O Buraco. Salvador-Ba 2008

13 de Junho de 2014 Luiz Passos Contos Eróticos 3934

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


O Buraco. Salvador-Ba 2008



Os contos são verídicos,
alguns nomes das pessoas envolvidas serão modificados.



Esse
fato ocorreu quando eu tinha 50 anos. 



A
casa vizinha atrás da minha, estava reformando para receber novos moradores, um
bate e lá e um bate cá e terminaram fazendo um buraco na parede de meu
banheiro, eu só vi quando entrei para tomar banho, pelo buraco mesmo chamei os
operários para reclamar, eles disseram que iriam consertar, e nisso
aproveitaram para pedir emprestada escada e outras ferramentas, terminaram a
reforma e nada de conserto, os moradores novos chegaram e fui reclamar,
reconheço que fui rude na reclamação, voltei para casa puto da vida, resolvido
eu mesmo consertar, já que estava em reforma também, não demorou muito a
senhora que me atendeu veio em minha casa pedir desculpa, pelos transtornos e
garantir que iria fazer o conserto, também pedir desculpa pela minha rudeza, e
começamos a conversar outros assuntos, soube que é separada há quatro anos, tem
55 anos, vai morar sozinha, e ta sem namorado. (como se isso para mim
importasse)



Carla
é branquinha, cabelos curtos pretos, peitos grandes que não fazem o meu gênero,
sem barriga, pernas grossas, uma bunda apetitosa, mesmo sendo cheinha tem um
corpo de violão. (da para dar uma boa foda).



Mostrei
toda a reforma que estava fazendo, ela admirou o meu quarto, que preparei com
carinho para proporcionar conforto para as minhas visitantes inesperadas e as
fixas, então comentou,



- Que
cama gostosa.



Eu
não iria deixar passar essa.



- Gostosa
quando eu estou nela.



- Mas
ai vai ficar uma delicia.



E
só ficamos nisso, despediu-se dizendo se precisasse de alguma coisa iria me
chamar e que eu poderia chamá-la também.



Era
véspera de ano novo de 2007, as 22:00 hs ela apareceu com duas garrafas de
champanhe, vestindo uma calça moletom branca deixando os contornos de seu corpo
a mostra, dando destaque ao volume de sua xoxota e bunda, no momento que abrir
a porta eu estava usando um short de seda.



- Oi
vizinho, to incomodando?



- Não.



- Como
você disse mais cedo, que não iria sair, que ficaria em casa sozinho, e eu
também estava sozinha em casa resolvi aparecer para passarmos o Reveion juntos,



- Ok,
seja bem vinda.



Fui
preparar alguma coisa de tira gosto, conversamos sobre varias coisas, o papo
foi evoluindo, começou a ficar mais picante, e terminamos falando sobre sexo,
pediu para abrir uma das garrafas de champanhe, mesmo eu não bebendo aceitei um
pouco,



- Você
vai ter que tomar toda garrafa sozinha,



- Hoje
eu tomo tudo.



Eu
brincando lhe disse,



- Cuidado
que cu de bêbado não tem dono.



- O
meu não tem dono mesmo sem beber.



Aquilo
que ela disse, apesar de ter sido vulgar, me deu uma pulsada em minha pica, pensei
essa puta ta doida para cair na pica, e continuamos a conversa e coloquei mais
pimenta no papo,



- Quanto
tempo você ta sem namorar?



- Nem
me lembro mais,



- E
como consegue ficar?



Perguntei
isso pensando que ela daria uma resposta boba qualquer,



- Há,
eu tenho um consolo de 18 cm,
e minha mão.



Chegou
à hora de romper o ano, abrimos a outra garrafa de champanhe, brindamos e eu
desejei um feliz ano novo e continuei,



- Que
esse ano você encontre um dono para essa bunda mesmo sem beber,



Ela
me abraçou me deu um beijo no rosto e falou,



- Se
você me comer hoje eu já agradeço e muito.



Abracei-a
e comecei a beijá-la, desci beijando seu pescoço, entre beijos e mordidas, acariciava
seu corpo, desabotoei sua blusa e desci beijando e parei em seus peitos
enormes, mesmo sendo grandes eram bem duros, pensei da para fazer espanhola com
eles (colocar a pica entre os peitos), retirei sua blusa, comecei a esfregar
minha língua nos bicos dos peitos, ela delirava, desci a mão para retirar sua
calça, tava usando uma calcinha minúscula, os lábios da buceta saia pelos lados
da calcinha, retirei a minha roupa ficando de cueca, e subimos para o meu
quarto, foi ótimo ter aquela visão da bunda subindo a escada, a calcinha fio
dental tentando se esconder dentro daquela bunda, chegamos ao meu quarto, ela
comentou,



- Sabia
que ia usar essa cama,



Deitou-se
abrindo as pernas, continuei a beijar, desta vez em sua buceta gostosa por cima
da calcinha, e a parte interna de suas coxas, ela dava sinal que não estava
agüentando mais de tesão, ela retirou a calcinha quase rasgando, retirou minha
cueca, quando ela viu meu pau duro caiu de boca, em uma deliciosa chupada,
deixei por um bom tempo, estava adorando aquilo, ela virou-se e colocou-se em
um delicioso 69, ela gemia, mexia cada vez mas a sua bunda, rebolando, que buceta
gostosa essa mulher tem, vou adorar meter nessa buceta, ela parou de me chupar,
e veio sentar na pica, mexia freneticamente a bunda dizendo que estava gozando.



Retirei-a
de cima e virei-a colocado-a de quatro, que visão maravilhosa vendo-a de quatro
com aquela bundona toda para mim, comecei a pincelar meu pau na sua buceta e no
cuzinho, Carla estremeceu, então comecei a enfiar vagarosamente saboreando aquele
momento, ela suspirava, gemia, comecei a acelerar as bombadas cada vez mais
fortes, falava para ela,



-Ta
gostando cadela? Ta gostando putinha?



Ela
deu uma gozada acompanhada de um grito,



-AIIIIIIII,
TO GOZANDOOOO...



Retirei
meu pau de sua buceta, e comecei a colocar em seu cuzinho, vendo que ela estava
gostando forcei a entrada, meu pau começou a entrar com facilidade em seu
cuzinho, ela mexeu para meu pau se alojar, minha mão alisava os bicos de seus
peitos, agora bombando com força, ela gemia e dizia,



- Mete
mais, mete,



Esperei
ela gozar que não demorou muito e retirei de dentro, já estávamos quase duas
horas nisso, mesmo sem eu gozar eu estava exausto, deitei para relaxar, mais o
pau continuava duro feito rocha.



Ela
veio por cima eu a pedi que esperasse um pouco, pensei, ela por cima com esses
peitos grandes vai começar a bater em minha cara, comecei a sorrir e ela ficou
sem entender o porque.



Coloquei-me
por cima dela e enfiei meu pau mais uma vez na sua buceta, comecei a brincar
retirava e colocava, ela falou.



- Ou
bota essa porra ou tira,



Respondi:



-Vou
tirar,



- NÃO,
emmm....fia, lo...go...,



Não
deu tempo dela terminar a frase, enterrei de vez, ela soltou um gemido de
prazer, comecei a bombar, ela gemia feito uma cadela... Estava gozando, dei uma
prazerosa gozada também.



Para
vocês verem como é a vida, todos os meus amigos e parentes viajaram e eu estava
certo que iria passar o Reveion sozinho, fui à casa de Carla para brigar por
causa de um buraco e terminei comendo os buracos dela.





Skype: luiz.passos5 


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
historinhas de corno .....sexo gostoso corno tesão há 7 horas

Conheça histórias dos cornos ...... homens que têm prazer em dividir su...
laureen Traição/Corno 17


fudeu minha bucetinha gulosa,bem gostoso amei, há 1 dia

fudeu minha bucetinha gulosa,bem gostoso amei, Dentro de casa ele fude...
laureen Virgindade 61


Meu Genro e seu pai me foderam, primeira DP...amei há 2 dias

"saiu do banho enrolado apenas em uma toalha branca, chegou próximo a mim,...
dammasafada Aventura 96


dando a bucetinha e cuzinho para ajudar meu marido há 3 dias

00000000000000000000000 Adorava namorar na área de casa ou no jardim...um...
laureen Traição/Corno 156


meus amigos fuderam a buceta de mamãe sexo delici há 7 dias

------------------------------ Minha mãe é linda, saúde e corpo,perf...
laureen Traição/Corno 249


Tomei a porra do meu Genro Safado e Gostoso! há 8 dias

“ela entrou no banheiro, ele foi até a janela e ouviu o chuveiro abrir, ...
dammasafada Aventura 275