Loirinha chifrando namorado na casa de swing

09 de Julho de 2018 LUIZ SANCHES Grupal 455

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Meu nome é Mat e vou descrever como iniciou uma excelente experiencia que tive.

Recem chegado do interior para morar em Porto Alegre, soube de uma casa de swing existente na cidade. Curioso, aproveitei uma destas noites frias de quarta-feira para conhecer a casa.
Não haviam muitas pessoas, mas logo me interessei por duas meninas que estavam sozinhas e se divertiam conversando e me olhando. Estávamos no andar inferior, onde além do bar tem uma pista de dança e é onde muitas paqueras iniciam.
No segundo andar da casa temos algumas cabines privadas e uma quarto coletivo onde há duas camas e onde devem ocorrer as maiores safadezas na casa.
Assim que percebi que as duas subiram, fui discretamente atrás delas. As encontrei sentadas em uma das camas e que visão agradável! A loirinha era muito fofa e estava com um vestido preto curto e usando botas pretas que deixavam suas coxas expostas. A cor clara de sua pele realçava aquelas coxas que me encheram de tesão e por isto não perdi tempo e fui sentar ao lado dela.
Começamos a conversar e me arrisquei a tocar com minhas mãos suas coxas. Assim que percebi que ela não me rechaçou, segurei sua mão e puxei para ela sentir meu pau, que já estava duro dentro de minha calça.
Ela olhou para mim e percebi em seu olhar que ela gostou do que sentiu. Afinal eu tenho um pau que costuma ser apreciado pelas mulheres. Meu pau é grande, aproximadamente 20 centimetros e com uma grossura que ela teve dificuldades em segurar com aquela mãozinha sensível e pequena.
Não queria perder tempo e a puxei para uma das cabines reservadas, fechando a porta e logo a loirinha safada já tirou seu vestido e pude apreciar uma bunda maravilhosamente perfeita. Comecei a acariciar aqueles seios pequenos e passar as mãos naquela bunda deliciosa.
Logo retirei minha calça e ela não perdeu tempo em abocanhar meu cacete, que se ainda não estava completamente duro, logo ficou ao estar dentro daquela boquinha quente e macia. Ela chupava meu cacete com gosto, sentindo cada um dos 20 centimetros que a deixaram maravilhada.
Após uma deliciosa mamada destas, eu queria sentir um pouco daquele suco que com certeza estava encharcando aquela bocetinha gostosa. Deitei entre suas pernas e comecei a lamber deliciosamente aquela gruta prazerosa, enquanto ela gemia e se estremecia de tesão. Lambia e dava pequenas chupadas, enquanto acariciava aquela bunda deliciosa.
Chupava e lambia aquele grelinho delicioso que estava bem duro. Enfiava minha língua em sua boceta e acariciava com meus dedos aquele cuzinho gostoso.
Ficamos nesta posição até que ela começou a gemer e anunciar um gozo que veio de maneira deliciosa. Nem a deixei descansar (e nem ela queria) e já enfiei meu cacete naquela bocetinha que estava molhada com o gozo que acabou de ter.
Eu enfiava forte meu cacete e ela gemia alto. Seus gemidos só eram abafados pelos beijos deliciosos que dava em sua boca. Seus gemidos chamavam a atenção de outros que ficavam nos espiando em buracos que ficavam estrategicamente posicionados nas paredes da cabine. Eu gozei gostoso e ela também gozou novamente em meu cacete.
Deitamos lado a lado para relaxarmos, quando um casal perguntou se poderiam entrar para brincarmos juntos. Aceitamos imediatamente.
O casal que entrou era muito atraente, a menina linda novinha e gostosa e o cara também era daqueles que as meninas apreciam. O cara logo tirou o cacete e começou a comer aquela vagabundinha loirinha que eu tinha acabado de gozar.
Eu peguei a namorada dele, abri suas pernas e penetrei aquela nova safada que recebia meu cacete. Era uma delicia aquela menina sentindo meu cacete na boceta enquanto olhava o cara que fodia minha loirinha com tanta vontade que ele deve ter gozado logo. Mas parei de prestar atenção nos dois quando eu também comecei a gozar novamente naquela bocetinha jovem que agora me apertava e pedia para eu socar fundo.
Os quatro saciados, saímos da cabine e fui conversar um pouco com aquela loirinha deliciosa. Fiquei sabendo que ela tinha um namorado que ela sempre se satisfazia com ele, mas disse que meu pau era maior e mais gostoso que o seu namorado.
Apesar de já ter gozado duas vezes, sabendo que aquela safada tinha namorado e eu estava chifrando o cara, aumentou meu tesão e quis come-la novamente.
Voltamos para o reservado e a safada acredito que realmente gostou do meu cacete. Além de pedir para socar fundo sua boceta, ela me deitou de costas e sentou sobre meu cacete. Primeiro de frente para mim, cavalgando com maestria meu cacete.
Depois ela se virou de costas para mim e inclinou seu corpo para frente, me dando a imagem maravilhosa daquela bunda grande, dura e deliciosa. Ela deve ter gozado novamente, de tanto que ela mexia.
Eu também senti que teria que gozar pela terceira vez. Então a virei novamente de frente para mim, e começamos novamente num maravilhoso papai-mamãe.
E que gozo gostoso, ela também disse que há tempos não gozava tão gostoso. Já era tarde e ela precisava ir embora, e então combinamos voltar a visitar juntos uma casa de swing em outro dia.
Ainda não estava certo se iriamos sair novamente, mas a safada me mandou mensagem me chamando para irmos a outra casa que há na cidade.
Então no Sabado ela me levou para conhecer uma outra casa. Esta casa era bem maior, com dois quartos coletivos no andar superior, pista de dança no andar inferior e uma delicia de corredor cercado de cabines, que soube ser conhecido como labirinto.
Quando entramos no labirinto não aguentei mais e a puxei para um dos quartos, fechando a porta e rapidamente já estávamos nus. Novamente ela veio engolir meu cacete. Dizia que era bem delicioso (com certeza deve ser melhor que do namoradinho cornudo) e ela me lambia e olhava para mim.
A deitei e fui diretamente naquela boceta deliciosa, passava a língua pelo seu grelinho, sua bunda, suas coxas, enfiava a língua na boceta e passava naquele cuzinho delicioso, fazendo a safada gemer gostoso.
Ela deve realmente adorar minha língua, pois logo estava gozando bem forte e alto, com seus gemidos quase não sendo abafados pelo som muito alto que tinha no local.
Rapidamente a peguei de quatro e comecei a comer aquela boceta deliciosa enquanto olhava e admirava aquela bunda que merecia tapas deliciosos, que notei que ela gostava.
Ela agia que nem a mais safada das putas, gemia forte e pedia para eu penetra-la lentamente pois queria sentir meu cacete. Eu brincava com este entra e sai lentamente e acariciava aquela bunda deliciosa, quando a virei e comecei a come-la de frente. Chupava seus seios e ela gemia pedindo para penetrar fundo sua boceta.
A safada gozou forte quando eu aumentei a frequência de minhas socadas até encher aquela boceta de porra.
Saimos para descansar e conversar um pouco, chegamos a subir ao segundo andar mas não estava a fim de transar com ela na frente de outros. Eu estava gostando muito daquela loirinha e a puxei novamente para o quarto do labirinto, onde novamente transamos gostoso e gozei mais uma vez.
Voltamos ao salão onde rolava um show de strip, primeiro masculino e depois uma linda gatinha. Eu queria descansar um pouco, mas aquela loirinha era uma tarada mesmo, até pensei que o namorado dela não deve dar o tratamento que ela merece, de tanto tesão que ela demonstrou com meu cacete. Logo estávamos novamente no reservado, em que ela chupava e masturbava meu cacete até ficar duro novamente e me puxar para penetra-la.
Preciso assumir que eu não aguentava mais, mas lembrei que ela me disse que o namorado dela não dava mais que uma gozada e precisava mostrar para ela que estava com um macho bem melhor.
Novamente a maratona de trepada, papai mamãe, ela me cavalgando, ou a penetrando de quatro. Mas não conseguiria gozar novamente.
Ela insistiu para eu gozar e eu então, ajudado por estar de camisinha, comecei a gemer forte e socar meu cacete gostoso até que simulei um gozo. Ela adorou sentir meu tesão e eu tirei o cacete, removi a camisinha com cuidado em não mostrar para ela que eu não teria gozado e joguei a camisinha no lixo.
Espero conhecer muitas meninas aqui em Porto Alegre, mas acredito que trepando que nem esta loirinha, sei que será difícil.



Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Paulinho nos viciou e nos vendeu há 8 horas

Eu fora usada por meu primo Paulinho e seu amigo ao mesmo tempo uma noite i...
renata Jovens 39


CRENTE NOVINHA há 9 horas

Bem vou ser bem breve, tenho uma babá que cuida de meus filhos, novinha, l...
tigreraiado Virgindade 42


UMa vizinha especial mandei rola na sua buceta há 11 horas

Diogo,19 anos sou moreno alto, com um pau de 18 cm adoro sexo, mas atualmen...
laureen Heterosexual 31


fudendo a bucetona da minha vizinha há 11 horas

Sou estudante moro com minha mãe. Sou amigo de todos adoro ter amizades s...
laureen Heterosexual 19


QUEM QUER FUDER MINHA BUCETA , SEXO TESÃO há 11 horas

Tenho 24 aninhos de pura safadeza agora estou sozinha novamente meu ex mari...
laureen Heterosexual 15


SOU TRAVECO, MAS ADORO FUDER UMA BUCETA TB há 11 horas

Bem o que vou narrar aqui hoje nunca tinha imaginado que poderia acontecer ...
laureen Fetiches 27