IRMÃ TEREZA

01 de Dezembro de 2018 Tigresolitario Traição/Corno 174

Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Bem, Decidi que todas as mulheres dos contos que virei a escrever, receberão sempre o mesmo nome, em homenagem a uma mulher muito especial que passou em minha vida. Resido em São Luís do Maranhão, há 12 anos, tenho 32 anos, tenho estatura de 1,85 mts, peso 93 quilos, moreno claro, olhos e cabelos castanhos, separado judicialmente… E devido ao meu trabalho já conheço toda esta terra maravilhosa que é o Maranhão, neste conto vou narrar um fato que me ocorreu há pouquíssimo tempo. Numa bela manhã, meu chefe imediato chega e diz, você hoje vai para Carutapera, um cliente nosso iniciou um negócio lá e não esta sabendo como geri-lo e pediu nosso auxilio, rumei para a referida Cidade, chegando lá vi que a demanda de trabalho seria muito grande, e assim fui me adaptando a vida local passava o dia trabalhando e a noite ficava na pracinha local, vendo o tempo passar e então ia para o hotel dormir, minha única diversão era ver os alunos voltarem do Colégio, para passar o tempo, me aproximei de um pessoal evangélico e passei a freqüentar a igreja da Assembléia de Deus local, quando fui assistir o culto do Domingo lá estava irmã Tereza, uma morena linda, com traços, indígenas, devia medir uns 1,65 mts, pesando 41 quilos, bunda perfeita, pernas torneadas, seios pequeninos, pele limpa, cabelos lisos, pretos que refletiam os raios da lua, no esplendor de sua juventude, na época. Só tinha um problema, era noiva de um colega de trabalho, um crente, que era muito mais errado do que eu, já havia morado, no Rio de Janeiro, São Paulo, e ninguém sabe porque retornou para aquele fim de mundo. Era o maior garanhão da Cidade, menino novo, boa pinta, belo papo, porte atlético, enquanto ele fazia questão de mostrar para todo mundo que era o tal, ela era exatamente o contrário, não saia de casa, sem ser na companhia dele, era obediente aos pais, extremamente religiosa, estudante dedicada. Com o passar dos dias comecei a ficar com uma parenta sua, que também era evangélica, como freqüentava assiduamente sua residência, passamos a ir os dois juntos e sairmos com nossas respectivas namoradas. Me causou estranheza que Tereza com certa freqüência passou a mim procurar com pretexto de auxilia-la a resolver seus deveres de escola, matéria que via ela dominar muito bem, até um dia que Tereza me pergunta, Pierre você e minha tia já transam, no que eu respondi não, por que, nisto Tereza falou eu já imaginava, eu e meu noivo transamos desde que eu tenho 1? anos, quase caí de costas como era que ela que quase nem abria a boca, não saia de casa, já fazia isto? E Tereza continuou a falar que era traída frequentemente e seu maior desejo era se vingar de seu noivo, porém ali era uma Cidade pequena, e tinha medo do noivo saber. Meu amigo tinha orgulho em mim sacanear onde encontrávamos amigos, Dizia que minha mão já estava cheia de calos, pois eu estava ali há mais dois meses, ainda não havia comido ninguém, porém ele não sabia da intimidade que eu e sua noiva começávamos a ter. E eu aceitava a gozação numa boa. Até que chegou o dia de meu retorno a São Luís…. Meu amigo então me pede um favorzinho…. vocês nem imaginam o favor, que eu trouxesse sua noiva comigo e a deixasse na casa de uma parenta aqui em São Luís para fazer uns exames…. Choveu muito na noite que antecedia a viagem, consequentemente a estrada de carrossal estava intrefegavel, decidi então mudar de condução em certo trecho do percurso pegando uma D-20, atitude mais que justificável ante a lerdeza do ônibus, quando chegamos em Santa Inês, decidi pernoitar, perguntando minha quase cunhada o que ela achava da idéia, ela aprovou na hora, chegando no hotel ela sugeriu quarto de casal, mais uma vez me surpreendi, e ao chegarmos ao quarto ela tomou toda a inciativa, tirando a roupa e me convidando para um banho, após o banho ao chegarmos ao quarto aquela criança saltou sobre mim, e começou a mim lamber, mordiscando os bicos de meus peitos, me mostrando uma fonte de prazer em meu corpo que eu desconhecia, esta seria uma das surpresas que teria, decidi então beija-la, toca-la, e quando parti para penetra-la, qual não foi minha surpresa, meu pinto mais parecia o badalo de um sino, de tão elástica que era sua vagina, então eu a virei de costa e resolvi meter-lhe de uma vez no rabo, no que ela aceitou alegremente ainda era um pouco apertado e passei muito tempo comendo aquele cusinho, que parecia ter inúmeras argolas a apertar o meu pau, prende-lo, solta-lo, quando ia gozar ela pediu para chupar o meu pau novamente, coisa que até hoje não esqueci, ante a sua maestria com uma pica na boca, sentia quando meu pau descia garganta abaixo ela nem sequer demonstrava, quando gozei ela sorveu todo o meu esperma, então ela falou que iria se lavar e já voltava, enquanto eu tentava me encontrar no meio de tanta surpresa…….. ela me falou que seu noivo tinha um pau de 25 x 9 de tamanho, e que fodiam há alguns anos de idade, que já havia se acostumado com o tamanho do pau dele, mas a nossa foi a melhor foda dela até aquele momento, pois eu consegui ver nela algo alem de dois buracos a serem preenchidos, e que iria a partir daquele instante guardar sua bundinha só para mim…. disse que transavam diariamente dentro da igreja deles, pois ali ninguém suspeitaria, e eles tinham a desculpa de serem o responsáveis pela parte de louvor então ensaiavam diariamente….. Eu apesar de Ter um pintinho de 15 x 6, dei conta do recado, pois na semana que ela passou em são luis, saímos várias vezes e transamos muito, hoje, o meu relacionamento com a sua tia já acabou, eles são marido e mulher, ela já é maior de idade, sou amigo do casal e sempre que ela vem a são luis, ou vou ao interior, e obrigatório visita-los, afinal de contas sou amigo do casal, tenho um amigo que sabe que sou respeitador, e meu amigo é um garanhão, o tamanho de sua ferramenta e objeto de desejo em toda região, mais uma boca, ou um rabinho como da sua esposa, nunca encontrei igual, Irmã Tereza continua recatada mais seus olhos brilham quando me ver chegar, para realizarmos estudos bíblicos, como meu amigo adora dar suas escapulidas passamos horas sozinhos a realizar nossos estudos, pois Tereza gosta de dar atenção ao seu quase irmão também recatado…..

LEIA ESSES CONTOS:
1 - https://www.meucontoerotico.com.br/aventura/27428/#!/a-crente-casadinha-e-o-pedreiro-i

2 - https://www.meucontoerotico.com.br/aventura/27447/#!/a-crente-casadinha-e-o-pedreiro-2


Reportagem especial (UOL)
Dona de Casa revela na Internet: A pílula milagrosa que curou a disfunção erétil do MARIDÃO pra sempre! Ler matéria


Leia também
fudendoa bucetinha da enteada sexo gostoso demais há 8 horas

Olá. Hoje venho relatar como foi minha primeira vez com o meu padras...
laureen Incesto 61


FUDI GOSTOSO A BUCETINHA DA MINHA SOBRINHA há 8 horas

Minha sobrinha é muito safada e trepadeira. Chamo-me Marcos, tenho 4...
laureen Incesto 47


SOU TRANS E ELE IA ME BATER MAS ME FUDEU DEMAIS há 8 horas

Esse relato aconteceu em meados de 2010, eu tinha recém assumi...
laureen Gays 35


A MADRE SUPERIOR SAFADA há 11 horas

O que passarei a relatar a seguir ocorreu há uns três meses atrás, comig...
tigreraiado Aventura 41


Carol, a ruiva infiel e o estuprador há 16 horas

Carol, a ruiva infiel e o estuprador Carol, ainda vestindo o pijaminha ...
marcela Fantasias 53


Carol e o sequestro diabólico há 17 horas

Carol e o sequestro diabólico Carol e o marido, finalmente conseguiram ...
marcela Fantasias 31