Eu 16. Ela 26. (l.c.8°)

06 de Junho de 2014 challenger Contos Eróticos 3906

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Passei a tarde toda pensando na minha tia. Caracas, fiquei viciado nela. Para falar a verdade, apaixonado mesmo. Durmi um pouco, assisti programas na tv. Vi outras coisas no meu notebook. Malhei um pouco e andei pela casa. Minha tia tinha uma casa grande para quem mora sozinha. Passou uma ideia rapidamente: e se eu morasse com a minha tia? Nossa, seria tudo de bom. Lá em casa está meio complicado mesmo. Com duas irmãs mais novas e eu sendo o mais velho, teria mais sossego para estudar e ainda ajudaria minha tia na sua loja, não sei como, (ou comendo mesmo). Faria supletivo, e transaria com a minha tia todos os dias, bom quase todos. Ouvi o portão da garagem abrindo e meu pau endurecendo, os dois são automáticos, eu ri.

   Ela abriu a porta sorridente, e pediu que eu a ajudasse a tirar algumas coisas do carro, me dando um beijo daqueles.

   -E aí, como foi Vanessa? (era tão estranho eu chamar minha tia pelo nome, que até ela estranhou). Ela me puxou para o canto da garagem, mexendo nos meus cabelos, beijando meu pescoço e disse no meu ouvido:

   -Todas as outras pessoas me chamam de Vanessa, você tem que ser diferente. Prefiro que me chame de tia, ou de escrava, de puta ou de... 

   Ela parou e me olhou apaixonada, depois foi para o carro, me passou algumas caixas e umas roupas, dizendo que tinha um presente para mim, na verdade o presente seria para nós dois. Fiquei curioso para ver.

   Entramos em casa, e fomos para a sala. Ela estava suada e começou a contar que a papelada e outras autorizações para a abertura da loja, ficariam para o mês que vem. Pensei que fosse reclamar, mas ela nunca reclama, sempre vê as coisas pelo lado positivo. Disse que teria mais tempo para arrumar a loja. Pediu para que eu sentasse no sofá e abrisse algumas caixas. Fiquei surpreso quando abri e vi alguns objetos eróticos. Tinha algemas confortáveis da cor rosa. Venda para os olhos, e uma outra coisa que tive que perguntar, mas já sabia o que era.

   -Deixa eu colocar. Ela amarrou uma coleira no pescoço, com cordão e tudo e ainda tinha uma "fucinheira" para a boca, que eu acho que ela não conseguiria falar. Disse que comprou também chicotes e que um deles, na ponta tinha formato de coração. Quase ri. Ainda bem que não tinha nada de diferente, sei lá...vibrador e essas coisas toscas. Ela comprou outras algemas que podem ser amarradas na cama. Mas gostei mesmo foi da coleira e dos chicotes. 

   Mas o melhor mesmo foi quando ela mostrou algumas roupas que ela iria vendar na sua loja. Minisaias de todos os formatos, que devem ficar bem colado no corpo. Saias, vestidos longos (que ela já usa), vestidos curtos, tubinhos. Ela falava os nomes das roupas que eu não conhecia, tipo "body com nó", "saia plissada", "saia peplum", "cropped" e de todas as cores. Meu pau latejava a cada roupa que ela mostrava e eu imaginava nela. 

   -Todas essas roupas você pode escolher para eu usar a qualquer hora. -É só mandar que eu coloco. -Bom, vai olhando o resto dos presentes que eu já volto. 

   Ela me comprou algumas camisetas, tipo mormaii, que eu adorava usar. Quando acabei de olhar tudo ela me veio usando uma das roupas que mais gostei, uma minisaia curta estampada e uma blusa tipo legging. Ela não usava sutiã e seus bicos estavam durinhos. Mas que mulher gostosa. Ela sorria com aquela boca safada. Ela tirou toda a minha roupa e nu fiquei sentado no sofá, enquanto ela rebolava sua bunda quase no meu nariz. Ela é linda demais. E gostosa. Passei minha mão nas suas coxas e subi minha mão, estava sem calcinha também. Achei que iria chupá-la, mas ela sentou em cima de mim e encaixou sua buceta molhadinha no meu pau duro. Ela gemeu tão alto e gostoso que pensei que ela havia gozado. Ficou assim por alguns segundos.

   -Agora sou eu quem vai te comer meu sobrinho lindo. 

   Ela então começou a meter, literalmente. Afundava sua buceta no meu pau com gosto, fazendo movimentos rápidos. Rebolava e gemia. Falava baixinho no meu ouvido. Dizia que estava louca por mim, que estava apaixonada e que me queria para sempre. O sentimento era recíproco. 

   Do jeito que ela fazia eu sabia que iria gozar rápido. Mas acho que ela conseguiu gozar antes de mim, pois sua buceta estava encharcada. Metia sua buceta com força, mais como uma fome, que eu não sabia que ela tinha. Levantou sua blusa e eu comecei a lamber seus seios quando subiam e desciam. Agarrei sua cintura bem forte porque eu iria gozar em questão de segundos. Dei um tapa forte na sua bunda, que teve eco na casa toda.

   -Ai meu sobrinho maravilhoso, você me faz gozar bem gostoso. Sou sua para sempre.

   Nisso eu estava gozando também e gemendo, estocando meu pau fundo naquela buceta. Gemíamos os dois ao mesmo tempo, quando ela me beijou na boca e disse me olhando nos olhos:

   -Eu te amo!



Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
meu tio arregaçou minha bucetinha virgem há 13 horas

Jà desconfiava de titio há muito tempo sempre que vinha em casa não tir...
laureen Incesto 49


ARROMBADA NA INTERATIVIDADE - DELICIA DE MORENO há 1 dia

Estava muito ansiosa aquela noite. Eu e meu namorado estávamos indo para...
lsanchesb Aventura 58


meu tio tirou meu cabacinho delicia adorei há 2 dias

Entramos na casa de meu tio, ele me sentou em um banco, eu quase que desmai...
laureen Incesto 105


meu pai fudeu minha bucetinha bem gostosinho há 2 dias

Desde menininha eu via meu pai fudendo minha mãe e Desde menina via meu...
laureen Incesto 106


tirei o cabacinho da minha prima fogosa buceta del há 2 dias

tirei o cabacinho de minha priminha gostosa Eu morava um pouco distan...
laureen Heterosexual 97


o safado gozou na minha calcinha e bucetinha,metrô há 2 dias

gozou na minha calcinha e bucetinha no metrô, Meu nome é Mel ,loir...
laureen Fantasias 133