Badoo me deu uma foda. Conto 04 Salvador-Ba 2010

14 de Junho de 2014 Luiz Passos Contos Eróticos 996

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Badoo me deu uma foda. Conto 04 Salvador-Ba
2010



Os contos são verídicos,
alguns nomes das pessoas envolvidas serão modificados.


Esse
fato ocorreu quando eu tinha 52 anos. 



Continuei
mandando vários recados para mulheres de minha cidade e na faixa de idade de 35
a 55 anos, que não fosse zarolha nem gorda, sempre elogiando alguma qualidade.




TC com ela já algum tempo pelo site, achei que não rolaria nada, um dia ela me
perguntou se eu tinha MSN, e fomos para lá, abriu a câmera, me achou simpático,
também gostei do que vi, então convidei-a para um almoço, antes dela aceitar o
convite, disse que iria contar uma coisa, me enviou varias radiografias no
maxilar, me contou que sofreu um acidente de carro, eu disse que não vi nada
demais, e perguntei se isso empataria de beijar, ela sorrio, então marcamos o
almoço, mas só poderia ser próximo ao trabalho que só tinha uma hora de almoço,
perguntou se teria problema de almoçar na feira da 7 Portas, achei estranho
pelo fato dela ser gerente de um banco, mas gostei porque adoro comida de
feira.



Chegou
o dia do almoço, encontrei-a na porta do banco, Francineide, 46 anos, branca,
cabelos loiro curto, magra, peitos pequenos, bunda media, ela foi guiando para
o restaurante, chegamos ao restaurante, tinha uma escada enorme, mandei parar,



-
Lembrei de uma coisa,



- O
que?



-
Eu disse, quando te encontrasse daria uma mordida em sua bunda,



Ela
rio, e eu dei a mordida na bunda, deu outro sorriso, parece que gostou,
almoçamos, nos despedimos, á noite estávamos no MSN. Ela relembrou da mordida
na bunda.



Uma
semana se passou, tentei marcar para sair á noite, e fim de semana, ela sempre dava
uma desculpa, e marcamos outro almoço, no mesmo local, almoçamos e fomos
embora, dessa vez não teve mordida na bunda, e nisso foram mais dois almoços a
mesma coisa.




estava quase desistindo, quando ela resolveu aceitar para sair em um sábado a
tarde, assim que parou o carro, deu a chaves para eu dirigir, ela estava
diferente, mais sorridente, muito cheirosa, uma roupa bem sexy, mini saia e uma
blusa bem fina, fomos para um barzinho na Ribeira, tomou vários drinques eu no
refrigerante, uma certa ora eu disse,



-
Vamos?



-
Sim,



Paguei
a conta, assim que entramos no carro eu disse,



-
Você sabe para onde quero ir?



-
Desconfio,



-
Tudo bem, então,



-
Sim,



E
fomos para o Motel, assim que entrei no quarto dei um beijo em sua boca, e
passei a mão na bunda por cima da calcinha, pediu para tomar um banho antes, logo
depois fui tomar meu banho, quando voltei para o quarto ela estava deitada de
barriga para baixo, só de calcinha, deitei ao lado dela, e começamos a nos
beijar e nos acariciar, ela que tomou a iniciativa de me chupar, deixei ela por
um tempo nisso, admirando ela de quatro me chupando, puxei-a para cima e
retribuir a chupada, 69, ficamos um bom tempo nessa posição, que buceta
cheirosa, enxadinha, ela gemia, remexia a cintura, lambuzou todo meu rosto,
senti que ela estava para gozar e acelerei o ritmo da chupada, quando ela gozou
apertou mais a buceta contra meu rosto quase me sufocando, sentia meu pau em
sua boca como se fosse uma rocha, ela saiu de cima mudou de posição, sentou
devagar em minha rola, quando estava tudo dentro começou a mexer de uma forma
frenética, de olhos fechados, percebi que ela estava em delírio, atingiu o
primeiro gozo, segurei ela pelas pernas para não sair de cima, determinando o
ritmo devagar e aos poucos acelerando, ela franzia o rosto, mordia os lábios,
gemia, chegou a outro gozo, e eu ali firme, coloquei-a de quatro, pincelei com a
pica a buceta, meti toda, ela gemia de prazer, chegamos ao gozo juntos.



Ela
me informou que queria passar a noite, liguei para recepção informando, achei o
pernoite muito caro, pedi a conta e fomos para outro motel.




instalados em outro quarto, trocamos alguns beijos, e fomos dormir.



Pela
manha quando acordei as 7:00 hs da manha, olhei aquele corpo nu ao meu lado,
comecei a alisar a bunda com receio, ela acordou e me beijou, passou a mão em
meu pau e sentiu que já estava duro, veio pra cima de mim, mexeu mais gostoso
que a noite anterior, não demorou eu dei uma boa gozada, ela foi se lavar e
voltou a deitar e dormir.



Como
não tinha muito que se fazer peguei no sono também, acordamos as 11:00 hs,
tomamos banho, então ela perguntou,



-
Você ainda tem tesão?



-
Sim,



-
Vai ganhar um presente,



Tirou
da bolsa um creme e começou a massagear meu pau, quando estava bem duro, ela
passou o creme em seu cuzinho e ficou de quatro, mandou que metesse em sua
bunda, fui colocando a cabecinha logo estava tudo dentro, segurei pela cintura
e comecei a bombar no cuzinho, ela se contorcia, gemia, ate que cheguei ao
gozo, claro que desejei comer aquele cuzinho, só não esperava que fosse tão
fácil.


Skype: luiz.passos5



Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
ARROMBADA NA INTERATIVIDADE - DELICIA DE MORENO há 12 horas

Estava muito ansiosa aquela noite. Eu e meu namorado estávamos indo para...
lsanchesb Aventura 25


meu tio tirou meu cabacinho delicia adorei há 21 horas

Entramos na casa de meu tio, ele me sentou em um banco, eu quase que desmai...
laureen Incesto 56


meu pai fudeu minha bucetinha bem gostosinho há 21 horas

Desde menininha eu via meu pai fudendo minha mãe e Desde menina via meu...
laureen Incesto 53


tirei o cabacinho da minha prima fogosa buceta del há 21 horas

tirei o cabacinho de minha priminha gostosa Eu morava um pouco distan...
laureen Heterosexual 51


o safado gozou na minha calcinha e bucetinha,metrô há 22 horas

gozou na minha calcinha e bucetinha no metrô, Meu nome é Mel ,loir...
laureen Fantasias 77


DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 38 há 1 dia

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 38 ATENÇÃO ESSE É O TRIGÉSIMO ...
carlaomg Traição/Corno 32