Atolada Na Água E No Pauzão Do Papai!

16 de Março de 2018 Songeun Incesto 744

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Meu nome é Songeun, na época tinha 13 anos!.
Até aquele dia meu pai só me comia com os olhos, apreciava minhas pequenas curvas desejando me comer. Não vou mentir sempre tive atração pelo meu pai, principalmente depois que o vi nu tomando banho, vi o pau do papai enorme muito grande e grosso. Aí meu Deus!!!, Que mastro cabeçudo! Na flor da virgindade imagina como fiquei!! queria saber o que é ser possuída por um macho de verdade! Mas tinha medo de sangrar no ato sexual porque era virgem até o momento!
E minha mãe sempre dizia que tinha que me cuidar para não engravidar, usar camisinha e só ter relações sexuais após os dezoito anos.

Meu pai estava de short curto e com camiseta regata enquanto eu estava com um shortinho curto rosa sem sutiã por baixo da blusa, meu pai me comia com os olhos. Safado!
Entramos na água indo em direção a ilha, as ondas estavam agitadas naquela manhã,
Indo em direção da praia começamos a afundar meu pai me segurou pela cintura para evitar que eu caísse.

Me distanciei do meu pai tentando subir em uma pedra mais alta, não conseguindo escorreguei e tomada de pânico gritei: - Paaaaaaaaiiiiiiii aii meu Deus!!!! Meu pai levou um susto soltando um grito:- Tô indo minha filha!!! Mas não conseguiu me alcançar a tempo.
Foi quando cai num buraco bem grande e fundo que me atolei numa lama preta, suja, horrível.
Pra minha sorte não muito fundo, papai tirou a camiseta e se deitando sobre a pedra jogou a camisa na tentativa de que eu alcançasse mas ainda era curta.

Então ele me deu uma ordem que entendi de imediato'-- Tira sua camiseta e joga pra mim amarrar com a minha assim você conseguirá segurar e eu te puxo.
Fiquei com vergonha pois estava sem sutiã mas não havia outro jeito então obedeci, papai amarrou bem forte procurou se apoiar com as pernas em alguns buracos que haviam nas pedras e quase sentado me jogou uma ponta dizendo:-- Segura firme que te puxo benzinho!

Segurei na ponta da camiseta e papai me puxou, mesmo eu sendo magrinha a camiseta foi soltando o laço mas papai conseguiu alcançar minha mão e assim fazendo força me puxou!
Só que o jeito que ele me puxou foi muito gostoso, puxando pelo meu braço ele me trouxe e ao invés de me segurar pela cintura ou me abraçar ele segurando meu braço direito e quase sentado esticou o braço esquerdo e metendo a mão bem no meio da minha xotinha me ergueu.

Senti sua mão atolar bem no meio da minha xaninha e após me puxar chorando muito me sentou em seu colo e fitando o olhar em mim fez algo que me deixou tonta de tesão. Me abraçou de frente me desferindo um beijo na boca tão profundo que me arrepiei dos pés a cabeça!
Assustada Empurrei ele do meu corpo dizendo:
-- Que isso pai, o que está fazendo?
Sou sua filha! E virgem! Nunca beijei ninguém.
Papai me disse: --. Desculpa filha, fiquei com medo de te perder, você podia ter se machucado feio nessa queda.
Falei meio triste: -- .. Eu sei pai Me perdoe! Fiquei assustada pai, nunca beijei ninguém até hoje!!!

Quando me levantei achei estranho papai se ajoelhou triste e me disse:. --. Filha não achei outro jeito de te puxar. Me virei e o vi com o rosto muito triste e envergonhado.
Daí falei:. -- Pai não é pra tanto, não fique assim!
Daí recebi uma declaração de amor que nunca tinha ouvido antes embora já tivesse ouvido muitas cantadas.
Papai me disse: -- Filha, Eu preciso te contar algo! Perguntei: -- O que pai?
Então ele me pegou em meus quadris, ergueu a cabeça e me olhando disse:. -- Sempre te amei, o que sinto por você é errado. Fiz de tudo para mudar meus pensamentos mais não consegui.

Perguntei à ele:. -- Não estou entendendo nada pai, explica melhor! Ele se soltou dizendo:.
Eu sinto amor, desejo como nunca senti nem por sua mãe! Me assustei e disse:. -- Papaaaai, mais isso não é errado.... E agora pai?
Estávamos sentados em uma pedra, ele se acheguei e colocou a mão esquerda em minha cintura e ficou com o rosto colado no meu, nos olhamos por uns quinze segundos e daí me beijou com tanto tesão, logo se sentou e me erguendo me sentou no colo que pude sentir o tamanho da seu pau cutucando minha rachinha.
Passando as mãos nas minhas costas, pernas, bumbum e começou a mordiscar meus peitinhos.

Não tive como resistir as carícias, beijava meu pescoço, gosei ali sentada no seu colo.
... Aaaaaiiiiiiih, para....p..pai......pare... aiiiiiiiiii
Gostoso....que.. isso....... safado..iiiiaaaaaah
Filha....hummm....que.... apertadinha...te..amo!!!
Me entreguei por inteira e sem reservas, como estava gostoso. As carícias me deixavam molinha.

A cada mordida dele eu gemia como uma louca e pedia mais e mais. Então ele tirou minha calcinha, abriu bem minhas pernas e começou a passar a lingua bem quente no meu grelinho, me fazendo gemer muito. Ele me chupava com aqueles lábios carnudos e gostosos, descia até meu botãozinho e voltava, me lambuzando e me fazendo gozar na sua boca.

Passou a mão por cima do meu short que estremeci todinha. Me levantei, tirei o short e a calsinha rosa com estrelinhas. Papai não se segurou e me abocanhou a xoxota virgem enfiando a língua dentro me lavando com sua língua quentinha e tesuda.
Ele ficou em pé e me colocou pra chupar a sua rola cheia de nervos, coloquei seu pau na boca e engoli tudo.
Imagina meu tesão, com 13 aninhos enrabada por uma tora que me enchia de sensações maravilhosas.

Papai gosou em minha boca. Me erguiu dizendo
:. -- Filha tá gostoso? Respondi com a voz trêmula:. -- Demais pai.
Então vai melhorar!! Ele se sentou e me disse:
-- Senta encima amorzinho, vem!!!
Não pensei duas vezes, cheia de medo e com o coração disparado sentei!!
Senti a cabeça daquela rola acariciando a entrada da minha bucetinha, eu segurei a rola com minhas mãos e papai me puxou para sí
Fazendo a cabeça da pica pular para dentro e gritei:. -- Aiiiiii, aaaaaiiiiiiih pai. Para vai.....tira um pouco.....paiiiiiiiiiii. ele ficou cheio de tesão e me puxou com tudo:

---Aiiiiiiiiiiahhh, senti minha xotinha apertada ser rasgada ao meio e fiquei toda atoladinha naquela rolona dura feito pedra.
Achei que não iria aguentar aquela piroca socada na coitadinha da minha bucetinha.
Era uma sensação inexplicável, não existe palavras que descrevam o que eu estava sentindo, sentada numa rola grossa que me rasgava ao meio, suas mãos me acariciando tido meu corpinho e sua boca me tirando o fôlego com beijos ardentes e cheios de desejos que faziam de mim uma mulher!

Papai me devorava com força dando cada estocada que achei que não iria aguentar.
Mastigava, chupava, e lambia tudo ao mesmo tempo. Enlouquecida de desejo nem pensei nas consequências. Papai bombava o cacete e retirava e enfiava tudo na minha grutinha. Gritava. De tanto prazer e dor.
Chorei de tanta dor, papai me viu chorando e disse atolando aquele pauzão com tudo:
-- Chora, filhinha....chora na pica do papai...chora na pica igual a putona da tua mãe!!! Aguenta a rôla do paizinho, filhinha...não era isso que tú queria?...toma, putinha!! - ele falava e metia mais e mais, até que eu senti ele todo dentro de mim, me rasgando todinha. Eu nem acreditava naquilo, era um sonho.

Acho que fiquei inconsciente por alguns segundos. Quando abri os olhos vi ele ali me olhando com cara de tarado, aquele corpo enorme embaixo de mim, aquela rôla grande e grossa do papai gostoso entrando e saindo da minha xaninha. Me levando ao clímax total.
Ouvindo o barulho das águas batendo nas rochas eu sendo deflorada com uma rola grossa me rasgando ao sair até a cabeça e se enterrando todinha.
Gritei alto:. -- Paiiiiiiii, humm...Aiiii.ta...uma delícia.... gostoso..so..do...mete..vai..me esfola...come...aiiiiiii..cassete.... você.. está..me rasgando....
Filha... Que....que.. bucetinha.... apertadinha.....
Vou gosar filhinha....sai..de ..Ci...cima...saiii.logo..me grudei nele rebolando no seu cassete todo enterrado em mim.
Disse para o papai:. -- Não. Gosa...em..mim!
Quero...essa..piroca......aiiiii...me.. enchendo...me..de....poraaaaa....aiiiiiiii.safado..
.....gostoso..
Gostamos juntos e ficamos encaixados eu sentada na rola do papai até sentir a última gota do seu mel melecando meu útero.

Papai me pegou na bunda firme me dizendo:
-- Agora quero seu cuzinho apertado gostosa!
Fiquei espantada com seu pedido mas não sairia Dalí até sentir tudo que a mamãe sentia.
Procuramos um pedra mais baixa, só achamos um buraco no meio de quatro pedras enormes mas tinha como descer e subir.
O que era melhor é que tinha um grande vão entre essas pedras que enchia de água até a cintura. A água entrava e saía.
Entramos naquele grande espaço cheio de água. Papai me virou de costas abriu minhas pernas e começou a me lamber toda minhas nádegas e me acariciando com o dedo no meu grelinho ao mesmo tempo que eu sentia toda aquela água subindo até ensopar a bucetinha.
Ele se grudou em mim e senti seu pauzão cutucar meu buraquinho que piscava avisando que não entraria ali.
Papai foi enfiando os dedos na minha bucetinha tirando o melzinho lisinho e passava ao redor do meu cuzinho, ensopada de goso no reto sentindo meus peitos sendo apertados e beliscando o biquinho dos meus mamilos me enchendo de prazer.

Papai afastou minhas pernas e quando a água abaixava ele forçava a entrada daquela pica enorme na entradinha da minha xotinha.
Foram mais de dez tentativas sem sucesso o que deixou meu pai muito revoltado com as preguinhas do meu cuzinho inocente. Papai me pegou com força dizendo:. -- Agora vai, relaxa amorzinho....Fiz como papai mandou..
Começou a forçar aquele pauzão no meu cuzinho rosa, apertadinho, quente e todo babado, senti o mesmo ir se abrindo aos poucos engolindo a cabeça daquela piroca. Segurou firme na minha cintura, gemendo de dor, tentei sair mas fui impedida pelo papai quando tentei, me puxando mais pra trás, o que fez a cabeça do seu pau entrar por completo em meu buraquinho.

Gemi alto e sentir meu corpo tremer com o pau do papai pulsando descontroladamente. Parou e ficou parado por uns minutos só sentindo aquela sensação maravilhosa daquele cuzinho quente apertando a cabeça daquele pauzão na minha xotinha. Não sabia exatamente o que fazer nem consegui sair e pude sentir cada cm do pau do papai abrindo meu cuzinho apertado. Logo voltou a forçar, empurrando toda extensão pra dentro daquele buraquinho rosado, antes virgem.
-- Aaaaaiiiiiiih.....aaaaaaah, pai....por...favor..Tira...só...um...pouco! Paiiiiiiiiiii
Tira....haaaaiiiiiiiii.... Tentei me soltar mais papai era muito forte e não consegui.
Papai me cheirou o pescoço cochichou baixinho:. -- Onde você ia gostosa?!!!
Esse pau não está muito bom?
--. Está papai, muito gostoso esse Pauzão grosso ! Foi a dor que me agitou por dentro fazendo me contorcer.....papai...Sabe.. gostosa!
Você tá chorando amorzinho?

--. ..Pai, ... Não.. Papai.... Você... é.. muito.. gostoso..e..me..come.. tão...hummmm... Não aguento mais.....gosa...Papai..Gosa..vai........
Aiiiiihhhhhh... Papai.... haaaaiiiiiiiii, hummmm
Chora filhinha, pode chorar...... Papai...te...ama..
Toma tudo, olha...que.. lindo.....seu .. cuzinho..engole toda...a.minha..pica..... Aiiiiii hhh.hummm....
Papai me preenchia todinha... levando uma surra de Rola, ouvindo as águas batendo nas rochas enrrabada..... Foi a foda mais dura e gostosa da minha vida!
Papai me catou na cintura, minhas pernas já não aguentava mais, estavam bambas. Papai ia gosar. Senti isso porque as estocadas agora aumentaram na velocidade e força, sem falar
Que estávamos tão melecados de porra que entrava e saía sem causar mais dor, agora era só prazer. Papai me abraçou e colocou as mãos entre minhas coxas pertinho da bucetinha me suspendendo do chão com estocadas incríveis.

Papai já me segurava, pois eu estava quase sem forças e sendo arrombada ao mesmo tempo que meu cuzinho era castigado.
Meu cuzinho ardido e dolorido já não aguentava ao pau dele e tentou expulsá-lo, além da forte dor senti uma vontadezinha estranha atrás na minha bunda, me deu vontade de parar, mesmo morrendo de tesão, me mexi debaixo dele tentando sair da posição, fiquei com medo, mas ele me segurou firme e abriu minhas pernas com seu joelho, me devorava viva.

Papai não parava eu estava quase gozando e ele também, só por ter a cabeça dentro do meu cuzinho já gemia e gosava gostoso, então ele precisou dar uma paradinha, mas nessa hora meu corpo o absorveu, levando no rabo o pauzão grosso e duro, como doia, e seu pau foi entrava com tudo, e a dor se transformou em um prazer infinito, e eu não estava mais aguentando de prazer sentido o pau dele todinho dentro do meu anelzinho e minhas esfregadinhas no grelo foram tão intensas que não aguentei e gritei
Pá..paiiiiiiiiiii. haaaaiiiiiiiii vou gozar gostoso, papai.
Quando papai ouviu meu dengo, me abraçou enterrando e tirando, enterrou pra sentir meu último cantinho do cuzinho e me puxou urrando
Gritou:. -- Aiiiiiii.... Calma filhinha.....aiiiii.
Tô....Gosan.......do.... filhinha..... Haaaaiiiiiiiii... Cuzinho....

apertado....toma....toma...tomaaaaaaaaaiii....
Aiiiiiiiiiii pai......tira..um.. pouquinho... Aiihhh..
Só um pouquinho....... papai....
Meu pai disse:. -- Não, vamos ficar assim......
.... até seu..... cuzinho...afrouxar....que..issssoo
Quase espremeu...toda...Aiiiiiii minha rola......
Tá quentinha...... gostosa....Aiiiiii....
Papai ficou ali, enterrando devagarinho tudo e eu senti meu cuzinho arregaçado. Fiquei atolada na rola até o pauzão do papai ficar duro de novo e toma.... florzinha de novo.
Papai tirou o pau do meu cuzinho e lavando na água enfiou na minha xoxota e fizemos amor durante todo o dia.
Chegamos juntos em casa e a mamãe não tinha chegado ainda. Combinamos no outro dia lá no mesmo local e gosamos muito.

Hoje o Papai continua forte e sempre que possível, combinamos um lugar e tome na minha xotinha apertadinha, amo muito meu pai porque me ensinou muito sobre sexo, amor etc.... Continua...............




Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio há 4 dias

Eu tinha 13 aninhos e todos me fuderam no colégio Eu estudava numa escola...
laureen Virgindade 283


Perdendo a virgindade com a titia delicia buceta m há 4 dias

Perdendo a virgindade com a titia Paul, 18 anos,vou contar como perdi a...
laureen Virgindade 91


o pai da minha amiga comeu minha bucetinha gostoso há 4 dias

Aos 19 anos, após entrar na faculdade, conheci Karen, minha amiga que já ...
laureen Heterosexual 191


EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS há 5 dias

EU E A FER,,,,NOSSA COPA SÓ COMEÇOU,,,NOVOS AMIGOS,,,COMEÇO DE UMA NOVA ...
bodiar Traição/Corno 79


dando a bucetinha no trem sexo tesão há 5 dias

somos um casal normal, tarados por sexo e exibicionismo, essa ocorreu em ...
laureen Fantasias 135


melzinho da bucetinha para meu queiro papai há 5 dias

Abri a porta do quarto que só estava encostada e ao adentrar vi meu pai n...
laureen Incesto 215