobre suas papilas gustativas...



Eu mordia seus lábios vagarosamente e a via fazer o mesmo...
Estávamos num jogo lento e sensual... Tirei sua blusa aos poucos... A cada
pouco que subia, dedilhava-a tocando lentamente em seu ventre... Fazendo-a
ofegante e sentindo arrepiar...



Extasiado com aquele momento tênue de nossos corpos... Podia
gozar a qualquer momento... Mas não! Quero lambuzar-me em seu mel... Apesar da
excitação, queria provar de toda a extensão de seu corpo... Adentrá-la era o
que não pretemdia neste momento.



Ela retirou minha camisa e passou lentamente sua face em meu
peitoral como se quisesse senti-lo... Lambeu meus mamilos numa expressão de
gratidão e êxtase...



Deito-a sobre as pétalas... O cheiro adocicado das velas
permeia sobre a atmosfera afrodisíaca do ambiente...


Ela espreguiça-se, trazendo os braços para traz... Fazendo
com seu short jeans folgue... Neste momento, passo minhas mãos sobre sua calcinha
lentamente seguindo para cima e desabotôo o botão.



Retiro seu short lentamente enquanto nos olhamos fixamente...



- ACHO QUE FORAM DORMIR... Alguém fala da cozinha...



Sorrimos e continuamos em silêncio...



Beijo seu pé e tornozelo enquanto ela pega a vela se esticando...
A cera é um óleo de massagem comestível... Diz!



PERFEITO!



Derramo vagarosamente a cera vermelha em seu tornozelo enquanto
escorre lentamente de encontro ao seu sexo devido à viscosidade do líquido...



Espalho no transcorrer de sua perna e degusto cada gota indo
de encontro ao seu melzinho...



Sua virilha completamente babada deixava-a louca... Contorcia-se
de prazer... Buscava o prazer supremo e prolongado dela promovido pelo gostoso
sexo tântrico que fazíamos.



Detalhe: Não tinha si quer tocado em sua prexeca
latejante...



“Desperdicei” alguns minutos ali... Ela rebolava, eu me
afastava um pouco... Queria apreciar aquele momento...  Queria vê-la no ápice do gozo... Eternizando
aquele momento... Contudo, não queria vê-la gozar... Pelo menos por enquanto...



Repeti todo o processo iniciando na outra perna... Ela ainda
de calcinha e eu de bermuda... Meu pau “sofreu” com o atrito que fazia na
bermuda grossa...



Após alguns minutos em sua virilha passo o meu queixo sobre sua calcinha sentindo o melzinho
aflorando em sua calcinha de algodão... Queria era ter passado o meu queixo sob
sua calcinha... Mas fui forte e decidido...



Lembro-me de dois lenços acima de nossas mochilas que
estavam no canto do quarto...



Busco os lenços, junto suas mãos e amarro-as com leveza
acima de sua cabeça...



Com o outro, vedo seus olhos e empurro-a lentamente num
movimento contínuo e delicado para deleitar-se sobre as pétalas...



Afasto-me, saiu da cama e admiro-a por uns longos dois
minutos... Surpresa, tenta sentir meus movimentos envolta da cama... Beijo seu
pé... Demoro... Beijo sua testa... Demoro novamente... Beijo sua boca... Seus
seios e sua virilha... Tentando deixá-la confusa onde ia tocá-la.



Retiro sua calcinha... Beijo sua virilha e pequenos lábios
lentamente... Sem pressa de sentir a maciez do seu pudim...



...



Enfim, saciar a fome... Ela geme baixinho enquanto sugo seu
melzinho... Está imóvel e com os olhos vendados... Recheio seu pudim com gotas
do óleo da vela... Ela vai à loucura... Está desfigurada de prazer... Sensível
de uma forma que jamais vi... PERFEITO!



Seu corpo se contrai, a respiração fica ainda mais ofegante,
seu clitóris enrijece ainda mais e ela geme enquanto desloca sua lombar da cama
num involuntário movimento de seu gozo... Continuo a provar de seu pudim
enquanto coloco dois dedos em sua boca na tentativa de abafar os seus
gemidos...



Agora liberta de seus lenços, me segura pelos cabelos
fazendo-me continuar...



Estou com a cabeça enterrada em suas pernas, provando mais daquele
melzinho... Neste momento, o volume do som é aumentado...



... Ela aproveita...



Geme sem restrições agora... Já não sinto mais suas mãos em
meu cabelo... Ela está totalmente entregue, sem forças, gozando e gemendo alto...
Que delícia!



Em seguida, ela senta na cama e retira minha bermuda e cueca...
Agarra minha bunda de forma vigorosa e soca meu mastro na boca... Engole
tudo... Que delícia!



Após alternar lambidas e punhetas  com ele na boca... Deitamos de ladinho na
cama...



Levanto sua perna direita e introduzo em sua prexeca inundada
de prazer... Movimentos lentos e profundos... (A posição permite essa profundidade...)
Enquanto nos beijamos por longo período...



Cansado... Peço que sente... Ela não hesita e vem
instigada...  Os movimentos lentos dão
lugar a cavalgadas fortes e intensas... Não demora e gozo gostoso dentro
dela... Excitada, ela continua a cavalgar, agora cheio de porra quente saindo
de sua prexeca...



Ela goza de forma magistral...



Agora sendo penetrada e controlando todos os movimentos...



E era apenas sexta-feira...


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado min há 1 hora

Ola galera, é pequeno o conto mas quero relatar,,,,,,perto do meu deposito...
bodiar Traição/Corno 5


Eu e a Fer,,,,,,vizinho Davi vôlei no campinho are há 1 hora

Ola galera sou bodiar, como ja tenho comentado minha esposa não larga do m...
bodiar Exibicionismo 4


FER! Meu pau não saciou SEU TESÃO!,,,Ofereci outro há 1 hora

Ola galera quero dar continuidade no dia em que tiramos para comemorar o di...
bodiar Traição/Corno 5


buceta deliciosa da minha tia há 15 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 47


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 16 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 87


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 16 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 75