ACABEI DIVIDINDO MINHA FILHA NO SEXO,DELICIA

20 de Outubro de 2018 laureen Incesto 337

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Sou Caio, moreno pardo magro 1,75 altura bem conservado, minha esposa Marcia branca baixa com corpo muito atraente ,se veste bem discretamente. Ela assim como eu adora ler contos eróticos fantasias um dos motivos pra nos darmos tão bem no casamento apesar de nunca por em prática nossas fantasias por motivo de ciúmes.

Nossa filha Beatriz 16 anos uma linda menina com rosto angelical puxou bem os traços da mãe branca com cabelos preto e liso seios ainda pequenos durinhos cinturinha fina e uma bundinha redondinha de deixar qualquer marmanjo de boca aberta.

Minha relação com Marcia sempre foi muito boa ela é muito boa de cama tem um desejo incontrolável sabe ser uma verdadeira puta entre quatro paredes, mas nos últimos anos esteve muito preocupada envolvida com emprego que acaba tomando muito seu tempo fazendo com que Bia ficasse mais apegada em mim.

Temos uma relação muito carinhosa entre pai e filha saímos juntos conversamos sobre tudo inclusive sobre sexo, ela me fala de seu atual namoradinho tudo que acontece entre eles, no começo fiquei um pouco enciumado mas depois relaxei, ela sempre esta me abraçando me beijando um carinho muito especial comigo, apesar de já ter me excitado muito lendo contos nunca tinha visto ela com outras intenções acho que por minha esposa ser bem tarada sempre me satisfez por completo.


Mas de uns tempos tenho notado algo diferente no seu comportamento, em casa sempre andamos a vontade ela e sua mãe com roupas curtas mas nada de exagero de uma maneira provocante. Bia passou a usar roupas mais coladas no seu corpo que passei a perceber como minha menina esta se tornando uma linda mulher.
Uma tarde de sábado meu amigo Paulo 43 anos moreno alto com porte físico de atleta por sempre estar malhando e jogando futebol, super gente boa estamos sempre conversando saímos pra beber as vezes e gostamos de falar sobre mulheres coisas normais de amigos, ele estava em casa e sempre quando vem é recebido com muita alegria por Bia que a viu crescer eles sempre se deram bem por Paulo ser brincalhão com ela.

Bia vestia um shortinho que mostrava a poupa da sua bundinha e com uma blusinha quase transparente que podia ver os biquinos dos seios quase furando a blusa minúscula, ela veio e se jogou num abraço apertado em Paulo como de costume, foi nítido como ele reparou em seu corpo de menina mulher e disse:
- como vc esta linda a cada dia,vai dar trabalho pro seu pai hem menina!
- já estou bem grandinha e sei bem me cuidar tio Paulo.
Rimos e mudei de assunto e voltamos a falar de trabalho esposas, Paulo também era casado mas já estava desanimado vivia reclamando que sua esposa não se importava mais com ele.

Nesse mesmo dia depois de Paulo ter ido embora tive uma conversa com Bia, falei que ela já não era mais uma menininha e que despertava desejos em homens, e ate Paulo por mais que conhecia ele poderia vela com outros olhos, comentei de ela estar usando roupas muito provocativas e veio a surpresa:
- você me acha gostosa papai? Me acha atraente?

Fiquei sem jeito mas disse que ela era uma menina muito linda que estava se tornando uma mulher atraente e que tinha ficado com um pouco de ciúmes no modo como Paulo olhou pra ela. Bia fez uma carinha de como se achando e me disse que já estava grandinha e que tinha desejos e que gosta de como os homens mais velhos a observam.

Questionei sobre seu namorado e ela disse ser muito moleque eu já sabendo que ela não era mais virgem, me disse que ele era muito de vagar não tinha uma boa pegada e tinha vontade de provar um pau de verdade. Nessa hora foi como um choque minha filhinha falando a palavra pau, mas sempre tínhamos liberdade pra falar de tudo. Eu disse que era normal ela se sentir assim e que ela teria muitas experiências mas tudo no seu tempo. Ela sorriu e me deu um abraço bem apertado me dizendo como me amava por compreender ela que eu era o verdadeiro homem da vida dela. Nessa hora senti um frio na barriga e fiquei com uma ereção pela conversa, Bia percebeu e me abraçou mais forte ainda me dando um selinho que me deixou sem reação.

Nos dias seguintes ela passou a me provocar mais em casa sempre com abraços querendo sentir meu corpo no dela passou a passar na minha frente somente de calcinha após o banho mesmo com sua mãe em casa era difícil me controlar e acabava me aliviando em Marcia.

Estávamos eu e Bia em casa quando ela veio me perguntar o que achava dela ficar com um homem mais velho, já estava esperando ela me perguntar algo assim, eu disse como assim mais velho: - assim como tio Paulo.


Fiquei muito bravo na hora disse que não seria uma coisa legal por sermos amigos e ainda ele sendo casado. Ela percebeu como fiquei bravo me abraçou me pedindo desculpa falando no meu ouvido como tem pensado em coisas assim que sentia muito tesão de aprender coisas novas e que so conseguiria se satisfazer com alguém experiente. Nessa hora um tesão tomou conta de mim meu pau endureceu Bia sentindo procurou se esfregar em mim e acabamos nos beijando com muita intensidade ela estava louca de desejo seu corpo tremia junto ao meu, minhas mãos procurando apertar seu corpo de ninfeta, apertei sua bunda com as duas mãos que sensação incrível estar com ela assim.

Procurei dizer que não podíamos fazer isso que não estava certo mas ela disse que concordava mas estava muito bom me sentindo daquele jeito. Estávamos na sala nem pensei mais tomado pelo desejo tirei a blusinha que ela usava já chupando seus peitinhos que coisa mais deliciosa que já tinha visto, sentia o corpo dela tremer e Bia dizia:

- isso paizinho como eu desejei isso faz tua filhinha mulher de verdade. Bia etava doida de tesão procurava tirar meu pau pra fora que pulsava forte na bermuda, conseguiu tirar com minha ajuda me empurrou no sofá e começou uma punheta gostosa, ela já tinha jeito pra isso, de joelhos com seus peitinhos de fora passou a bater uma punheta segurava com as duas mãos dizia como queria sentir esse pau dentro dela que sabia que seu paizinho era safado e queria ser fudida como a mãe dela,

isso me deixava com mais tesão ainda ela começou a chupar e fazia com maestria com uma mão massageava meu saco babava no meu pau. Dizia pra ela : -não imaginava que minha filhinha seria tão putinha assim puxou a mãe. –sou putinha adoro ser sua putinha papai.

Ela voltava a me chupar já não estava mais aguentando falei pra parar que ja iria gozar ela sem tirar o pau da boca dizia sem entender direito: -goza paizinho enche a boca da sua putinha de porra. – ai filhaaaaaa to goooozannndooo sua putinha chupa o papai assim que deliciaaaaaaa.

Gozei como a tempo não gozava assim ele enguliu quase tudo e deixou um pouco escorrendo na sua boquinha linda, não acreditava naquela visão minha filhinha que amo tanto com a boca escorrendo porra seus peitinhos durinhos, beijei sua boca sentindo minha porra quente na sua língua.

Eu estava mole mas via que Bia queria mais, tirei seu shortinho minúsculo junto com a calcinha e pude sentir como estava encharcada sua bocetinha lisinha branquinha o cheiro era indescritível, passei a dar beijinhos e sentir como ela dava espasmos de tesão estava quente, passei a chupar sua bocetinha ela se contorcia e dizia que estava muito gostoso que queria isso há tempo : -isso paizinho chupa essa boceta que tanto ficou molhada ouvindo vc fuder a mamãe, ela gemia e anunciou que estava gozando: to gozaaaaaado paizinho isssssssssooooo safado como é bom sentir sua língua na minha bocetinha.

Ficamos abraçados do chão da sala por um tempo em silencio. Pensei em como isso mudaria daqui pra frente e Bia disse que não via hora disso acontecer, contou que tem uma amiga que confessou ter transado com o pai, o que a fez ter mais vontade de dar pra um homem mais velho que pensava em mim mas achava mais fácil seduzir o Paulo.

Perguntei se tinha acontecido alguma coisa com ele e ela disse que so uns olhares e tinha medo de se insinuar mais e ele falar pra mim. Ela disse que tem muita vontade de dar pra ele e agora que eu sei posso dar uma ajuda e com um jeitinho bem safada me disse: -vc não tem vontade de dividir sua filhinha putinha com seu amigo sarado?
Confesso que me deu um tesão com a ideia mas como é muita coisa de uma vez mudei de assunto e falei pra nos arrumarmos que sua mãe poderia chegar e estávamos esquecendo da hora. Que ainda falaríamos sobre tudo isso com calma.
Depois CONTO como foi com meu amigo e minha filhinha !!!!!!!!!!!!!!
FIM


DO AMIGO CAIOBIA


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
Primo III e seu amigo há 1 hora

Meu primo depois de tomar várias tacas de vinho, caiu no sono no sofá e s...
adriano Gays 6


Dei a bucetinha e cuzinho para meu prof. e amigos há 2 horas

Precisava de notas na escola e o prof.me daria mas tinha que fuder com ele ...
laureen Virgindade 16


Meu desejo é fuder a buceta da minha sogra há 2 horas

Alguns dias atrás tive que ir até uma cidade próxima e que ficava ao l...
laureen Incesto 12


fudendo a buceta gostosa da minha sogra há 2 horas

Fomos almoçar na casa de minha sogra pois estaria sozinha, meu sogro esta...
laureen Incesto 11


FUI DEFLORADA NA DESPEDIDA DE SOLTEIRA há 1 dia

asei-me muito nova, com apenas 21 anos, e acho que posso dizer que meu mari...
tigreraiado Aventura 95


EMBRIAGUEI A CRENTE AMIGA DA MINHA MULHER há 2 dias

Sala de embarque. Aeroporto de grande movimento. Fui embarcar minha esposa ...
tigreraiado Aventura 106