A Segunda também não se esquece. Salvador-Ba 1975

07 de Junho de 2014 Luiz Passos Contos Eróticos 1264

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


A Segunda
também não se esquece. Ssa-Ba 1975



Os contos são verídicos,
alguns nomes das pessoas envolvidas serão modificados.



Esse fato começou quando eu
tinha 17 anos. 



Minha segunda vez não foi
nenhuma Brastemp, mas eu também nunca esqueci.



Tudo começou de uma forma
inesperada, estava eu fazendo inscrição no 1º Passeio ciclístico de Salvador, um
verdadeiro monumento de mulher se aproximou, (Ivone, 27 anos, branca, cabelos
longos, loira, olhos verdes, peitos médios, bunda muito gostosa), perguntou se
sabia onde poderia alugar uma bicicleta, respondi que não sabia, mas iria
descobrir, ela me passou o endereço, mesmo achando que era muita areia para meu
caminhão, me esforcei para descobri onde poderia alugar, e passei no dia
seguinte na casa dela para dar a notícia, me informou que já tinha conseguido
uma, então combinamos para irmos juntos ao passeio, no dia do passeio ela
estava deslumbrante, um top e um shortinho jeans bem curtinho, durante todo o
percurso não paravam de olhar para ela, e eu ao lado dela, chegamos ao final do
passeio, teve a escolha da miss do passeio, ela ganhou, voltamos pedalando, me
convidou para subir ao apartamento, nada rolou.



Alguns dias depois fui a sua
casa, conversamos um pouco e fui embora, continuava achando que era muita areia
para meu caminhão, mas só em olhar aquele corpo era o bastante, continuava
sempre visitando, chegou o Natal e ela pediu que passasse por lá, já que era
sozinha, sem família, cheguei as 20:00 hs o tempo foi passando e ficou tarde,
ela então disse que ficasse para dormir, já que era perigoso sair àquela hora,
me alegrei, ela então apareceu na sala com travesseiro e cobertor, deu boa
noite e se trancou no quarto, pensei, ou tudo ou nada, comecei a bater na porta
do quarto, ela abriu, eu então disse.



- Deixa dormir aqui.



- Se ficar quieto eu deixo.



Tirei minha camisa, fiquei de
calça, e deitei ao lado dela, ela usava uma camisola curta de seda, ela deve
ter percebido o volume de meu pau duro, começou a passar o pé em meu pau por
cima da calça, fiquei ali quietinho até que ela disse.



- Tá gostando?



- Você disse para eu ficar
quieto.



- Então esqueça o que falei.



Ouvindo isso, taquei um beijo
em sua boca, minhas mãos logo estavam em seus peitos, ela tirou toda a roupa,
eu tirei minha calça e cueca, com toda ansiedade da idade montei nela, ela
disse.



- Calma.



Tirou-me de cima, em seguida
disse.



- Você não pode gozar em mim
que estou em dia fértil.



- Ok.



Naquela hora eu diria tudo,
montou em mim e começou a mexer, parecia uma cobra, gemia, até que disse que
estava gozando, eu me segurando, até que não deu mais e disse.



- Sai de cima que vou gozar.



Mas uma vez não gozei em uma
buceta, ela se saciou e foi dormir, e eu com todo o tesão do mundo, mas estava
alegre por ter estado com ela.



Uma semana se passou, era um
domingo, almocei com ela, depois de ter descansado o almoço ela começou com um
papo picante, e disse assim.



- Você tem cara que chupa
buceta.



Mesmo nunca tendo chupado uma
buceta disse.



- Adoro chupar buceta.



- Então vamos pro quarto.



Fui logo tirando a roupa e
deitando na cama, ela disse.



- Va se lavar.



Fui
e voltei feito um raio, ela disse.



- Você não se lavou direito,
vamos.



Ela então lavou meu pau e
bolas, que delícia.



Fui para a cama e fiquei
esperando por ela.



Ela voltou com uma calcinha
minúscula, só de olhar aquele corpo eu ia às alturas, retirou a calcinha,
colocou um travesseiro debaixo de minha cabeça, passou por cima de mim e se
colocou em um 69, eu sentindo aquela boca em minha rola, olhando aquela bunda
linda perto de meu rosto, e sentir aquela buceta em minha boca, ela dando as
coordenadas.



- Chupa devagar, chupa rápido,
coloca o dedo dentro da buceta, massageia com o dedo o grelo, passa a língua no
cuzinho.



Eu obedecendo, depois de
algum tempo ela gozou e saiu de cima, foi se lavar e voltou de calcinha, eu
então disse.



- Eu quero gozar.



Deitou e dormiu.



Continuava sem ter gozado em
uma buceta.



Alguns dias depois voltei, já
estávamos rolando na sala na maior pegação, então bateram na porta, a visita
atrapalhou, fui embora, voltei outras vezes, sempre tinha uma visita ou estava
ocupada.



10 anos se passaram,
encontrei-a na rua acompanhada de uma mulher e de um homem, a seguir até entrar
em uma loja, perdi de vista, então ela chegou por traz de mim e perguntou.



- Você está me seguindo?



- Ivone, você não está me
reconhecendo?



- Não.



- Luiz, do passeio de
bicicleta.



- Poxa, você tá bonitão.



Não poderia mesmo me
reconhecer, já era um homem e estava de paletó e gravata, na época que nos conhecemos
era um moleque que só andava de bermuda, trocamos telefones e nos despedimos.



Dias depois liguei oferecendo
um emprego, era a desculpa para eu comer aquela buceta tão desejada, naquela
época estava como diretor da Feira da Moda que acontecia no Centro de
Convenções da Bahia.



Ela aceitou o emprego, após terminar
o primeiro dia do evento eu ofereci carona, mas nós fomos parar foi no Motel,
se passaram 10 anos, mas ela continuava com o corpo escultural, uma delícia de
mulher, fui tirando cada peça de roupa bem devagar, admirando aquele corpo,
quando estava toda nua me afastei para admirar cada detalhe, comecei beijando o
pescoço, ela suspirava, jogou o corpo para traz, deixando os bicos dos peitos
apontando para mim, eu chupava um peito e apalpava o outro, ajoelhou-se e
colocou meu pau em sua boca, senti na obrigação de retribuir, coloquei-a
deitada com as pernas bem abertas, chupei a buceta com muita vontade, coloquei
em pratica tudo que ela me ensinou, ela se contorcia, gemia, me puxou para cima
dela, nem precisei pegar na pica para meter, entrou como se já soubesse o
caminho, foram poucas bombadas e cheguei ao gozo naquela buceta que tanto
desejei, retirei o pau ainda duro, sentindo muito tesão.



Ela então disse.



- Eu não gozei.



Pensei em falar, você tá no
lucro, a 10 anos atrás eu fiquei sem gozar por duas vezes, mas falei.



- Calma que você vai gozar.



Ela não teve calma de
esperar, pegou meu pau e chupou com vontade, quando estava no ponto ela sentou
em cima, mexia como uma cobra, ela gozou rápido, continuou em cima mexendo,
como eu já tinha gozado pensei que iria demorar de gozar, engano meu, gozei gostoso.



Durante os 10 dias do evento nós
fomos para o motel, praticamos as mesmas coisas do primeiro dia, no último dia
do evento foi diferente, depois de nos chupar, resolvi tentar comer o cuzinho,
ela não teve restrição, coloquei-a de quatro, passei a língua no cuzinho, com o
dedo já lubrificado fui metendo, ela gemia, se contorcia, comecei a passar a
cabeça da pica em seu cuzinho, coloquei a cabeça o restante entrou suave, ela
gritava que estava gostoso, eu ali firme deliciando aquele cuzinho, depois de várias
bombadas cheguei ao gozo.



Depois desse dia nunca mas
nos vimos, o interessante que quando a conheci ela se chamava Ivone e tinha 27
anos, depois de 10 anos se chamava Simone e tinha os mesmos 27 anos.





Skype: luiz.passos5 



Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
buceta deliciosa da minha tia há 14 dias

Minha tia é uma mulher de 39 anos, uma coroa muito enxuta, toda trabalhada...
laureen Incesto 32


quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha há 15 dias

quando fui comer um cuzinho apareceu uma bucetinha tb demais sexo gostoso r...
laureen Grupal 77


Fodendo Gostoso com o Veterinário da nossa Fazenda há 15 dias

"Fui tomar um banho antes que faltasse luz, eu estava em um misto de apr...
dammasafada Aventura 66


ENTRE TAPAS E BEIJOS COM MINHA TARADA! há 16 dias

Há anos que não visitava aquela cidade litorânea e como teria que ficar ...
luiz_sanches Hetero 48


Futebol e Sexo - Sempre tem um cuidando do alheio há 17 dias

Herbert e Luzia, um casal jovem, ele com seus 23 anos e ela com seus 19 ani...
juck Aventura 68


Como desvirginei a putinha de minha filha delicia há 19 dias

Como desvirginei a putinha de minha filha, delicioso tesão demais,bucetinh...
laureen Incesto 247