Eu 16. Ela 26. (l.c.7°)

05 de Junho de 2014 challenger Contos Eróticos 3761

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Minha tia me deixava louco até quando usava uma roupa que "apagava" suas curvas. Sua blusa escondia os belos seios grandes e gostosos que eu, agora, gostaria de lamber por horas. Depois de ela me chupar debaixo da mesa do café da manhã e me fazendo gozar dentro da sua boca, iríamos ver sua loja de roupas. Ela disse que estavam reformando. Eu pensei que seria outro lugar para comê-la, mas quando chegamos lá, já havia gente trabalhando. Sua loja era pequena, mas com um espaço bem distribuído. Ia ter duas vitrines em cada canto e no centro a entrada. Dizendo ela que vai colocar uma cortina na porta. O altura do balcão ficou alto e no canto da loja, dois vestiários para as trocas de roupa e no outro canto, um banheiro, até grande. Ah, e uma sala de estoque.

   Minha tia estava maravilhada com o lugar e eu só imaginava os lugares e as formas de transar com a minha tia naquela loja. Ficamos quase toda a manhã naquela loja, ela dando os detalhes, tirando fotos e conversando comigo. Fomos almoçar num restaurante perto. Como eu queria beijá-la na boca! De dia ela ficava mais linda, sei lá. Tirei a putaria da cabeça, almoçamos e conversamos, ela sempre sorridente e me dava uns olhares que eu ficava muito excitado. Ao sairmos ela disse que me deixaria em casa e que iria resolver assuntos burocráticos e que mais tarde voltaria. Quando chegamos e o portão fechou, nos beijamos ali mesmo, dentro do carro.

   -Nossa, estava louca para ter sua boca.

   Agarrei ela de um jeito "esfomeado". Tirei sua blusa e seu sutiã. Fui lambendo e chupando seus seios, apertando com as mãos e mordendo de leve seus bicos. Reparei que se chupasse só as pontinhas ela ficava louca. Os bicos endureceram de tal forma que ela pedia para não morder, mas eu não parava. Suas mãos passavam por todo o meu corpo, até parar em cima do meu pau, que estava explodindo dentro da calça. Quando ela abriu minha calça e tirou-o de dentro da cueca, senti um alívio. Agora foi a vez dela de me lamber. Ela estava insana de tesão. Passou sua língua na minha boca, na minha bochecha, descendo para o pescoço e para a minha nuca, enquando sua mão esquerda estava no meu pau. Começou a me dar uns chupões gostosos no meu pescoço, falando no meu ouvido que estava apaixonada por mim, que era minha, toda minha e que a noite, queria que eu a agarrasse com força, que a usasse, que abusasse, que a tratasse como uma puta, que queria ser humilhada e pediu para eu não esquecer dos tapas.

   Fiquei gemendo com aquela sua "fome". Tremia de tesão e estava achando que iria gozar. Foi quando agarrei seu rosto, beijei sua boca, lambendo-a toda. Tirei sua mão do meu pau e puxei seu pescoço para baixo. Senti sua boca quente engolindo meu pau. Estava com tanta vontade de gozar que empurrava sua cabeça para baixo, sem falar que eu socava meu pau dentro da sua garganta. A puxei de volta para cima pelos cabelos e perguntei se ela era mesmo minha. Seu rosto e sua boca estavam molhados por causa do meu pau. Vi que ela queria me comer com sua boca. 

   -Você é minha?

   -Sou toda sua!

   -O que você sente por mim?

   -Estou apaixonada por você meu lindo e quero ser sua em todos os momentos, quero ficar grudada em você!

   Dei um tapa na sua cara e a beijei novamente. Antes que sua língua se encontrasse com a minha, me afastei e dei ontro tapa na sua cara.

   -Você é minha, para tudo o que eu quiser, entendeu?

   E antes que ela pudesse dizer sim, eu a empurrei de volta para o meu pau. Soquei rápido na sua boca e ela nem precisava que eu a empurrasse, pois engolia meu pau até o fundo. O carro estava bem embaçado, quando eu disse que iria gozar. Ela não tirou a boca, pelo contrário, continuou a me chupar. Minha porra saiu novamente como um jato. 

   -Nossa, como é maravilhoso gozar na sua boca tia. Sua puta! Engole tudo cadela! Ahhhhhhhhhhhhhhhhh vai engole toda a minha porra. Que delícia.

   Depois que gozei e ela limpou tudo com suas sugadas, nos vestimos. Nos beijamos felizes. Saímos do carro, ela passou rapidamente no banheiro e saiu. Minha vontade de ficar com ela na cama era grande e ela percebeu:

   -Volto logo mais a tardezinha meu amor. Vou morrer de saudades. Me beijou deliciosamente na boca e saiu.


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 37 há 16 horas

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 37 Aviso aos seguidores que, após qu...
carlaomg Traição/Corno 19


DENTRO DO ONIBUS ELE ENFIOU O DEDO NA MINHA BUCETA há 20 horas

Sou Mel , tenho 25 anos ,seios fartos ,bunda arrebitada bem gostosa ,tesuda...
laureen Fantasias 93


Peguei o cunhado FODENDO minha filha e FODI c/ ele há 3 dias

Olá, me chamo Geane, na época deste fato eu era casada com um médico, ca...
dammasafada Aventura 229


AMANDO O PADRASTO há 5 dias

Agora que eu expliquei meu décimo oitavo aniversário, eu preciso de tomar...
tigreraiado Incesto 230


FUDENDO A BUCETINHA DELICIOSA DE UMA GP há 5 dias

Todos os meus colegas já saíram com garotas de programa e eu sempre ...
laureen Heterosexual 130


Meu Amigo Me Comeu Bem Gostoso, Abriu-Me Todinho! há 6 dias

Oii meu nome é Jimmy durante toda a minha vida juntei poucos amigos, mas c...
songeun Gays 161