Papai Me Acordou, Deu-Me Uma Surra De Rola.

17 de Março de 2018 Songeun Incesto 984

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Oi, meu nome é Songeun! Na época completará 15 aninhos onde seria realizada uma linda festa comemorativa!
Seria à noite em nossa casa então papai saiu comigo para que eu escolhesse o vestido, sapatos essas coisas de meninas.
Foi um dia lindo comprando tudo que papai deixava nossa, quando chegou a noite nos reunimos para a festa! Muitas guloseimas à comer, dancei com o papai. Nossa!!!! Que noite aquela. Senti A sua rola dura quando bateu as três da madrugada já não aguentava mais energia recolhi para dormir assim a festa terminou com muita alegria!

Fui dormir tarde, acordei com minha mãe me dando uma bronca porque perdi a hora daí ouvi meu pai falando:
-- Deixa a menina, ela merece um dia de descanso mulher! Papai bateu na porta e abriu dizendo:. -- Pode dormir amorzinho, hoje é seu dia de descanso tá.
Então voltei a dormir lá pelas oito da manhã acordei com sonolência mas fiquei na cama voltando a dormir mais um pouco.
Do nada comecei a sentir alguns dedos passeando pelo meu corpo achei que estava sonhando com o papai. Senti uma leve pegadinha na minha xotinha que minha calsinha ficou melacada! Gemia mesmo dormindo com tantas carícias.
Senti os biquinhos dos meus peitinhos sendo mordiscados e acariciados com uma língua quentinha fazendo os pelinhos branquinhos do meu corpinho se arrepiarem.

Quando senti um beijinho na boca acordei e me assustei espantada e olhando para meu pai com cara de espantada porque estava estava sem sutiã e com uma calsinha bem transparente.
Papai me acalmou dizendo:.
-- calma amorzinho, papai vai te amar muito gostoso tá lindinha! Você deixa amor?
-- Papai, eu sou virgem! Não é certo mas admito que você é lindo e me deixou toda acessa quando dançamos ontem na festa!
Papai se levantou tirou toda sua roupa, vi quando aquela rola dura e grande quando pulou para fora esticada para cima e me olhando com tesão, deixou meu coração pulando e batendo rápido com minha respiração ofegante.
Confesso que estava com muito medo daquele cassete enorme e grosso.

Papai ficou nu e puxou a cobertinha que cobria meu corpo, reclamei baixinho:
-- Pai, tô com medo... Não..faz...isso...
Me respodeu.... Calma....eu...tô..aqui... filhinha!
Fiquei deitada e papai se deitou em minha cama de modo que seus braços passaram por baixo das minhas coxas e as mãos me bolinando na testa da minha xoxota.
Então pôs sua língua na minha rachinha e começou a me lamber deixando meu clitóris durinho de tanto prazer.
Me contorcia de prazer. ----. Paiiiiiiiiiii....que... isso...aiai... gostoso!.....vou gozar....haaaaaa....meu...aiiiiiii....hummmm...
meu corpo tremia sendo desejado e recebendo muitos carinhos que gosei na língua gostosa do papai.

Deixou a xaninha ensopada pronta para receber seu cassetão grosso.
Começou a subir chegando no meu umbigo me beijando e lambendo cada centímetro do meu corpinho de menina assanhada.
Chegou nos biquinhos dos meus peitinhos e me deu muito prazer, chupou tanto que parece que ia arrancar com sua boca maravilha.
Chegou em minha boca me inundando em beijos ardentes me acariciando, lambendo meu pescoço e mordiscando minhas orelhas
Me levantou e sentando na cama me ajoelhei e assustada perguntei:
-- Que Pintão pai, ele me disse como chupar e comecei a beijar a cabecinha, mordendo de leve e engolindo todo aquele mastro que fazia eu me engasgar com o líquido docinho que saia me lambusando toda minha boca! Papai se tremia no prazer da minha boca

Me levantou e me deitou na cama todo carinhoso se encaixando no meu corpinho.
Começou a pincelar a entradinha da minha xaninha chorosa me deixando louca.
Falei assim:. -- Para....pai.... tá..me...aiiiiiii...castigando....vai.... quero.. você..todo... dentro...de...mim...hummmm.
Papai empurrava forçando a bucetinha à abrir mas mesmo toda babada escorregava para os lados. Então na quinta tentativa entrou rasgando a cabecinha.
---. aaaaaaah,.... gostoso...enfia..tudo.....pai...
Vai.... aaaaaaah.
Papai então empurrou toda a rola até que atolou toda aquele pauzão na minha xotinha.
A medida que entrava me rasgando me segurei cerrando os dentes para não gritar de tanta dor.
vários centímetros me penetraram, assim quando percebi tinha conseguido agasalhar todo aquele pau com minha bucetinha chorona, depois de um tempo, chorando pedia a ele que me fodesse com vontade, era tudo que ele queria ouvir, metia com vontade, arrancando de mim um prazer que eu nunca tinha sentido,

tive vários orgasmos, que me deixaram quase desfalecida, o corpo todo mole, entorpecido de prazer, até sentir sua ejaculação poderosa que inundou minha xoxota, ele não saiu de dentro de mim. Permaneci toda atolada naquele cassete que não amoleceu.
Quando achei que papai tinha já se acalmado com todo o prazer que minha bucetinha tinha lhe dado.
Ele colocou as mãos pelas minhas costas e me puxando em seu colo sentou na cama voltando a me surrar sem dó. Aquela vara arrancava gemidos de intenso prazer.
fiquei trememdo todinha, molinha , sentindo sua rola invadindo minha bucetinha .....doida de tesão abri as pernas em seu colo e logo seu saco batia violentamente no meu clitóris ....eu gemia gritava de prazer.....começou a meter e tirar devagar e depois mais forte, eu dizia que não ia resistir mais e seu corpo tremia e seu esperma inundou minha bucetinha ....me beijava bastante e .. me devorando toda.
Parecia um cavalo agora dando umas afundada na minha xotinha que me obrigava a gritar:
---. Paiiiiiiiiiii...que... tesudo..... caralho... grosso.. gostoso....da..poraaaaaaaaaaa!
Sussurrou em meu ouvido:. --- Que...bucetinha... deliciosa.... amorzinho.....hummmm....
Gosamos juntos atolada na piroca do meu pai e ele acoplado em minha xaninha melada de tanta porra!

Papai me virou em seu colo e apertava mus peitinhos durinhos, disse já cansada :
---. Nossa, papai!! Você não cansa hein!
Me respondeu:. -- Com essa bucetinha apertadinha não é fácil de largar. Ela fica me chamando!....aiiiiiii....pai...calma... não.. aiiiiiiiiii..hummm....precisa...apertar... minha... bucetinha...assim....hummm..hummmm.cal...hummm.....calma.....por..f..aiii..por...fa....favor....Pai....aiiiiiii...
Quero esse cuzinho... gostoso amorzinho!
Paiiiiiiiiiii....aiaiiiiiii.. não..vai.entrar...hummmm.
É.. muito... grosso!
Papai me disse:. --- Eu consigo. Amor!
Confia no papai... gostosinha!
Papai me virou deixando-me de joelhos na ponta da cama, pegou uma Bisnaga de vaselina e foi passando toda a vaselina ao redor e por dentro do meu cuzinho.

Se arrumou atrás de mim me pegando pela cintura e colocando aquela cabeça na portinha do meu cuzinho apertado que ficava piscando de desejo. Ele forçou a pica contra minhas preguinhas e ficava escorregando para os lados,
Até que senti meu cuzinho ir se abrindo aos poucos recebendo todo aquele pauzão no meu cú até o talo.
Meu corpo tremeu e gosei ali mesmo,
Ohhhhhh!! Que rabinho gostoso da minha safadinha!!! - ele gemeu de prazer quando a cabeça da pica entrou no meu rabinho enterrando bem devagar. Me relaxei ao máximo e meu ânus foi cedendo aos poucos, engolindo aquela rola dura, grossa e quente. Quase desmaiei de prazer quando senti o pau dele bem fundo mesmo, parecia que ia sair pela minha boca, de tão fundo que entrou no meu cuzinho gostoso, macio e escorregadio.

Quando ele percebeu que eu era virgem atrás, as suas enfiadas, que começaram bem devagar e delicadas, rapidamente se tornaram mais fortes, violentas e fundas, me arrancando lágrimas e me fazendo ver estrelas.
- Aiiiii!!! Seu safadoooooo!!! Fode esse cuzinhoooo!!! Fode, taradooo!! - eu gritei muito enquanto ele comia meu rabo. Eu sentia uma mistura de dor e prazer, mais prazer do que dor, por isso não pedi que ele parasse em nenhum momento. Nunca tinha dado meu cuzinho pra ninguém, só papai me esfolava viva e me castigado tanto do jeito que meu pai estava fazendo.

- Ohhhhhhh!!!! - ele gemeu bem alto e me segurou forte pela cintura. Seu pau foi tão fundo que fiquei sem forças, soltando meu corpo na cama. Com a minha queda ele veio por cima de mim, babando na minha nuca, me chamando de gostosa, safada e sua putinha
Me grudou na cama e meteu tudo de novo me rasgava em fortes estocadas!
Tirou com tudo que cai de lado na cama sentindo aquela porra escorrer pelas minhas pernas. Me colocou de pernas para cima abriu-as e segurando o cassete enterrou na xotinha, erguiu minhas pernas as colocando encima apoiadas nos seus ombros.

Me puxou para pertinho dele abraçando meu corpinho se acoplando em mim dando-me uma surra das boas de rola, estocadas violentas.
Gritei alto:. -- Aiiiiiiiiii...como..vo..... você.... é.. gostoso..... Aiii!
Se deitou completamente em cima de mim fungando no meu ouvido dando pirocadas profundas em minha xotinha apertadinha sofrendo naquela rola enorme me enchendo de prazer!
Nossaaaaaaaa..... háiiiiii........ tá...... ardendo.... é grande demaisssssss...... paiiiiiiiiiii... devagarinho..... mais devagarrrrr...! - falei ao sentir o pau dele invadindo minha xotinha sofrida, com estocadas fundas esticando todas as preguinhas da minha bucetinha, Meu deusssss!!! Fiz o máximo para não gritar. E ele me segurava forte, indo cada vez mais fundo me arregaçando em deliciosas e sofridas bordas da minha xoxota!

Me grudou no fundo enterrando toda a rola, senti o corpo do papai tremendo e disse:
--- Pai, gosaaaaaa...... já.... não... aguento..mais....vou...desmaiar.... aiiiiiiiiii..
Papai me abraçou e rebolando disse:
--- Filhinha....vou...gosar....hummm...tô...me.. segurando...eu gemendo....disse...vou...gosar.... papai.....
- Goza, cachorra...goza na pica do papai...goza junto com o papai, cadelinha......ohhh... o papai vai esvaziar o saco dentro da minha princesa...ohhhh...ohhhhhhh.......aiiiiiiiiiiiiiiiiihhhh
E então ele ficou dentro de mim com o pau latejando e expelindo até a última gota de pôrra dentro da minha bucetinha. Depois de alguns minutos grudados meu pai me puxou no seu colo e enterrando a jeba toda gemeu e ficamos ali nos beijando muito.
Te amo Pai, te amo muito! Quero que você peça o divórcio para minha mãe e iremos morar juntos só nós dois!
Deu tudo certo depois de se separar da minha mãe fui morar com ele e nos amávamos todo dia até hoje. Ainda amo muito meu Pai e sempre que podemos nos deliciamos em prazeres proibidos para nós!
Nunca encontrei um homem forte igual ao meu Pai por isso nunca larguei dele é até hoje moramos juntos! Porque ele sabe satisfazer minhas necessidades sexuais!


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Paulinho nos viciou e nos vendeu há 8 horas

Eu fora usada por meu primo Paulinho e seu amigo ao mesmo tempo uma noite i...
renata Jovens 39


CRENTE NOVINHA há 9 horas

Bem vou ser bem breve, tenho uma babá que cuida de meus filhos, novinha, l...
tigreraiado Virgindade 42


UMa vizinha especial mandei rola na sua buceta há 11 horas

Diogo,19 anos sou moreno alto, com um pau de 18 cm adoro sexo, mas atualmen...
laureen Heterosexual 31


fudendo a bucetona da minha vizinha há 11 horas

Sou estudante moro com minha mãe. Sou amigo de todos adoro ter amizades s...
laureen Heterosexual 19


QUEM QUER FUDER MINHA BUCETA , SEXO TESÃO há 11 horas

Tenho 24 aninhos de pura safadeza agora estou sozinha novamente meu ex mari...
laureen Heterosexual 15


SOU TRAVECO, MAS ADORO FUDER UMA BUCETA TB há 11 horas

Bem o que vou narrar aqui hoje nunca tinha imaginado que poderia acontecer ...
laureen Fetiches 28