Papai Quebrou Meu Cabacinho, Pauzão Gostoso!

10 de Abril de 2018 Songeun Incesto 160

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Meu nome é Stephanie sou branquinha olhos castanhos claros, seios médios, pernas e coxa grossa um bumbum arrebitado redondinho grande, tenho 14 aninhos e sou virgem.
Meus pais se divorciaram mas moro com meu pai por vontade própria.
Minha mãe entrou na justiça para ficar comigo mas meu pai me disse que me daria tudo que eu pedisse então falei para um homem que chamaram de Juiz que minha mãe me batia muito e nunca mais queria vela nem morar com ela.
Eu culpava ela pois papai me disse que se separou por causa da grosseria da minha mãe.

Morar com meu pai era tudo que uma garota poderia querer, ela só não queria que eu me acompanha-se com nenhum muleque nojento da escola.
Quando completei quatorze anos papai me disse que ia comprar o smartphone que eu gostasse.
E eu queria muito um iPhone 8 plus ele falou que podia comprar sim mas tinha que fazer o procedimento em casa para não gastar.

E que ele já tinha feito medicina e poderia me ajudar ela mesmo podia quebrar meu cabaço sem ficar gastando com médicos.
Eu concordei mas perguntei como ele faria isso e papai me disse que iria doer mas era só no começo.
Naquele sábado então eu faria sim, se ela quisesse.
Então concordamos que seria no sábado de noite, eu fui tomar um banho bem puxado para ficar cheiroso para minha filha.
Sai do banho já me preparando, meu coração estava pesado mais tinha que possuir minha princesa.

Passei a desejar minha menina depois que ela passou a sentar em meu colo, numa dessas vezes ela sentou se arrumou sobre minha rola que inchou na hora, ela ficava se mexendo me provocando.
Com as pernas lindas, um bumbum admirável e seios fartos nossa minha menina era puro tesão.
Daí inventei que precisamos quebrar seu Cabaçinho.
Ela foi tomar um banho e ficou toda eufórica esperando eu chama-la.

Estendi umas cinco toalhas vermelhas que comprei para esse propósito, fiquei só com uma cueca branquinha bem apertada mostrando o volume grosso na frente.
Fechei todas as portas e janelas para realizar meu desejo já incontrolável.
Abri a porta do meu quarto e a chamei:
-- Stephanie filhinha, pode vir tá!
Ela apareceu na porta meio tímida eu pedi para que entrasse.
Ela estava muito linda com uma mini saia bem leva e sem sutiã.

Ela entrou e se sentou na beirada da cama, quando olhou para minha cueca se espantou:
-- Papaaaiii que Pintãoo enorme e grosso!
Eu cheguei bem pertinho dela e falei para ela:
-- Tira a cueca para o papai amorzinho!
Quando ela pôs a mão na cueca e começou a desce-la a rolona pulou toda alegre para fora que balançando encostou em seus lábios.
Chutei a cueca e peguei na cabeça da minha filhinha falei para ela abrir bem a boca.
Eu coloquei a cabeça e a safadinha abocanhou direitinho a engolindo e falou que era deliciosa.

Eu pedi para ela se deitar normal, tirei sua sainha e sua camisetinha.
Me deitei inteiro na cama de jeito que meus pés passaram para fora da cama um pouco mas estava com minha boca em cima daquela Bocetinha virgem.
Coloquei meus braços abertos com as palmas da mão sobre sua bocetinha e com meus dedos abri os lábios gordinhos de sua xaninha meti a língua chupando bem profundamente.
Falei para ela:
-- Nossaaa.... filhinha... que... bucetinha...apertadinha....vai ...ser.... difiiiiiiiiicil......mas...o...papai...da.....conta!
Peguei um vidrinho de Novalgina e já tinha enchido de vaselina.

Abri o vidrinho coloquei algumas gotinhas na entradinha da Bocetinha, meu dedinho ameaça entrar ela se contorcia na cama.
Após passar no meu pau coloquei a cabeça na entradinha apertada e comecei empurrar massageando seu clítoris durinho devagarinho para não machucar minha filhinha.
Forçei na entrada sem dó mas escorregava para cima ou para baixo mas não entrava.
Mas não desisti voltei empurrando, quase desmaiei de tanto prazer quando a cabeça da minha vara escorregou para dentro daquela bucetinha.

Ela gritou forte suplicando para eu parar e tirar chorando:
--Áaaaaaaaaaahhhhh.....tiraaaaaa.....paizinhoooo......tiraaaaaaa.......háaaaaaiiiiiiiii........tiraaaaaa...por......favoooooor........ tá....... queimandoooooo!
Parei por um tempinho mas não tirei, não pude pois a sensação de sentir minha trolha sendo esmagada por aquela buceta.
Era à melhor sensação que já pude sentir.
Judiei muito daquela safadinha abocanhando seus seios fartos mas durinhos, sugava todo inclusive os biquinhos durinhos os mordiscando fazendo Aquela adolescente ir à loucura explodindo num goso incrível na minha boca.

Resolvi atender minha filhinha, tirei a cabeça para enganar minha menina depois vou arrombar com tudo.
A arrumei de lado na cama, levantei suas pernas às colocando sobre meus ombros,
Segurei bem forte na cintura dela e cai pesado de boca meti minha língua e ela se estremecia gemendo muito gostoso.
Lambia aquela Bocetinha arrancando gemidos de intenso prazer.
Depois de quarenta minutos eu a arrumei e coloquei meu mastro na portinha da sua bocetinha.

E não conseguia mais me segurar, empurrei com tudo que entrou até a metade.
Ela gritou com raiva me batendo:
--Áaaaaaaahhhhh.....aaaaiiaaaiiii....paraaaaaa.poooooor.....favooooooor......paaaaaaaiii!
Mas nem dei ouvidos me abracei com minha filhinha com minhas mãos em seus ombros pelas costas sem dó nenhuma empurrei com uma estocada violenta que afundei minha tora grossa até o talo.
A Stephanie soltou um grito alto de muita dor:
-- Ooooooohhh....... Áaaaaaaaahhhhhhhh.............. aiiiiiiiiiiiiiiiiihhhh.....seu...... Pauzudooooooo.
Quebrooooou......meeeeeu..............cabaçoooooo......... aaaaaiiiiiiih......que...gostosoooooo........Cravou...tudoooo..... nhuaaaaiiiiiii.....sem..... dóoooo.......Papaiiiiii!
encravou as unhas na minha bunda, abrindo bem as pernas e fechando unindo seus pés encostados na minha bunda.

Falei para minha bonequinha:
-- Filhaaaa....seee.....soltaaaaaa.....mais......um.....pouco! sua.......Bocetinhaaaa......Nhummmm tá......esmagando......minha.......picaaaaaaaa......pooor....favooor.......Filhaaaa..... háaaaaaaiiiiii.....
Atolei minha tora bem fundo na tentativa de escapar das mastigadas que a Buceta da minha princesa dava mas não adiantou nada, mesmo a vara socada ainda sentia uma pressão forte na minha rola.
Quando olhei para seu rostinho a safadinha estava rindo daí fui ver que ela estava esmagando meu pau de propósito só para ver se eu aguentava ou tirava a tora.

Falei quase chorando de dor com ela:
-- Stephanie..... háaaaiiiiiii.....poor.....favooor.... amorzinho......paraaaaaa...... relaxaaaaaaa.....mais......a...... bocetinhaaaaaaa!
Ela me falou seria:
-- Não......paraaaa....... você.......aprendeeeer....a..ser....... carinhosoooo......comigoooooo.......viuuu!
Não aguentei saiu lágrimas dos meus olhos e falei para minha princesa:
-- Háaaaaaiiiiiii....tá....doeeendooooo......muitooo..... Amoooooorzinhoooo.....pooor........favoooooor.......eu.......vou.....ser......carinhosooo.....amor!
Minha filha então disse:
-- Sóooooo...nhaaamm.....se... você....me.....comer.......bemmm......gostosoooo...!

Concordei a abracei com muito carinho e comecei a mordiscar os biquinhos durinhos dos seus seios, chupando seus seios com desejo beijei-a chupando seus lábios daí ela relaxou e minha pica não doía muito.
Fui com minha mão esquerda e peguei no seu clítoris durinho fazendo carinho em círculos para lhe encher o máximo de prazeres.

Agora eu à abracei muito forte levantando ela em meu colo e me encostei na cabeceira da cama, ela com as perninhas abertas cruzou os calcanhares atrás de mim e eu fazia um vai e vem intenso à fazendo gemer muito gostoso em meu ouvido.
Tirei minha jeba grossa da sua bocetinha, ela ficou toda nervosa, à Ergui e a levei de frente para o espelho do quarto, peguei ela pela cintura e atolei na bucetinha com as pernas bem abertas grudei abraçando ela pelas costas
Dava palmadas na sua bunda e atolava toda a rola nela sem dó!

Tirei minha jeba grossa dela a levantei e disse que tinha uma posição nova.
A coloquei de costas para a parede, Ergui sua perna esquerda até meu ombro e fiz a mesma coisa com a perna direita.
Daí empurrei tudo na bucetinha até ficar cravado até o talo.
Minha menina gritava de prazer, desci suas pernas e falei que ia comer seu cuzinho.
Ela disse que não mas eu insisti até convencê-la

Coloquei a danada de quatro, passei vaselina líquida no buraquinho dela e no meu caralho.
Eu forçei e entrou um pouco, ela gemia de dor com os dentes serrados.
Esperei ela se acostumar e depois de uns três minutos fingi que ia tirar puxei meu pau e quando a cabeça ameaçou sair do seu cuzinho eu dei uma socada pra dentro com tanta força que senti meu pau entrar espremido e queimando até o talo.
Nós estávamos de joelhos em cima da cama, gritou alto:
-- Áaaaaaaaaaahhhhhhhhhiiiiii...........filho..da....putaa!
Áaaawaaawaaa....... aiiiiiiiiiiiihhhh.... meeeeeu....cúúú! Nesse momento ela abriu as pernas bem abertas, tomando distância uma da outra e caiu com o rosto sobre o travesseiro.

Me agarrei ao seu corpo para lhe amar e dar-lhe muito prazer, ela chorou mas pediu para eu não parar e claro que não iria parar.
Consegui fazer o que poucos conseguem e no mesmo dia, quebrei dois Cabaços da minha princesa.
O Cabaçinho da bucetinha e do cuzinho, nossa como era apertadadinho aquele buraquinho rosado, transmitia um prazer inesplicável.
Eu já comia ela como um lobisomem devora sua fêmea, ela se estremecia, se contorcia gemendo e gosando no meu caralho como uma fêmea no cio.

Ela me pedia muito gostoso:
Ela. -- Paaaaiiiiiiii... Nhummmm......me......come......bem.......gostoso
enterra tudoooo......nesse....... cuzinho....... é......todinho.......seu......meu..... cavalão!
Comecei a come-la com vigor, com muito tesão e sede pelo seu gostinho.
Eu batia até o talo na sua bunda que já fazia barulho, virei ela de ladinho e Ergui sua perna esquerda daí a minha tora afundou mais um pouco.
Gosamos ali na cama e caí sobre seu corpo com a respiração ofegante muito cansado.
Tomamos um banho para continuar mais tarde.




Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
meu tio tirou meu cabacinho delicia adorei há menos de 1 hora

Entramos na casa de meu tio, ele me sentou em um banco, eu quase que desmai...
laureen Incesto 3


meu pai fudeu minha bucetinha bem gostosinho há menos de 1 hora

Desde menininha eu via meu pai fudendo minha mãe e Desde menina via meu...
laureen Incesto 5


tirei o cabacinho da minha prima fogosa buceta del há menos de 1 hora

tirei o cabacinho de minha priminha gostosa Eu morava um pouco distan...
laureen Heterosexual 6


o safado gozou na minha calcinha e bucetinha,metrô há menos de 1 hora

gozou na minha calcinha e bucetinha no metrô, Meu nome é Mel ,loir...
laureen Fantasias 7


DE VOLTA À PIZZARIA - Capítulo 38 há 9 horas

DE VOLTA À PIZZARIA CAPÍTULO 38 ATENÇÃO ESSE É O TRIGÉSIMO ...
carlaomg Traição/Corno 15


Dando a bucetinha para meus sobrinhos tesão delici há 3 dias

Boa noite sou Bia e tenho 30 anos branca com cabelos escorridos e falsa ma...
laureen Incesto 164