Da sala de bate-papo para o Motel. Conto 02

10 de Junho de 2014 Luiz Passos Contos Eróticos 3289

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Da sala de bate-papo para o Motel. Conto 02 Salvador-Ba
2005



Os contos são verídicos,
alguns nomes das pessoas envolvidas serão modificados.



Esse
fato ocorreu quando eu tinha 47 anos. 



Mais
uma que começou na sala de bate papo do Terra, como sempre matando o tempo e
caçando, quando encontrei uma pessoa com um Nick engraçado (Coroacomfogo), logo
puxei assunto, e a chamei para o MSN, ela gostou da ideia e ficamos conversando
um bom tempo, ela me disse que tinha 61 anos era aposentada e viúva por duas
vezes.



No
dia seguinte a encontrei On Line no MSN, ela estava mais descontraída e assanhada,
me disse que tinha quatro anos que não transava, apesar de ter sido casada duas
vezes nunca chuparam a xoxota, essa foi à deixa para eu fazer uma caridade.



Marcamos
na Praça de Nazaré, ela desceu do táxi, vestia um vestido de malha justinho que
dava para ver os contornos de seu corpo, branca, cabelos loiros, um rosto muito
simpático, sem barriga, uma cintura bem feita, peitos pequenos, apesar de sua
idade tinha um corpinho e uma bunda de levantar defunto.



Sentamos
em um banco do jardim e fiquei curioso pelo saco que ela estava na mão, e
perguntei,



- O
que e isso?



- Não
seja indiscreto...



Mas
a minha curiosidade era demais, e insistir em saber o que era, então ela me
mostrou, era um Baby doll vermelho, então virei para ela e disse.



- Então
estamos perdendo tempo aqui, vamos pro motel...



Ela
concordou prontamente, pegamos um táxi e rumamos para o motel mais próximo.



Chegando
ao quarto, fechei a porta, puxei-a para mim e taquei um beijo em sua boca,
coloquei logo as minhas duas mãos em sua bunda, já fui levantando o vestido e
tirando pela cabeça, só deixando ela de calcinha e sutiã, minha boca
percorrendo seu pescoço, seu ouvidos e descendo para os peitos e minhas mãos
travadas em sua bunda, ai ela me pediu calma, que iria tomar um banho, não me deixou
entrar no banheiro, assim que ela saiu eu entrei para tomar um banho também,
quando sair do banho ela estava deitada na cama usando o baby doll, eu pensei
comigo mesmo, coitada perdeu o baby doll, parti para cima rasguei a parte de
baixo com os dentes e a parte de cima com as mãos, agora sim ela estava do
jeito que eu queria, peladinha, peitos carnudos e duros os bicos estavam
pontudos, a buceta cheinha e os pentelhos muito bem aparados, uma bunda
redondinha, linda, coxas grossas e bem feitas, ela me pediu para apagar a luz
do quarto que estava com vergonha, atendi mais deixei a luz do banheiro acesa,
abri as pernas dela e cair de boca na buceta, ela mexia, gemia e quanto mais
ela gemia eu a chupava, empolgado pelos gemidos fiquei um tempão chupando, já
não agüentava mais, meu maxilar estava doendo, parei olhei para ela e perguntei.



- Gostou?



- Adorei,
que delicia, não sabia que era tão gostoso,



- Nunca
chuparam sua xoxota? Mesmo você sendo casada duas vezes?



-
Não,



- Agora
e a sua vez,



- Como?



-
Sua vez de chupar,



- Eu
nunca chupei uma pica,



- Pões
é comadre, aproveita e cai de boca,



- Eu
não sei como faz,



- É
só colocar na boca e fazer o que você quiser,



E caiu
de boca, ela tomou gosto pela coisa e não quis mais parar de chupar, deixei ela
se divertir o quanto quisesse, ela saciou e me disse.



- Como
pude passar esse tempo todo sem experimentar isso,



Ela
agora já estava mais relaxada, e podia colocar ela em um 69, ela enlouqueceu,
gemia feito uma louca, parava e gritava que delicia, mexia feito uma cadela,
pedia para eu não parar, ela agora já tava chupando tudo meu saco, tirava a
boca e colocava com muita ansiedade, pensei vou deixar ela doidinha quando
colocar de quatro, depois de ter gozado muito saiu de cima com o corpo todo
mole, peguei-a e coloquei de quatro, quando estava tudo dentro dando bombadas,
perguntei na sacanagem,



-
Você também nunca ficou nessa posição?



-
Nunca,



Não
esperava por essa resposta, continuei dando fortes bombadas, quando ela gritou.



-
Me fode, que pica gostosa, me fode mais,



Mas
uma vês ela estava gozando e eu segurando o meu gozo, sair dessa posição e ela
tomou a direção, sentou em minha pica e começou a cavalgar feito uma louca e
continuava a gritar.



- Me
fode, me fode,



Deu
outra gozada olhou em meus olhos e perguntou.



- Nos
vamos ser namorados né?



Fiquei
sem saber o que responder e lhe disse.



- Depois
agente ver isso.



Virei-a
escancarou as pernas, enfiei a pica com facilidade já que estava bem lubrificada,
prendi as duas mãos dela atrás da cabeça, chupava os peitos, e bombava com
força, e falava para ela.



- Você
quer pica? então toma,



- Me
fode toda, sou sua, me fodeeeeeee,



Mais
uma vês ela gozou e dessa vez eu fui junto, cair por cima dela bem cansado.



Fomos
tomar banho e dessa vez juntos, a vergonha dela foi para espaço, eu ensaboava
todo o corpo dela e ela estacionou na minha pica, comecei a dar sinal de vida,
ela não perdeu tempo caiu de boca.



Voltamos
para cama e lhe disse, agora quero a sua bunda, ela se assustou e disse.



- Na
bunda não...



- Tudo
que fizemos ate agora foi novidade para você, tem alguma reclamação?



- Não,
eu estou é muito feliz,



- Então,
deixa-me colocar em sua bundinha,



- Ta,
mas se doer você tira,



- Ok,



E eu
pensado comigo mesmo, é sempre assim, doe e elas nunca pedem para tirar.



Ela
se colocou de quatro toda aberta, com a bunda toda empinada, eu lubrifiquei com
sabonete e cuspe, era o que eu tinha a mão, mirei naquele cuzinho rosado e
mandei a cabeça, ela deu um urro, mas eu não parei, enterrei tudo e comecei
devagar ate ela se acostumar, segurei forte pela cintura e comecei a dar
bombadas mais rápidas e fundas, ela ficou paralisada, não mexia, não dizia
nada, fiquei ali um bom tempo, ela pediu para tirar, pensei que ela não estava
gostando, ela pediu para eu deitar e veio por cima, para a minha surpresa, ela
veio por cima, sentou enfiando no cu, ela gemia, colocava os braços na cabeça e
gritava,



- É
gostoso tomar no cu, quero tomar no cu sempre,



Assim
chegamos a mas uma gozada, assim que gozei imundando o seu cu de gala ela saiu
de cima e pós a chupar o meu pau todo melado.



Tomamos
outro banho, nos arrumamos para ir embora e ela me pediu que na próxima vez
quer que eu goze dentro de sua boca, porque viu em um filme e adorou aquilo.



Que
coisa interessante ao mesmo tempo triste, passar 61 anos sem ter os prazeres do
sexo, chegou toda envergonhada e agora se tornou uma verdadeira puta na cama.


Skype: luiz.passos5 


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro d há 13 horas

Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro dele, a vagabunda pirou de...
bodiar Traição/Corno 17


pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo há 13 horas

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 14


Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam de nov há 13 horas

Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam de novo...FINAL Leo me deixav...
laureen Heterosexual 13


fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sex há 14 horas

fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sexo total delicia Meus mom...
laureen Heterosexual 11


Minha esposa e suas amigas deliciosas,tesão delic há 14 horas

fudendo adoidado a bucetinha da minha esposa e suas amigas deliciosas,tes...
laureen Grupal 16


meu marido me ofereceu pra seus amigos buceta ardi há 14 horas

Meu marido me ofereceu para seu amigo da rola grande , sexo tesão demais ....
laureen Traição/Corno 15