Colega

11 de Outubro de 2018 Algodão Exibicionismo 75

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Como já relatei em meu primeiro conto, sou estudante. Tenho 19 aninhos, alta, branquinha, com olhos grandes e verdes, e sempre fui louca por esse assunto: SEXO.

Quando iniciei a faculdade, há um ano e meio atrás, eu era bem recatada, não deixava transparecer toda essa vontade, mas com o passar dos tempos, meus amiguinhos me ajudaram a ficar mais solta.

Na minha sala, as pessoas são mais velhas, faço um curso que não é muito procurado por gente nova: História. Então, todos são bem experientes.

Quando entrei quase ninguém me chamou atenção, mas com o passar do tempo comecei a abrir as possibilidades, incluindo um moço de seus 30 anos, mais ou menos da minha altura (1,73) com braços bem fortes e uma super tatuagem, adoro homem com braço forte, me passa uma sensação de macho que tem pegada... Porém, ele possui uma aliança de noivado, o que me fez, de início, descarta-lo.

Com o passar dos dias eu não conseguia resistir, e não parava de olhar pra ele, meu decote aumentou, minhas saias diminuíram, pois isso se deu ainda no verão.

Então um dia pedi à minha amiga que mandasse um bilhete pra ele, dizendo pra me encontrar num ponto um pouco afastado da faculdade. Quando cheguei seguimos sem saber pra onde íamos, conversando, como se acabássemos de nos encontrar... Estudo numa cidade que é muito calma.

Fomos andando e achamos uma espécie de beco, com vários orelhões, e uma dessas cabines que vende cartão telefônico, mas ela estava abandonada... Entramos ali e fiquei apoiada na janela da cabine, do lado de dentro do beco, muitos carros passavam na rua e poucas pessoas caminhavam, eu estava com vestido branco tomara que caia, na altura dos joelhos, escolhi especialmente esse vestido aquele dia, pois já saí de casa com maldade.

Assim que me apoiei na janela ele veio pra cima de mim, com uma vontade de me beijar que me sentia engolida por aquela boca maravilhosa, nossas línguas se roçavam de uma maneira maravilhosa, o que começou muito calmo, logo pegou fogo. Meu vestido foi subindo aos poucos e sua mão encontrou minha calcinha, que era bem pequena, ele percorreu toda minha bundao minhas pernas também, logo encontrou minha xaninha, que já estava encharcada, com aqueles beijos, nos pescoço, na orelha... Ele a colocou de lado e começou a me massagear, meu clitóris que já se encontrava inchadinho, pulou na mão dele, aquilo tava tão gostoso, então ele me penetrou com o dedo e começou a bombar, aquele dedo super grosso dele, o tesão era muito, e eu sou muito escandalosa, comecei a gemer muito, e a rebolar naquele dedo, as pessoas passavam na rua e ele disse que ficavam olhando, ele tentava me calar me beijando, não aguentei de tanto tesão, o fato d'eu estar ali, na rua, era muito grande, gozei naquele dedo deixando o dedo dele todo molhadinho.. então peguei naquele pau, que já estava duro, e latejando. Meu "colega" foi aos poucos abrindo a calça, e a aquela pica maravilhosa, foi saindo, tenho as maos geladas a maioria dos dias do ano, e como estávamos na rua, elas se encontravam nesse estado, peguei aquele pau, e ele gemeu com a minha mão geladinha, não aguentei, abaixei e comecei a chupá-lo, lambia, engolia as bolas dele, mordiscava aquela cabecinha e engolia tudo até o talo, ele tava louco, mas eu estava mais ainda, sentei na janela da cabinezinha e pedi pra ele me fuder, como sempre ando com minha carteira e sempre estou prevenida, tirei uma camisinha e coloquei nele.

nem precisou de cuidado, aquela pica entrou muito fácil e numa estocada que começou devagar ele já escorregou pra dentro, ele começou a bombar, aquilo tava muito bom, vimos a luz de uma cirene se aproximando, mas era uma ambulância, aquilo aumentou meu tesão, e junto aquele som das estocadas não aguentei e gozei, eu gemia feito uma puta, e ele tentando me tapar a boca, com meu gozo ele deslizava mais rápido ainda, me levando a outros orgasmos, acho que a minha cara de safada gozando deu mais tesão naquele homem maravilhoso, senti o pau dele crescendo dentro de mim, ele estava gozando e nesse momento passava uma senhora na rua, ele disse que ela parou pra ouvir, ele gozou forte, entrando e saindo com mais força ainda, ah que gostoso aquilo tudo, ficamos em silêncio nos olhando, ele tirou aquele pau de mim, e só esse movimento já em encheu de tesão, mas precisávamos voltar pra aula, nos arrumamos e rumamos a escola, como se nada tivesse acontecido, combinando uma próxima vez...

Espero que tenham gostado...

Beijinhos


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Minha tia ninfomaníaca completo há 2 dias

Bom hj vou contar pra vocês minha história real , ...
russobr Incesto 64


Minha cunhada Gostosa ! há 2 dias

Na época dessa história tinha uns 16 anos como já falei anteriormente ti...
russobr Incesto 68


Minha tia ninfomaníaca - Parte 1 há 2 dias

Bom hj vou contar pra vocês minha história real , Com minha tia " a mulh...
russobr Incesto 37


Minha tia ninfomaníaca - Parte 2 há 2 dias

Bom continuando a história. Naquele tinha descoberto meu pior lado, éo u...
russobr Incesto 25


Meu primeiro sexo anal inesquecível conto REAL há 2 dias

Meu primeiro sexo anal foi inesquecível, foi com meu ex namorado, hoje pai...
laureen Virgindade 70


Dei a bucetinha ao sogrão para acabar com as briga há 4 dias

Dei a bucetinha ao sogrão para acabar com as brigas ,sexo tesão,conto REA...
laureen Incesto 436