Toque-me e me faça ver as estrelas

17 de Junho de 2014 Erotika Contos Eróticos 3058

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria






 
Combinamos de assistir filmes
antigos, vários, se bem que imaginei que os filmes antigos fosse só desculpa
para ficarmos sozinho e nos conhecer melhor, há muito, já vinha percebendo seus
olhares furtivos e quando falamos nossos olhos nos denunciavam, temos o mal
habito de deixar que nossos olhos falem por nós, sempre percebi o desejo dele
por mim quando nos olhávamos nossos
olhares eram insinuosos, olhávamos dentro dos olhos um do outro, às vezes me
sentia nua com aquele olhar esverdeado.



  No dia combinado lá estava eu pronta e
feliz parecia uma margarina florida. Cheguei mais cedo que o previsto, toquei a
campainha e segundos após a porta se abriu, era ele, estava lindo em uma bela
camisa polo azul que adoro vê-lo usando o deixa mais homem, mas másculo e mais
sedutor, e na mão trazia duas taças de vinho tinto, fiquei estonteante me senti
especial, pelo menos naquele momento, entrei e ele me abraçou apertando meu
tronco contra o dele até senti seu músculos do peito pressionando levemente
meus seios meus mamilos enriqueceram com o contato do seu corpo, ficamos somente
uns segundos abraçados, mas para ser sincera parecia uma eternidade, encostou
seu rosto no meu em um gesto de carinho a pele do seu rosto estava quente e
macia ele fez uma leve caricia no meu rosto com o seu, estremeci toda diante de
toque tão suave e sedutor, acariciou meu braço e enrubesci, abri meus lábios em
um sorriso e o peguei olhando meus lábios e mordendo os seus, quase o agarrei
pelo pescoço e beijei ali mesmo no batente da porta, senti uma vontade enorme
de me oferecer a ele, meu corpo era só desejo naquele momento.



  Sentada em uma chaise long na sala de seu apartamento
iniciamos nossa sessão de filmes iniciamos com o Filme SHAME de apelo sexual,
mas um pouco incomodo no meio do filme ele se levantou esticou a mão e me disse
“vem” levantei da chaise long, olhos nos olhos dele, ele me pegou pela cintura
e me rodopiou pela sala como se estivéssemos dançando um tango, deitou-me para trás
e acariciou meu queixo até encostar os dedos nos meus seios, envolveu-os com as
mãos e senti uma urgência inevitável, ao som de um belíssimo tango, senti
uma mãozinha leve no meu pescoço acariciou levemente, senti o corpo estremecer
de tanto desejo, virei meu rosto na direção ao dele e deparei-me com sua boca
esperando a minha, foi um beijo inesperado, urgente e deliciosamente sedutor,
envolvi- o em meus braço e senti seu membro avolumar se sobre as calças
pressionando o meu ventre, era um beijo urgente que provocou um calor avassalador,
nossos corpos se colaram ardentes de desejo, de repente uma incerteza se
apossou de mim, era meu chefe, como seria no dia seguinte como agir, como
encara - ló, esse momento era novo para mim recuei suando e arfando de tanto
desejo, levantei- me de pronto no escuro e fugi porta afora, quase arrependida
de não ter ido até o fim, mas decidida que agira correto, não podia colocar a
prova todo o trabalho que tive para conseguir esse trabalho.



  No dia seguinte, cheguei ao escritório bem
cedo, entrei quase que escondida, e levei um baita susto quando me deparei com
Cris a minha frente me olhando com os olhos fixo e parecia conter um pouco de
magoa. Bom dia Elle.



  O impacto daquele “Bom Dia” assemelhou-se com
um coice de cavalo, doeu na face.
Bom dia, respondi com olhos baixos de tanta vergonha  mas com o corpo pegando fogo sabia o que se passava pela cabeça dele.



  Elle disse Cris, hoje precisarei que me
acompanhe em uma reunião fora do escritório.



Sem levantar os olhos consenti
com a cabeça.



  A manhã passou rápido no escritório, estávamos
no meio de uma grande negociação com uma forte indústria Petroleira dos
Emirados Árabes, e sabia que o dia seria tenso. As 14h00h Cris abriu a porta de seu escritório e
me chamou Srta. Elle poderia me acompanhar em uma reunião externa, por favor, parecia
uma ordem, mas ele falava de uma forma que queria que todos no escritório
soubessem que ele estava precisando de ajuda, era o motivo para que eu o
acompanhasse, mas meu sexto sentido me dizia que não havia reunião alguma, era
uma armadilha de desejo carnal.



  As 14:30h, saímos do escritório e
fomos em seu carro no sentido oposto ao que seria a reunião, de imediato
reconheci o caminho, olhei para ele e disse: Cris, onde estamos indo?



  E ele com uma linda voz sedutora respondeu:
“Terminar o que começamos ontem, e hoje minha bela e doce Deusa do Ébano você
não escapará tão facilmente’’.



  Chegamos a um prédio de fachada
vermelha, era onde eu havia estado no dia anterior o apartamento do Cris,
fiquei em silencio, procurando acordar dentro de mim a mulher sedutora que
estava adormecida, não imaginava muito que eu poderia fazer no meio de uma
tarde com meu chefe sedutor e delicioso sem contar que tinha uma beleza exótica,
meio europeia meio latina, entramos no estacionamento e quando parou o carro
olhou para mim, abraçou-me e disse: Não tenha medo, não a machucarei e nada que
você não queira será feito.



  Isso me deu coragem, minhas pernas
começaram a se mover, ele me abraçou me beijou enlouquecidamente acariciou-me
por baixo das roupas. Saímos do carro e fomos para o elevador, como Cris mora
em uma cobertura o elevador já nos levaria direto ao apartamento dele, assim
não corríamos o risco de encontrar algum vizinho no elevador. Entramos no
apartamento e ele tirou meu casaco e voltou com uma taça de conhaque, me
entregou e disse: tome algo mais forte, vai lhe descontrair, olhou-me nos olhos
e abraçou-me, parecia ter pressa de me ter em seus braços em sua cama, bebi o
conhaque de um gole só, Cris foi me guiando para o quarto, fechou as cortinas
pela metade de uma forma que ainda ficasse claro, me abraçou novamente e
iniciamos ali uma deliciosa dança do acasalamento, senti dentro de mim como se
um vulcão tivesse acordado pronto para entrar em erupção, a mulher sedutora
havia acordado em mim, levantei meus olhos para os dele, olhei fixamente para
ele, fiz com que ele me soltasse por alguns minutos, sentei-o na cama e
aproveitei a musica de James Blunt que tocava em tom gostoso e iniciei um striptiese,
tirando peça por peça, ao fim ele não mais aguentava de tanto desejo, puxou-me
para cima dele na cama e iniciamos o mais belo espetáculo de sexo que já vivi,
acariciava-me enlouquecidamente, estávamos ofegantes com tanto desejo, Cris se
sentou na cama e me conduziu confiante que sentasse sobre suas pernas, senti
seu membro rijo e poderoso me invadir, quente e pulsante, nunca havia sentido
algo tão delicioso, ficamos ali nos amando deliciosamente, fizemos amor três vezes
naquela tarde e aprendi posições jamais imaginadas e cada vez que fazíamos de
fato amor era como se fosse à primeira vez, ao fim desse entrega deliciosa
chegamos ao ápice do prazer, gememos enlouquecidamente ao mesmo tempo, senti o
calor invadir meu sexo queimando de tanto desejo, deitamos abraçados na cama e
dormimos, sentindo o cheiro um do outro, foi delicioso estar com Cris naquela
tarde e acredito que descobrimos muito mais sentimentos junto a esse desejo,
com certeza existe de fato amor.





Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A história verdadeira de Lia,seus sonhos e desejos há 2 dias

Sou Lia,18 anos e a história que começo a narrar mudou minha vida... T...
laureen Virgindade 29


Voltei mas pedi seu cuzinho virgem há 2 dias

Voltei mas pedi seu cuzinho virgem como prova de amor ...sexo delicioso,tes...
laureen Virgindade 44


Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam há 2 dias

Vizinho jovem safado e seu primo me fuderam Leo me deixava louca, estava ...
laureen Grupal 65


fuderam a bucetinha da minha namorada há 2 dias

fuderam a bucetinha da minha namorada liberal,sexo total delicia Meus mome...
laureen Grupal 37


Mana dormiu em casa e meu marido mandou rola há 2 dias

Minha irmã safada e fogosa adoro rola atolada na sua bucetinha e cuzinho d...
laureen Grupal 75


Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro d há 4 dias

Davi no tempo certo, fez a Fer sentir o pau duro dele, a vagabunda pirou de...
bodiar Traição/Corno 55